terça-feira, 29 de setembro de 2020

A imposição da Google para as compras dentro de aplicativos começa no próximo ano

A grande repressão da Google às compras dentro do aplicativo começará no próximo ano. Não serão novas políticas, mas aplicar as existentes de uma forma mais estritas e precisas.


fonte: Android Police

A suposta repressão do Google às compras dentro do aplicativo acaba de ser formalmente anunciada. A empresa está planejando intensificar a aplicação de suas regras existentes sobre compras feitas dentro de aplicativos na Play Store. No entanto, os desenvolvedores não precisam se apressar para acomodar essas mudanças imediatamente; a empresa está concedendo um adiamento de um ano à luz dos eventos atuais antes de começar a fiscalizar as coisas com mais atenção.

Novamente, isso  realmente não é uma mudança na política da Google, a empresa vai simplesmente começar a aplicar suas políticas existentes de forma mais estritas daqui para frente, e uma linguagem refinada expressará essa política de forma mais concisa e correta. Embora a Google conceda isenções no caso de produtos físicos ou conteúdo digital que possam ser consumidos fora do próprio aplicativo, a nova linguagem deve deixar mais clara a natureza precisa dessas isenções. Infelizmente, a Google não incluiu realmente as alterações que espera fazer nas informações que nos forneceu, mas temos que assumir que estará nesta página em breve.

Captura de tela das isenções anteriores da Google, fonte: Android Police


A Google afirma que esta nova aplicação afetará menos de 3% dos desenvolvedores, uma vez que a grande maioria já usa o faturamento no aplicativo da Google para essas compras. Além disso, a empresa está adiando a data em que planeja começar a aplicar suas regras até 30 de setembro de 2021, dando aos desenvolvedores bastante tempo para integrar as mudanças necessárias, especialmente considerando o quão difícil o trabalho pode ser nos dias de hoje.

A Google também está impondo esse requisito em seus próprios aplicativos que aparentemente, nem todos eles usaram o sistema de cobrança dentro do aplicativo correto. Essa mudança é para deixar claro que a Google trata todos os desenvolvedores de forma igual e justa, embora grandes nomes como Spotify e Amazon (via Kindle) tenham desrespeitado essas regras no passado sem punição, e dado que a Google tem um histórico de reprimir ainda mais desenvolvedores independentes menores para infrações menores (ou mesmo inexistentes), vamos considerar essas alegações com um grão de areia.

Em seu anúncio, a Google lembra aos desenvolvedores que eles ainda têm uma escolha quando se trata de distribuição de aplicativos, e usar o modelo de compra no aplicativo da empresa é tecnicamente opcional, já que os desenvolvedores podem usar lojas de aplicativos de terceiros ou até mesmo autodistribuir aplicativos, ao contrário de outros plataformas como iOS. Embora isso ignore uma diferença significativa na viabilidade, já que a Google tem acordos exclusivos com vários fabricantes para distribuir sua própria loja, é tecnicamente verdade.


fonte: Android police via Google

Enviar feedback

Histórico

Salvas

Comunidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google