sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Último processo antitruste acusa o Google de construir um 'fosso impenetrável ao redor de seu reino'

Novo processo antitruste contra a Google: 38 procuradores-gerais desafiam a empresa para uma disputa justa. Esse último processo antitruste acusa a Google de construir um 'fosso impenetrável ao redor de seu reino'.

A Google ficou maior com o passar dos anos, e esse aumento na participação de mercado veio às custas de um maior escrutínio. O Departamento de Justiça abriu um processo antitruste maciço contra a empresa em outubro, e no mês passado soubemos que mais podem estar a caminho. Essas previsões agora se cumpriram, já que um grupo de quase 40 estados abriu um novo processo contra o Google, acusando-o de "construir um fosso impenetrável ao redor de seu reino".

O processo mais recente vem de procuradores-gerais de cobrança de 38 estados, liderados por Colorado e Nebraska. É um processo extenso que afirma que A Google não conseguiu seu monopólio maciço de pesquisa de forma justa, mas se envolveu em uma variedade de práticas anticompetitivas, como negociar acordos especiais que garantem que a Google seja a opção de pesquisa padrão em navegadores da web, smartphones e dispositivos domésticos inteligentes. Ele também alega que a Google manipula seus resultados de pesquisa para fornecer seus próprios produtos uma vantagem sobre os concorrentes, classificando-os acima dos rivais.

As autoridades que estão abrindo este novo caso provavelmente tentarão unir forças com a ação do DOJ aberta em outubro. a Google respondeu em uma longa postagem no blog, afirmando que o processo visa redesenhar a Pesquisa de "maneiras que privariam os americanos de informações úteis e prejudicariam a capacidade das empresas de se conectar diretamente com os clientes".

Este é o terceiro processo movido contra a Google nos últimos meses, vindo na esteira de um movido ontem pelo Texas AG Ken Paxton e nove outros funcionários que acusam a empresa de negligência com seu negócio de publicidade direcionada. E não é a única grande empresa de tecnologia que os reguladores estão perseguindo - o Facebook foi alvo de um litígio no início deste mês com o objetivo de desfazer a aquisição de rivais menores como Instagram e WhatsApp.

fonte: Android Police via Colorado Attorney General e Washington Post


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google