sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Google afirma que a aquisição do Fitbit está 'completa', mas o Departamento de Justiça dos EUA discorda

O Google afirma que a aquisição do Fitbit está 'completa', mas o Departamento de Justiça dos EUA discorda. Apesar da Gioogle dizer que o período de espera do DoJ expirou sem objeções.

fonte: Android Police

A aquisição do Fitbit pela Google agora está concluída, de acordo com um anúncio feito pela empresa no início da manhã de ontem. Alegando que o negócio sempre foi sobre a experiência em hardware da Fitbit e não sobre os dados do cliente, aq Google diz que amenizou as preocupações regulatórias com uma série de salvaguardas e compromissos. No entanto, não temos certeza se as preocupações dos reguladores australianos foram atendidas, dado o estado em andamento dessa investigação.

A Google garantiu a aprovação da Comissão Europeia em dezembro para o tão esperado acordo de US$ 2,1 bilhões. No entanto, havia algumas condições associadas ao acordo com as quais parecem ter sido abordadas com base no anúncio da Google. Resumindo, a Google precisa manter os dados do usuário do Fitbit separados, onde não podem ser usados para coisas como publicidade, e o acesso de terceiros às APIs da web do Fitbit existentes deve ser mantido. A Google também não pode dar ao Fitbit uma vantagem injusta no mercado de wearable Android ou dar a outras empresas uma desvantagem indireta ao criar novas APIs fechadas, etc.

No papel, isso pareceria encerrar a fusão, que esperávamos para acontecer desde que foi anunciada em novembro de 2019, mas há dois possíveis soluços.

Um deles, a Comissão Australiana de Concorrência e Consumidores levantou suas próprias objeções ao negócio apenas algumas semanas atrás, alegando que sua investigação não estaria completa até 25 de março. Você não precisa ser um relojoeiro para ler o calendário de ontem e ver que 14 de janeiro é um pouco antes disso. Não houve qualquer anúncio público sobre a aquisição do ACCC desde então, então ou o órgão regulador deu aprovação privada ao Google ou o Google decidiu ignorá-lo.

Em segundo lugar, parece que o Google também não obteve a aprovação do Departamento de Justiça dos EUA para a fusão. O procurador-geral adjunto Alex Okuliar nos diz:

"A investigação da Divisão Antitruste sobre a aquisição do Fitbit pelo Google continua em andamento. Embora a Divisão não tenha chegado a uma decisão final sobre se deve prosseguir com uma ação de execução, a Divisão continua a investigar se a aquisição do Fitbit pelo Google pode prejudicar a concorrência e os consumidores nos Estados Unidos. A Divisão continua empenhada em conduzir essa revisão da forma mais completa, eficiente e rápida possível. "

No entanto, um representante do Google afirma que não é o caso e que obteve a aprovação implícita após o término do período de espera:

“Cumprimos a extensa revisão do DOJ nos últimos 14 meses, e o período de espera acordado expirou sem sua objeção. Continuamos em contato com eles e temos o compromisso de responder a quaisquer perguntas adicionais. Estamos confiantes de que este negócio aumentará a concorrência no mercado altamente lotado de vestíveis e assumimos compromissos que planejamos implementar globalmente. "

A aquisição do Fitbit pela Google tem sido objeto de análise desde 2019 e, até agora, o DoJ ainda não declarou publicamente os resultados da investigação. Isso pode ser resultado do escopo geral de suas investigações contra a Google, ou talvez o DoJ de Trump simplesmente não renovou ou estendeu o período de espera, concedendo implicitamente a aprovação da fusão ao não cumprir o prazo anteriormente imposto. Entramos em contato com o Departamento de Justiça dos EUA para obter mais informações e apontamos a discrepância para a Google também; vamos atualizar se ouvirmos mais. Também entramos em contato com o ACCC australiano para obter mais informações.

Recentemente, os vestíveis do Fitbit têm adquirido alguns recursos da Googly, como a integração do Assistente, e a Google vem construindo uma integração mais profunda para os vestíveis também, como com a nova seção de Bem-estar do Assistente. Mesmo antes da fusão ser "completa", tanto a Google quanto o Fitbit vem trabalhando em direção a ela, e os dispositivos vestíveis recentes da empresa foram bem avaliados. Se essa tendência continuar, isso pode significar vestíveis melhores para os consumidores, assim como o mercado global está prestes a explodir.

Entre a Austrália e os Estados Unidos, porém, parece que a Google se precipitou ao anunciar o fim da fusão. Talvez a empresa esteja tentando convencer as agências reguladoras a aprovar prematuramente, embora isso provavelmente não seja uma medida acertada em meio a tantas investigações antitruste.

fonte: Android Police

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google