sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Piadas de evangélicos

Misturar religião com política e com Ciência não dá certo. Infelizmente, nosso governo virou um enorme templo onde certas besteiras são ditas e todos aceitam... Menos os cientistas!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

O suporte ao Windows 7 vai durar apenas mais um ano

A Microsoft informou que vai acabar com o suporte gratuito para o Windows 7 dentro de um ano. É uma pena.

fonte: The Next Web
Não é surpreendente ver usuários de PC executando uma versão antiga do Windows. O Windows 7 ainda está em execução em muitos computadores, principalmente em empresas. É um sistema estável que assim como o XP, caiu nas graças dos usuários.

Infelizmente a Microsoft informou que não fornecerá mais atualizações de segurança ou suporte gratuito para o Windows 7 dentro de um ano.

O Windows 7 foi um enorme sucesso para a Microsoft. O Windows tende a entrar em ciclos bem ruins, e depois do muito criticado Vista, seu sucessor chegou como uma lufada de ar fresco. Depois veio o Windows 8, que poucas pessoas gostavam e, embora o Windows 10 fosse uma grande melhoria, o novo modelo e os anúncios integrados baseados em atualização da Microsoft tiraram muitos usuários do sistema operacional mais recente da Microsoft.

A popularidade do Windows 7 era tanta que, até poucos dias atrás, o Windows 10 conseguiu  superar o número de usuários. Mas mesmo assim, o Windows 7 ainda está instalado em cerca de 42,8% dos PCs com Windows, segundo o serviço de análises Net Applications. Isso é uma grande quantidade de computadores, e as chances são de que ainda haverá uma grande quantidade de computadores em fim de suporte em 14 de janeiro de 2020.

Com certeza a Microsoft vai forçar a mudança do sistema quando essa data se aproximar. Dito isso, é apenas o suporte gratuito que está terminando. Após essa data, a Microsoft fornecerá atualizações de segurança a um custo por mais três anos, com os preços aumentando a cada ano.

fonte: The Next Web

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Youtube agora mostra os posts da comunidade na página inicial da internet

O YouTube começa a mostrar postagens da comunidade na página inicial da internet, algo que já acontecia na versão do aplicativo em dispositivos móveis.

fonte: Android Police

Os recursos da comunidade do YouTube começaram a aparecer há cerca de dois anos, mas levou um ano para o recurso alcançar mais canais e começar a aparecer nos feeds residenciais dos usuários em dispositivos móveis. No entanto, na Web, essas postagens não eram tão facilmente acessíveis: você precisava acessar a página de cada canal para ver se havia alguma atualização da comunidade. Esse não será o caso por muito tempo, já que as postagens estão começando a aparecer na página inicial para alguns usuários.

As postagens da comunidade estarão sob uma nova seção apelidada de Últimas postagens do YouTube e exibidas em cima de vídeos enviados recentemente e de outras recomendações. Cada postagem recebe seu próprio cartão com botões de polegar para cima e para baixo, comentários e um estouro para mais opções. E você pode rolar para carregar mais atualizações, se você for tão aficionado.

fonte: Android Police

Quando um usuário abre a página do YouTube, espera-se que ele veja recomendações de videos ou aqueles para os quais está inscrito. Para ver postagens de comunidades ou grupos, coisas de redes sociais, já tem o Facebook e o Google +... Ops, este último vai ser fechado... Mas o que quero dizer é que misturar posts de comunidades com vídeos é uma das coisas mais irritantes que há na versão para smartphones. Cada canal já tinha uma aba específica para as comunidades e visitava lá quem quisesse, mas agora o Youtube está impondo essas postagens na página inicial.

Bola fora, Google!

fonte: Android Police

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

O recurso de bloqueio de anúncios do Chrome será liberado para todos em Julho

O recurso de bloqueio de anúncios do Google Chrome, que vem sendo usado na América do Norte e na Europa, vai ser agora lançado no mundo inteiro a partir de julho. julho.

fonte: The Next Web
A Google intensificou sua batalha contra anúncios ruins na web ao se associar à Coalition for Better Ads e ao bloquear promos disruptivos em seu navegador Chrome na América do Norte e na Europa. Semana passada, a equipe de produtos do navegador anunciaram que o recurso de bloqueio de anúncios estará disponível para todos os usuários do Chrome no mundo inteiro a partir de 9 de julho.

Esse anúncio vem de um release da Coalition, que está aplicando seus padrões a anúncios que vão além da América do Norte e da Europa. O grupo define 12 tipos de anúncios como uma experiência intrusiva para os usuários, incluindo anúncios pop-up, anúncios de vídeo de reprodução automática com som e grandes anúncios fixos.

12 tipos de anúncios intrusivos, fonte: The Next Web
Em novembro passado, a Google disse que bloquearia todos os anúncios em sites com experiências de anúncios abusivas, caso os administradores do site não tivessem tomado medidas corretivas no prazo de 30 dias a partir do relatório. A empresa está expandindo esse programa em todo o mundo com o novo anúncio. Os administradores podem verificar uma página de relatório especial descrevendo a natureza dos anúncios abusivos e corrigi-los para garantir uma experiência de usuário não obstrutiva em seus sites.

O diretor sênior de produtos do Chrome, Ben Galbraith, disse que seus testes na América do Norte e na Europa trouxeram melhorias maciças em experiências na web:

"A partir de 1º de janeiro de 2019, dois terços de todos os editores que não eram compatíveis com os Padrões de anúncios melhores estavam em situação regular. Além disso, de milhões de sites que analisamos até agora, menos de 1% tiveram seus anúncios filtrados."

Espera-se que isso incentive os profissionais de marketing a aderirem aos padrões de anúncios da Coalizão e não criem novas maneiras de contornar as diretrizes e incomodar os usuários, pena que julho ainda vai demorar...

fonte: The Next Web

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

domingo, 13 de janeiro de 2019

Viciado em abrir muitas abas no Chrome? Aprenda alguns atalhos interessantes!

Você é viciado no Chrome, o melhor navegador da internet? Principalmente em abrir inúmeras abas, que parece algo viciante? Pois bem, aprenda abaixo alguns atalhos úteis para alimentar esse vício.

fonte: The Next Web
O Google Chrome é indiscutivelmente o navegador mais popular do mundo. E se você é um usuário hardcore, aposto que mantem um grande número de abas abertas o tempo todo. Então, que tal conhecer alguns atalhos uteis para usar e abusar desse recurso que consome tanta memória do seu dispositivo?

Todos atalhos listados abaixo funcionam tanto no Mac quanto no Windows, lembrando que usa-se a tecla "Cmd" no Mac e tecla"Ctrl" no Windows.

Abrir e fechar abas

  • Nova aba: Cmd/Ctrl + t
  • Fechar aba: Cmd/Ctrl + w
  • Reabra a última aba fechada: Cmd/Ctrl  + Shift + t
  • Abra um link em uma nova aba, sem sair da aba atual: Cmd/Ctrl  + clique em um link
  • Abra um link em uma nova aba e mude para essa nova aba: Cmd/Ctrl  + Shift + clique em um link

Navegar pelas abas

  • Saltar para uma aba específica: Cmd/Ctrl  + 1 a 8
  • Saltar para a última aba: Cmd/Ctrl  + 9
  • Percorra as abas: no Mac, use Cmd + opção + seta para a esquerda / direita; já no Windows, use Alt + seta para esquerda / direita.

Você usa outros atalhos no Chrome? Diga nos comentários abaixo.

fonte: The Next Web

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Piadas de nojo

Um dos filhos do nosso presidente imbecil parece que tem nojinho de vagina, de acordo com uma namorada antiga, além do talento pequeno. Cara, o que colocaram no poder??!!??

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Google Drawings (Desenhos do Google) incorporados ao Google Docs

O Google Drawings ou Desenhos do Google agora pode ser incorporado ao Google Docs e ser facilmente atualizado.

fonte: 9to5Google

Além dos Documentos, Planilhas e Apresentações do Google, o G Suite oferece outros aplicativos de produtividade, como o Formulários Google e o Google Sites. O Google Drawings ou Desenhos do Google logo apresentará uma integração aprimorada com o Google Docs, permitindo uma incorporação direta e atualizada.

No momento, os usuários precisam criar manualmente um novo desenho no menu Inserir do Google Docs. Uma janela separada é aberta para permitir que os usuários trabalhem em um arquivo do Google Drawings, com a capacidade de inserir quando terminarem de editar.

Com a nova integração, indo para "Desenho" no menu "Inserir" vai revelar uma nova opção "From Drive" que abre um seletor de arquivo do Google Drive para selecionar um arquivo existente Desenhos.

"Quando você incorpora um desenho, o desenho é colocado no documento, mas vinculado ao original no Desenhos do Google. Ao usar o botão "Atualizar", você pode atualizar o conteúdo do desenho com um clique, se forem feitas alterações no arquivo de origem. Você também pode optar por desvincular os desenhos em uma data posterior."

Uma vez incorporado, o desenho é vinculado a esse documento, com os usuários podendo atualizá-lo se forem feitas alterações na origem. Você também pode desvincular o trabalho para fazer outras personalizações e edições que não serão refletidas.

fonte: 9to5Google

Esse recurso começará a ser implantado nas próximas semanas na Web e estará disponível para todos os usuários por padrão.

fonte: 9to5Google

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Nova atualização do Google Podcasts dá suporte a links e melhor formatação

O Google Podcasts em sua última atualização, lançou novos recursos, como suporte a links, formatação aprimorada nas notas de episódios. A nova versão foi lançada semana passada e logo vai estar disponível para todos.

fonte: 9to5Google

O Google Podcasts foi lançado oficialmente em junho como um aplicativo para Android e com a integração com o Assistente e o Google Home. Nos últimos meses, recursos como o suporte do Chromecast e o compartilhamento mais fácil foram adicionados. A última versão renderiza links nas notas dos episódios, junto com formatação aprimorada de texto.

Quando o Google Podcasts foi lançado, ele não oferecia suporte a links e outras URLs nas notas dos episódios. As URLs são frequentemente usadas ​​pelos podcasters para incluir websites, patrocinadores, links para tópicos discutidos em programas e fornecer outras informações de contato. Essa omissão dos criadores da Pesquisa do Google foi bastante desconcertante, com a única vantagem de economizar como a página principal do programa apresenta um atalho "Visit website" no menu flutuante.

Felizmente, esse problema foi resolvido em algum momento nas últimas semanas. Quando se vai para as notas da apresentação de um episódio, o texto vinculado agora será exibido corretamente. Os links apresentam uma cor e um sublinhado padrão da fonte azul. Enquanto isso no Chrome, ao clicar em "tocar episódio" abre automaticamente sem abrir uma guia personalizada do navegador.

fonte: 9to5Google

O Google Podcasts agora também formata adequadamente as notas com espaçamento, texto em negrito e marcadores. Quando os usuários abrirem uma página de episódio pela primeira vez, levará um breve segundo para que tudo seja renderizado corretamente.

Este recurso não estava disponível no final do ano passado, mas parece estar vinculado ao Google app 8.70 e superior. Essa versão acabou de sair do canal beta sexta passada e deve começar a ser lançada nos próximos dias.

fonte: 9to5Google
Google