sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

Piadas de feijoada

Amanhã é sábado e o prato principal de todos os restaurantes é a feijoada (Na quarta isso acontece também). Odeio os pedaços de porco... Ainda bem que no restaurante que frequento, tem a versão só com carne seca e paio.
- Ó garçom! Me traz uma feijoada completa. 
- Pois não, senhor. São quinze reais. 
- O quê? Vou ter que pagar antes de comer a feijoada? 
- Olha, é que essa feijoada de hoje... não sei, não, viu?
A mãe do Joãozinho manda ele ligar para o açogueiro e pedir o que estava na lista para fazer uma feijoada no domingo. 
- Alô, é o açogueiro? 
- É sim, o que deseja? 
- O senhor tem pé de porco? 
- Tenho... 
- Tem orelha de porco? 
- Tenho... 
- Tem focinho de porco? 
- Tenho... 
- Tem barriga de porco? 
- Tenho... 
- Nossa!!! Como o senhor é feio!!!
O freguês: 
 - Garçom, tem um cabelo na minha feijoada!!! 
 - Ah, o senhor me desculpe, mas tenho certeza que é do saco do feijão.  
- Tudo bem, então. 
 Passado um tempo e o freguês: 
 - Garçom, tem outro cabelo na minha feijoada. 
 - Fique tranqüilo, senhor, tenho certeza que é do saco do feijão de novo... 
- ô, garçom, car**ho! Tem um monte de cabelo na minha feijoada!!! 
 - Tudo bem, senhor, vou trocar seu prato, mas tenho certeza que é do saco do feijão. 
 - Ótimo, melhor assim. 
 - Oh feijão! Vem aqui trocar o prato do cavalheiro!!!
O rapaz foi jantar a casa dos futuros sogros. A dada altura, já depois de ter comido uma farta feijoada, está ele sentado no sofá quando o cãozito da família se vem sentar ao seu lado. De repente, sem contar, o rapaz solta um peido silencioso mas muito mal cheiroso. O rapaz começa a ficar com receio que alguém repare. A mãe da rapariga sente o cheiro, vira-se para o cão e diz: 
- Boby, sai daí. 
O rapaz pensa: 
- Olha, o cão ficou com as culpas. Porreiro… Bem que posso largar outro! 
Dito e feito, o rapaz larga outro peido ainda mais potente. A senhora sente novamente o cheiro e diz novamente ao cão: 
- Boby, sai do sofá! 
O rapaz pensa: 
- Elahhh, resulta mesmo bem. Vou aproveitar para mandar mais um. 
Novo peido, desta vez ainda mais potente e a senhora grita para o cão: 
- Boby, tu sai mas é daí que ele ainda te mata!
A mulher prometeu se casar com o noivo, se ele jurasse nunca mais comer feijoada, pois o efeito era estrondoso. Certo dia, depois de casados, o marido viajando passou perto de um restaurante, e logo veio aquele cheiro de feijoada. Ele não resistiu, e pra dar a desculpa, ligou para a mulher e disse que o carro havia quebrado e ia demorar pra chegar em casa. Lá foi ele se deliciar com a feijoada, comeu, comeu, comeu ate encher. E de volta para casa, o efeito começou. Soltava um daqui, outro dali e não parava mais, aquele cheirinho de matar qualquer um dentro do carro. Chegando em casa, sua mulher falou: 
- Querido, eu vou fazer uma surpresa para você, vou colocar essa venda nos seus olhos e num vai olhar em!! 
Como prometido, levou ele para a cozinha e logo depois tocou o telefone no final do corredor e sua esposa foi atender. Porem enquanto falava no telefone o efeito começou a acontecer tudo por causa da feijoada!!! Enquanto a mulher estava no telefone, ele soltava uma daqui, outra dali.. Fazia posições inimaginaveis pra soltar seu pum, levantava as pernas, pegava o lenço que estava em cima da mesa, e começava a fazer vento, porque o cheiro era insuportável!! De repente, a esposa começa a vir, e sem pensar tira o lenço do olho dizendo: 
- Surpreeeeeeeeeeeeeeeeesaaaaaaa!!
Um camarada estava morrendo de fome e entrou no primeiro restaurante que viu pela frente. Ao chegar ele desesperado chama o garçom, que lhe entrega o menu e lhe fala: 
- O senhor deseja alguma coisa de entrada? 
- Sim, eu gostaria de uma sopa. 
Passam-se alguns minutos e lá vem o garçom com a sopa. Mas com um detalhe: para carregar o prato o garçom enfiava o dedão dentro da sopa. O cara ao ver isso achou estranho, mas resolveu não comentar, pois afinal era a primeira vez e ele não estava com muito saco de reclamar. Depois de algum tempo o camarada terminou a sopa e pediu pro garçom uma feijoada de almoço. Passado algum tempo lá vem o garçom com a feijoada. E adivinha: lá veio o garçom com o dedão dentro do feijão. O camarada ao ver isso ficou puto, mas como estava com muita fome resolveu não reclamar e comer a feijoada assim mesmo, que era para não comprar briga com o garçom. Terminada a feijoada o garçom pergunta se ele quer alguma sobremesa, ao que ele responde que não, mas que gostaria de um cafezinho. E lá vem o garçom com o cafezinho, e mais uma vez com o dedão dentro do cafezinho... A essa altura, fome já saciada, o cara não se agüentou: 
- Porra cara, porque é que sempre quando eu te peço alguma coisa você tem que trazer com seu dedão enfiado dentro? 
- Eu explico doutor. E que esse dedão daqui, que enfiei na sua comida, está com uma tremenda frieira. O meu médico disse então que eu deveria sempre mantê-lo num lugar quente... 
- Se você quer lugar quente, porque é que não enfia no seu cú!!? 
- Pois é doutor, o dedo estava lá, mas tive que tirar porque o senhor me chamou para te servir...

fonte: Expresso Ilustrado


fonte: Leitura em evidência


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google