Postagem em destaque

O Brasil tem um instituto de reabilitação para viciados em internet e celular

Você é viciado em internet e celular? Saiba que você tem um problema chamado de nomofobia. E como tratar? O tratamento pode ser feito no Ins...

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Piadas de congestionamentos

São Paulo é a cidade dos congestionamentos. É muito carro e muitas vias que não consegue suportar tanto fluxo. E o pessoa alinda reclama do nosso querido prefeito porque ele dá prioridade aos transportes coletivos e ao cidadão comum.

Por que o site da Microsoft está sempre congestionado?
Porque os técnicos estão ocupados consertando bugs.

Um homem dirigindo no congestionamento, pára e repentinamente alguém bate no vidro do carro dele. Ele abaixa o vidro e
pergunta o que o outro homem quer. O outro homem diz:
- O Presidente Lula foi sequestrado e o resgate é $50 milhões de dólares. Se o resgate não for pago, o sequestrador irá jogar
gasolina e atear fogo nele. Nós estamos arrecadando contribuições. Tu gostarias de participar?
O homem no carro pergunta:
- Na média quanto o pessoal está doando?
O outro homem responde:
- Em torno de 5 a 10 litros.

Certo dia havia, no meio da rua, uma pedra ENORME que simplesmente impedia as pessoas passarem. Não agüentando a demora e a fila grande de gente que ficava presa no congestionamento, um grupinho de homens tentaram arrastar a pedra para o acostamento. E nada! A pedra simplesmente não mexia. Vieram mais homens, estes se juntaram aos primeiros, e nada acontecia.
Uma carreta tentou amarrar uma corda a pedra e puxá-la, mas também não adiantou. Um ônibus tentou arrastar a pedra, e... mesmo assim a pedra não podia ser movida. E o pessoal começava a se desesperar... Até que chegou uma mulherzinha meio enrugadinha, dobrada e velha, com mãos frágeis, mas com uma unha comprida no dedo indicador da mão direita. Ela, vendo a turma desesperada e bloqueada pela pedrona, dirigiu-se a rocha, e, colocando o seu dedo embaixo da pedra, calmamente e sem nenhum esforço a levantou, jogando-a para a beira da rua. E o povo assistiu a tudo, boquiabertos.
Moral da história? A UNHÃO FAZ A FORÇA.

O valentão chegou lá no bar e foi falando pra todo mundo:
- Vocês são todos uns filhos da puta!
Foi chutando tudo qualquer mesa, mexendo com todo mundo. Até que viu, um homem lá no canto triste olhando para o copo. O valentão foi lá, tomou a bebida dele e falou assim pra ele:
- E você seu viado, não vai falar nada?
E o homem:
- Você quer que eu fale um pouco do meu dia? Então eu falo. Acordei atrasado, saí correndo no carro e teve um congestionamento. Quando acabou o congestionamento, meu carro quebrou! Cheguei duas horas atrasado no serviço e o chefe me despediu. Quando eu voltei a pé um gay me cantou. Fui atropelado pelo caminhão, e o idiota vai embora e me deixa lá. Eu tive que ir sozinho pro hospital, o médico me opera errado e agora fiquei aleijado. O preço era muito alto e tive que gastar toda a minha economia das dívidas pra pagar! Chego em casa,e vejo minha mulher na cama com outro e ela me apresenta como ex-marido. Depois me pede divórcio e me cobra a maior pensão, pra viver com aquele filho da mãe! Depois eu sou expulso da minha casa. E agora que vim aqui no bar tentando me suicidar com esse copo de veneno, e vem um desgraçado como você e toma a minha bebida!

Um sujeito está preso num congestionamento monstro há mais de meia hora. De repente ele vê um garoto sobre um skate passando entre os carros. Ele pergunta para o garoto:
- Hei, garoto, o que é que aconteceu lá na frente?
- É um advogado maluco - responde o garoto - Ele está deitado no meio da avenida, jogou gasolina nele e está ameaçando atear fogo. Nós estamos fazendo uma vaquinha para ele. O senhor gostaria de contribuir?
- Quanto vocês já arrecadaram até agora? - Pergunta o sujeito.
O garoto responde:
- Até agora, umas 30 caixinhas de fósforo e quinze isqueiros!

O Céu estava ficando muito congestionado, então Deus decidiu modificar as normas para ingresso nos portões celestiais. A nova lei consistia no seguinte: para ser admitido no Céu, o dia da sua morte deveria ter sido um dia realmente terrível. A lei entraria em vigor à meia-noite do dia seguinte.
Sendo assim, à meia-noite e 1 minuto do dia seguinte chega a primeira pessoa nos portões do Céu. O anjo encarregado do portão, lembrando-se da nova lei, prontamente perguntou ao homem:
- Antes de você entrar, eu preciso que me conte como foi o dia em que você morreu.
-Sem problemas", disse o homem. - Há algum tempo eu vinha desconfiado que minha mulher estava tendo um caso. Eu acreditava que todos os dias na hora do almoço ela trazia o amante pro nosso apartamento que ficava no 25º andar de um prédio e me traía com ele.Então ontem eu estava indo pra casa pra pegá-los. Bem, cheguei lá e entrei rapidamente, começando a procurar o tal rapaz. Minha esposa estava semi-nua e gritando comigo enquanto eu dava uma busca por todo o apartamento.Mas não conseguia encontrá-lo de jeito nenhum! Quando eu estava quase para desistir, olhei para a sacada do apartamento e percebi que havia uns dedos dependurados lá. O descarado do cara achava que poderia se esconder de mim! Então, eu corri lá pra sacada e bati nos seus dedos até que ele largou e caiu lá de cima.Mas você não pode imaginar sua sorte, pois ele caiu em cima de alguns galhos que amorteceram sua queda e não morreu. Num acesso de raiva eu entrei no apartamento e peguei a coisa mais pesada que tivesse pra jogar em cima dele.Desliguei a geladeira da tomada e com raiva a atirei lá do 25º andar bem em cima dele. A emoção do momento foi tão grande que em seguida eu tive um ataque do coração e morri quase que instantaneamente.
O anjo sentou e pensou por alguns instantes. Tecnicamente o rapaz teve realmente um péssimo dia e o crime dele foi passional, então disse:
-OK, senhor. Benvindo ao Reino dos Céus! - E deixou-o entrar.
Poucos segundos depois chegou o próximo da fila. - Ok, eis as regras:
Antes de deixá-lo entrar, preciso ouvir a respeito do dia de sua morte.
- Claro. Respondeu o homem. - Eu estava na sacada do meu apartamento no 26º andar fazendo meus exercícios diários quando escorreguei e caí pela sacada! Por sorte, no entanto, eu fui capaz de me segurar na sacada exatamente abaixo da minha.Qual não foi a minha surpresa quando apareceu um homem maluco que ficou batendo nos meus dedos até que eu soltasse e obviamente caísse lá de cima.Eu caí em cima de algumas árvores e galhos que amorteceram minha queda, de modo que eu não morri de imediato. Quando eu estava lá, de rosto pra cima, incapaz de me mover e gemendo de dor eu vi o homem empurrar uma geladeira pela sacada. Ela caiu exatamente em cima de mim e me matou.
O anjo, quieto e rindo pra si mesmo enquanto o homem terminava sua história, pensou e disse:
- Muito bem, Benvindo ao Reino dos Céus! - e deixou o homem entrar.
Poucos segundos depois o terceiro homem da fila chega ao portão.
- Conte-me como foi o dia em que você morreu.
- Tá legal, mas você não vai acreditar : Eu estava pelado dentro de uma geladeira ...

Alguns documentos Ultra Secretos do Serviço de Investigação da Polícia Federal revelados recentemente afirmam que Osama Bin Laden deu ordens aos seus homens para organizar um atentado aéreo no Brasil. Devido ao profundo ódio por festas monumentais (símbolo da globalização da alegria), a cidade escolhida foi o Rio de Janeiro por causa do Carnaval e, mais precisamente, o Cristo Redentor (símbolo maior da religião dos infiéis!!!)
Assim, os dois melhores terroristas kamikazes viajaram para o Brasil. Os dois chegaram ao Rio de Janeiro determinados a impor o castigo de Allah aos infiéis tupiniquins. A missão, felizmente, não teve sucesso, conforme os registros da Polícia Federal enviados ao FHC, ao Bush e ao Papa.
Eis a história:
Domingo 21:47hs:
Chegam ao Aeroporto Internacional do Galeão, vindos da Turquia. Suas malas são extraviadas e depois de mais de oito horas de peregrinação por diversos guichês conseguem sair do aeroporto após serem aconselhados pelos funcionários da Varig a voltar no dia seguinte, pois assim, talvez, tenham mais sorte...
Pegam um táxi na saída do aeroporto. O taxista percebe que são estrangeiros e leva uma hora e meia dando voltas com eles pela cidade para abandoná-los em um lugar ermo da Baixada Fluminense, tendo parado no caminho para que dois cúmplices os assaltem, batam neles e lhes roubem os dólares.
Segunda-feira 04:30hs:
Graças ao treinamento de guerrilha que receberam nas cavernas do Afeganistão e nos campos minados da Somália, os dois terroristas conseguem chegar a um hotel. Decidem alugar um carro na Hertz em Copacabana e se dirigem ao aeroporto para seqüestrar um avião para jogá-lo bem no meio dos braços abertos do Cristo Redentor.
Pegam um congestionamento monstro por causa de uma manifestação de estudantes e professores em greve e ficam horas parados, além de terem seus relógios roubados em um arrastão no meio do congestionamento.
Segunda-feira 12:30hs:
Decidem parar no centro da cidade e procuram uma casa de câmbio para trocar o pouco que sobrou de dólares e recebem notas de R$ 100 falsas, dessas que são feitas
grosseiramente a partir de notas de R$ 1.
Segunda-feira 15:45hs:
Chegam por fim ao aeroporto do Galeão com a firme intenção de seqüestrar um avião. Os pilotos da VARIG estão em greve por mais salário e menos horas, e os controladores de vôo também estão em greve, querem equiparação com os pilotos. O único avião disponível na pista é um da Transbrasil, que havia sido fretado para a Soletur, mas sem combustível. Os empregados e os passageiros estão acampados na sala de espera e nos corredores do aeroporto tocando pagode e gritando slogans contra o governo, os pilotos e o Roberto Marinho. A polícia de choque chega batendo em todos, inclusive nos terroristas.
Segunda-feira 19:05hs:
Finalmente a calma reina e os dois filhos de Allah, ensangüentados, se dirigem ao balcão da Transbrasil para comprar as passagens. Mas o funcionário que lhes vende os bilhetes omite a informação de que os vôos da companhia estão suspensos por tempo indeterminado.
Segunda-feira 22:07hs:
Os terroristas discutem entre si, na dúvida se destruir o Rio de Janeiro, no fim das contas, é um ato terrorista ou uma obra de caridade.
Segunda-feira 23:30hs:
Mortos de fome, decidem comer alguma coisa no restaurante do aeroporto, pedem um sanduíche de churrasco com queijo e uma limonada.
Terça-feira 04:35hs:
Se recuperam de uma intoxicação alimentar de proporções eqüinas, devido à carne estragada do sanduíche, no hospital Miguel Couto, depois de terem esperado horas para que o socorro chegasse e serem atendidos por uma enfermeira gorda, feia e mal humorada.
Seria questão de dois dias, se não fosse pela cólera devida à limonada feita com água contaminada.
Domingo 17:20hs:
Saem do hospital e chegam próximos ao estádio do Maracanã. O Flamengo acabara de perder em casa para o Bangu, por 6x0. A torcida do Flamengo, confunde os terroristas com integrantes da torcida adversária e aplicam-lhes uma surra sem precedentes. O chefe da torcida é um tal de Pé de Mesa que abusa sexualmente deles.
Domingo 19:45hs:
Finalmente são deixados em paz, com dores terríveis pelo corpo e em algumas partes em particular - e vendo uma barraca de venda de bebida decidem se embriagar (uma vez na vida, mesmo que seja pecado!).
Tomam cachaça adulterada com metanol e voltam ao Miguel Couto. Os médicos também diagnosticam gonorréia (Pé de Mesa não perdoa!).
Terça-feira 23:42hs:
Os dois terroristas fogem do Brasil em um barco que roubam na Baía de Guanabara. Juram por Allah que não vão fazer atentados contra o Brasil, que preferem os Estados Unidos, onde as conseqüências são menores...
Ufa, que sorte!

via Chez Popi




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google