terça-feira, 15 de outubro de 2019

Novidades no Google Maps: Orientação por voz para rotas a pé

No Dia Mundial da Visão, a Google implementou no Maps o recurso de orientação por voz detalhada para rotas a pé. Um recurso necessário para as pessoas que possuem deficiência visual.

fonte: Android Police
Para a Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira, o dia 10 de outubro é considerado o Dia Mundial da Visão, um momento para pensar em como podemos prevenir as doenças visuais que possam ser evitadas ​​e reduzir os impactos externos para pessoas que vivem com deficiência visual ou cegueira. A navegação em lugares desconhecidos continua sendo um dos maiores desafios para essas pessoas e a equipe do Google Maps decidiu aproveitar a oportunidade para implementar orientações por voz detalhadas para rotas a pé.

Esta orientação está sendo lançada em inglês para os Estados Unidos e em japonês para o Japão. Os usuários podem acessar as configurações no aplicativo Google Maps para Android ou iOS, selecionar "Configurações de navegação" e ativar uma opção chamada "Orientação por voz detalhada", que pode ser encontrada no cabeçalho "Opções de caminhada".


Como o modo é demonstrado no vídeo, a voz fornece detalhes específicos sobre a distância que você precisará percorrer para alcançar determinados pontos de referência e alertará você sobre obstáculos, como se uma faixa de pedestres atravessa um cruzamento particularmente grande. Se você parar no meio da caminhada, a voz dirá se você ainda está indo na direção correta e lembrará a que distância está sua próxima curva. Se você seguir na direção errada, a voz fornecerá orientações redirecionadas.

Wakana Sugiyama, analista de negócios da Google, escreve em um post para o blog The Keyword da empresa que este é o primeiro recurso criado por e para pessoas com deficiência visual. Ela diz que isso permite que pessoas como ela vivam novos lugares sem ter que contar com um amigo para acompanhá-los. E o melhor de tudo é que você não precisa ser cego para encontrar úteis instruções passo a passo aprimoradas em locais úteis e incomuns!

Em breve, a orientação por voz detalhada estará disponível em mais países.

fonte: Android Police via Google (The Keyword)

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Novidades no Google Duo: Visualização de contatos antes de chamá-los e muito mais...

A nova versão do Google Duo apresenta algumas novidades, entre elas, ver quais contatos estão frequentemente no Duo antes de chamá-los.

fonte: Android Police
Imediatamente após a implementação de um modo escuro com a v63, uma nova versão do Google Duo está sendo lançada agora com algumas pequenas alterações. A principal delas é a capacidade de ver quais contatos estão mais ativos na plataforma antes de chamá-los ou enviar uma mensagem.

Ao rolar pela lista de contatos no Duo, você verá novos marcadores ao lado das pessoas que usam o serviço com a seguinte declaração: "No Duo frequentemente (On Duo often)". Isso deve ajudá-lo a descobrir quem provavelmente atenderá a sua ligação ou responderá à sua mensagem e quem ficará surpreso ao ver seu rosto aparecer na tela ou não saber com o que o aplicativo deve começar.

Outra pequena mudança está afetando a tela de contato. Você notará uma etiqueta "Chamando como (Calling as)[número de telefone]" na parte inferior, lembrando que seu número de telefone estará visível para qualquer pessoa que você alcançar. Também pode ser útil se você tiver um dispositivo com dois cartões SIM e se esqueceu do número usado para ativar o Duo.

Esquerda: a etiqueta "Frequentemente no Duo" fica ao lado de contatos. Direita: lembrete "Chamando como" na tela de contato, fonte: Android Police
Por fim, o aplicativo também está adicionando uma nova seção em seu menu: "Privacidade para chamadas (Privacy for calls)". Ele direciona para esta página de suporte e ajuda usuários novos e antigos a lembrar que todas as chamadas do Duo são criptografadas de ponta a ponta.

Novo menu "Privacidade para chamadas", fonte: Android Police
Essas três alterações estão aparecendo para os usuários na v64 do Google Duo, embora pareçam estar ativadas com um switch do lado do servidor após a atualização.

fonte: Android Police

Spluts e ratos (tiras nostálgicas)

Mais tiras nostálgicas! Um velho conhecido do Garfield retorna em grande estilo, e pra finalizar, os ratos! As tiras abaixo foram publicadas em 1987, de 12/10/87 a 18/10/87. Divirta-se!

domingo, 13 de outubro de 2019

Como silenciar as guias individuais no Chrome

Quem não tem um péssimo hábito de reproduzir vários vídeos ao mesmo tempo nas guias do Chrome? Às vezes, é útil saber como silenciar cada guia do navegador individualmente. Aprenda como silenciar as guias individuais no Chrome.

fonte: The Next Web
Apesar do Chrome já possuir um recurso para silenciar, o Mute Site, há uma falha: só silencia sites e não as guias, isso significa que quando você silencia um site, ele ficará silenciado em todas as suas guias. Esse recurso pode ser útil em alguns casos, mas é um pouco irritante se você deseja diminuir o volume seletivamente. Felizmente, há uma solução fácil. Conheça a extensão Mute Tab.

O Mute Tab funciona da mesma forma que o recurso "Mute site" incorporado do Chrome, com a única exceção de que ele silencia guias, não sites. Dessa forma, você pode abrir o YouTube em duas guias separadas, mas ter apenas uma desativada.

Tudo que você precisa fazer é instalar a extensão e clicar no ícone Tab Mute Tab à direita da barra de URL. Você verá um ícone "mute (mudo)" na guia que desativou. Para ativar o som da guia, basta clicar no ícone novamente.

fonte: The Next Web
Outra solução, é claro, é usar a interface do usuário do controle de volume e silenciar o volume manualmente. Se você silenciar principalmente as guias do YouTube, o próximo vídeo que você reproduzir começará silenciado. Se isso soa como você, vá para a extensão Mute Tab, é simples, não invasiva e faz o trabalho.

Você pode baixá-lo na Chrome Web Store clicando aqui.

fonte: The Next Web

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Como desativar totalmente o rastreamento de localização do Google no seu smartphone

Aprenda nesta postagem como desativar o rastreamento de localização do Google no seu smartphone e impedir tais coletas de dados pela empresa.

fonte: Android Police
Com novas violações de dados ou escândalos técnicos aparecendo a cada duas semanas, é fácil ficar desiludido com o manuseio indiferente dos dados dos usuários pelas empresas de tecnologia. Em algum momento, fica um pouco estranho quando uma empresa multibilionária sabe mais sobre o seu paradeiro do que aquela pessoa íntima de você. E, como coletor de dados em chefe e cartógrafo não oficial da Terra, a Google sabe mais sobre a sua localização. Felizmente, o processo de impedir o rastreamento de localização em seus dispositivos é mais fácil do que você se  pensa, embora seja desajeitado e pouco intuitivo (talvez fosse da maneira que a Google pretendia).

Antes de prosseguirmos: O que estaremos realmente desligando?

Primeiro, quando você estiver conectado a várias contas da Google, precisará alternar entre cada usuário e desativar o rastreamento individualmente, pois as configurações se aplicam apenas por conta. Mais importante, quando você desativa o "Histórico de Localização",  não significa que a Google parou de rastrear sua localização por completo. Você precisa desativar outra opção chamada "Atividades na Web e de apps".

Nas próprias palavras da Google, é isso que o "Histórico de Localização" armazena:
(Ele) Salva para onde você vai com seus dispositivos, mesmo quando você não está usando um serviço específico da empresa, para fornecer mapas personalizados, recomendações com base nos lugares que você visitou e muito mais.
E é isso que a "Atividades na Web e de apps" armazena:
(Ele) Salva sua atividade nos sites e aplicativos da Google, incluindo informações associadas, como local, para fornecer pesquisas mais rápidas, melhores recomendações e experiências mais personalizadas no Google Maps, Pesquisa e outros serviços da empresa.
Em resumo, o "Histórico de Localização" armazena todos os dados de localização registrados automaticamente pelos aplicativos da Google (como o Google Maps, que armazena uma linha do tempo de todos os lugares que você visitou).

A "Atividades na Web e de apps", por outro lado, registra seu local sempre que uma consulta é inserida manualmente na Pesquisa, no YouTube ou em outros locais para fornecer resultados localizados. Tricky, nós sabemos. Portanto, se você deseja impedir que a Google o rastreie por completo, desative as duas opções.

Desativar o rastreamento de localização do Google em dispositivos Android

Etapa 1: abra Configurações no seu telefone e toque em Google.

fonte: Android Police
Etapa 2: selecione Gerenciar sua conta do Google.

fonte: Android Police
Etapa 3: selecione a guia Dados e personalização no painel da conta.

fonte: Android Police
Etapa 4: Agora role para baixo até encontrar Controles de atividade. Aqui você encontrará as duas opções que precisam ser desativadas: "Atividades na Web e de apps" e "Histórico de localização". Apenas alterne os dois para a posição desligado.

fonte: Android Police
fonte: Android Police
Quando você desativa a "Atividades na Web e de apps" ou o "Histórico de localização", o aplicativo pergunta se você deseja pausá-los. Saiba apenas que é a maneira da Google informar aos usuários que a ação não é permanente e que você pode reativar o rastreamento a qualquer momento.

fonte: Android Police
Se você for paranóico, pode também desativar o compartilhamento de uso e diagnóstico. Embora a Google garanta aos usuários que a localização não faz parte dos dados coletados para o diagnóstico.

Desativar o rastreamento de localização do Google na Web

Para que isso funcione, é necessário primeiro fazer login na sua conta da Google no seu navegador.

Etapa 1: clique no seu avatar do Google no canto superior direito da página do mecanismo de pesquisa.

fonte: Android Police
Etapa 2: passe o mouse sobre o botão Conta do Google e clique nele. Isso o levará a um painel da conta, onde você poderá gerenciar todas as configurações relacionadas à sua conta.

fonte: Android Police
Etapa 3: selecione a guia "Dados e personalização" e role para baixo até ver "Controles de atividade".

fonte: Android Police
Etapa 4: aqui, você vê as opções para desativar a "Atividade na Web e de apps e a "Atividade no local", que vai impedir a Google de rastrear sua atividade no local.

fonte: Android Police
Desativar a marcação de local no aplicativo da câmera

Se você usa o Google Fotos para fazer backup de fotos e vídeos, ele carrega os arquivos armazenados diretamente na pasta da câmera do seu dispositivo. Geralmente, a maioria dos aplicativos de câmera adota uma abordagem de inclusão para marcar dados de localização em fotos. Se a marcação geográfica estiver ativada no aplicativo Câmera, o Google Fotos fará o upload automaticamente como parte dos dados EXIF ​​do arquivo. Atualmente, não há preferência no aplicativo Fotos para fazer upload de fotos sem marcar sua localização. Portanto, você precisará desativar a marcação geográfica diretamente do aplicativo Câmera para impedir que a Google armazene sua localização.

fonte: Android Police
Mas deve-se observar que o aplicativo Fotos ainda pode usar o aprendizado de máquina para identificar e marcar automaticamente locais ou pontos de referência populares. Embora não haja uma opção dedicada para desativar essas sugestões, você pode removê-las manualmente depois que identificar um local.

Desativar o rastreamento de localização do Google no iOS (iPhone/iPad)

Vamos apenas dizer que a Apple e a Google têm diferentes declarações de missão quando se trata de como eles fazem seu moola. Devido à natureza mais fechada do iOS, geralmente é mais difícil para os aplicativos acessar e registrar dados do usuário (mesmo que isso não tenha impedido a tentativa). A Apple também usa indicadores visuais para mostrar quando os aplicativos acessam continuamente a localização em segundo plano.

fonte: Android Police
Apesar disso, a melhor maneira de interromper o rastreamento de localização da Google seria fazê-lo em um navegador ou no aplicativo de pesquisa no seu dispositivo, conforme documentado nas etapas acima. Você também pode fazer isso da mesma maneira que faria no Android usando o aplicativo oficial do Google para iOS.

Conclusão

Embora a desativação do "Histórico de localização" impeça a Google de rastrear sua localização, ela não excluirá sua atividade anterior. A empresa pode fazer muito no iOS para tornar essas opções apresentáveis e fáceis de encontrar. O Android, por outro lado, poderia usar um botão de privacidade dedicado diretamente no aplicativo Configurações. Mas esse é um assunto que poderá render outro artigo em breve.

fonte: Android Police

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Digital Wellbeing será obrigatório para todos os dispositivos Android

A Google agora vai exigir o Digital Wellbeing, ou o Bem Estar Social para todos os dispositivos Android daqui para frente, de acordo com um documento vazado pela empresa.

Adicionar legenda
O vício em smartphones, assim como o vício em nicotina, é real e tem várias consequências negativas, tais como afetar adversamente sua vida social, sua capacidade de trabalhar ou estudar e até mesmo mexer com o funcionamento de seu cérebro. Em resposta, algumas empresas criaram aplicativos para ajudá-lo a encontrar um bom equilíbrio, como o Digital Wellbeing da Google. A partir de 3 de setembro de 2019, o Digital Wellbeing não será mais um recurso opcional do smartphone, mas um requisito obrigatório para todos os fabricantes de Android implementarem em seus dispositivos.

O Digital Wellbeing estreou no verão de 2018 e foi inicialmente limitado aos dispositivos Pixel antes de se espalhar para outros smartphones. O objetivo é ajudá-lo a gastar menos tempo no seu dispositivo, calculando o tempo gasto em cada aplicativo, permitindo definir limites diários em alguns aplicativos e tornando o telefone mais lento para usar à noite, alternando tudo para tons de cinza, entre outras coisas.

Os desenvolvedores do XDA se apossaram de um documento vazado do Google Mobile Services (GMS) datado de 3 de setembro de 2019, que estabelece as regras a serem seguidas por todos os fabricantes de dispositivos que desejam pré-carregar o conjunto de aplicativos e serviços da Google em seus dispositivos. Os requisitos são muito específicos: qualquer produto novo e existente que seja lançado com o Android 9 ou 10 ou seja atualizado para o Android 9 ou 10 após 3 de setembro deve ter uma solução de bem-estar digital com controle dos pais. Além disso, o recurso deve ser destacado por estar localizado no nível superior do aplicativo de configurações. O Google oferece aos fabricantes de dispositivos alguma flexibilidade, permitindo que eles integrem seu próprio aplicativo Digital Wellbeing ou implementem sua solução personalizada.


Com o bem-estar digital em breve se tornando muito mais predominante em nossos dispositivos, esperamos aumentar a nossa conscientização sobre o vício em telas e ajudar alguns de nós a recuperar nossa liberdade das inúmeras telas que lutam por nossa atenção.

fonte: Android Police via XDA

Novidades no Google Fotos: O recurso Colorize

Um recurso prometido há muito tempo no Google Fotos aparece nas versões beta do aplicativo. Estamos falando do Colorize, anunciado pela Google em 2018. Ele ainda não está disponível para o público.


fonte: Android Police
Durante a E/S 2018, a Google mostrou ao público um recurso do aplicativo Fotos, chamado Colorize, que podia colorir fotos antigas em preto e branco, fazendo com que parecessem ter sido tiradas com uma câmera colorida real. Um ano se passou e nenhuma novidade surgiu sobre esse recurso, exceto por uma promessa da empresa de que o beta seria lançado "em breve". Cinco meses depois, uma versão funcional do Colorize finalmente foi descoberta na versão beta, com a atualização mais recente do Google Fotos 4.26.

Como muitos recursos do aplicativo Fotos, como ações sugeridas, memórias selecionadas e até algo tão simples quanto cortar imagens, o Colorize depende muito da capacidade de inteligência artificial da Google para identificar elementos em uma imagem monocromática e aplicar os tons apropriados de cor para criar um retoque. foto policromada.


Da esquerda para a direita: original, preto e branco, recolorida com Colorize, fonte: Android Police
Os primeiros exemplos de Colorize em ação mostram um tema abrangente entre as fotos: a maioria das versões recoloridas parece desaturada e talvez um pouco "nebulosa", um efeito colateral comum da coloração artificial. Mesmo depois de anos de desenvolvimento e treinamento de IA, a Google claramente ainda está aprendendo a discar a saturação adequada das imagens ajustadas, o que é apropriado, dado o status "beta" do Colorize.

Apesar de suas deficiências, esses primeiros exemplos ainda são impressionantes. Em cada imagem, o Colorize identificou corretamente os elementos comuns do dia a dia, como céu, água e árvores, e adicionou um tom preciso de pigmento a cada um. Nenhuma tonalidade em particular parecia irrealista ou deslocada, colocando as fotos ajustadas em pé de igualdade com as contrapartes originais.

Esse recurso ainda não está disponível ao público, mas o 9to5Google conseguiu acessá-lo por meio da versão do Google Fotos 4.26. Com certeza irá chegar logo aos usuários.

fonte: Android Police via 9to5Google

terça-feira, 8 de outubro de 2019

A Google celebra o Halloween com um cemitério de seus produtos mortos

Um cemitério de produtos antigos e mortos da Google apareceu no campus de Seattle. Se a intenção era provocar arrepios de medo nos espectadores, uma coisa é certa, para muitos vai provocar provavelmente certa nostalgia e tristeza, e com certeza raiva.

Adicionar legenda
Em uma celebração sombria, há logotipos de produtos do Google gravados em uma coleção de lápides em frente ao lobby principal do campus de Seattle, Fremont, e tudo gira em torno do Google Plus. O Google Wave, o Reader, o Buzz, o Orkut e o Picasa deveriam ser incorporados à rede social do Google, mas todos sabemos como as coisas acabaram. Somente o Picasa sobreviveu como Google Fotos de certa forma. Entre todos os serviços mortos, a morte do Reader provavelmente ainda deixa o gosto mais azedo para muitos, pois ainda é considerada a mais-valia dos serviços de feeds RSS.


"Não tem certeza se é assustador ou apenas triste?"

Muitos sentem a falta do Inbox by Gmail, mas ele não está incluído no cemitério de Seattle. Embora a empresa tenha introduzido alguns de seus recursos no Gmail,muitos adorariam ver uma substituição dos rótulos automatizados e da organização primitiva fornecida pelo Inbox. E já que estamos falando de serviços que faltam no cemitério de Seattle, acesse o site do cemitério do Google, criado por fãs, que coletou um total de 163 lápides digitais para todos os produtos que o Google matou ao longo de seus 21 anos de existência.

fonte: Android Police via Dana Fried


segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Balanças e plantas (tiras nostálgicas)

Mais tiras nostálgicas! A balança é divertida e depressiva dependendo da situação e as plantas foram feitas para o Garfield comer... ou o contrário! As tiras abaixo foram publicadas em 1987, de 05/09/87 a 11/10/87. Divirta-se!

domingo, 6 de outubro de 2019

Como liberar espaço facilmente em seu smartphone usando o Google Fotos

Aprenda nesta postagem como liberar espaço em seu smartphone tanto no Android como no iOS usando o Google Fotos!

fonte: The Next Web
O Google Fotos, disponível no Android e no iOS, faz o backup automático de fotos e vídeos de 15 GB gratuitamente, No iCloud, a capácidade é de apenas 5GB, logo, usar o aplicativo da Google também no iPhone é algo necessário. Caso o usuário precise de mais memória, as assinaturas começam com apenas R$6,99/mês por 100 GB .

Após o upload, você pode excluí-las facilmente do seu dispositivo. Abaixo, tudo o que você precisa para começar:
  • Se você usa Android, o Google Fotos já está instalado por padrão, caso use o iOS, acesse a app store e faça o download do aplicativo.
  • Após o download, você será solicitado a fazer login na sua conta do Gmail ou a criar uma conta que é o e-mail para o qual todas as suas fotos e vídeos serão copiados.
  • Uma vez logado, a tela Backup e sincronização será exibida. Verifique se essa opção está ativada (você saberá que está ativada quando o botão estiver azul).
Certifique-se de ativar "Backup e sincronização", fonte: The Next Web
  • Você pode decidir se deseja fazer backup de suas fotos e vídeos usando seus dados de celular quando o Wi-Fi estiver indisponível. Você pode optar por esta opção para evitar o upload em segundo plano, que consome seus preciosos dados. Nota: isso também pode ser alterado posteriormente nas configurações.
  • A próxima tela solicita que você confirme seu tamanho de upload preferido. Recomendamos selecionar Alta qualidade, pois as fotos desse tamanho não contam com os 15 GB de armazenamento gratuito que vem com uma conta padrão e não afetam a qualidade original de uma imagem. Quando terminar, toque em Continuar na parte inferior da tela.

Selecione "Alta qualidade" para evitar a perda da qualidade da imagem original, fonte: The Next Web
  • O processo de backup e sincronização será iniciado agora. Esse processo pode demorar mais, dependendo de quantas fotos você está carregando.
  • Após o backup das suas fotos e vídeos, o aplicativo possui três guias, incluindo Assistente, Fotos e Álbuns. Sob as guias Fotos e álbuns, você pode organizar e excluir sua mídia como desejar. A tela Assistente possui alguns atalhos organizacionais que incluem opções para criar álbuns, colagens, animações, filmes e muito mais.
A guia "Fotos", onde todas as suas imagens serão visíveis ao fazer o backup, fonte: The Next Web
  • Você também pode ver suas fotos na área de trabalho. Basta acessar o site do Google Fotos e fazer login na sua conta do Gmail, vinculada ao aplicativo Google Fotos.
  • Depois de garantir que todas as suas fotos e vídeos foram enviados, você poderá excluí-los manualmente do seu dispositivo. Ou o Google Fotos pode excluí-los para você. Vá para o ícone do menu de três linhas no canto superior esquerdo da tela e selecione Liberar espaço. A partir daí, o aplicativo encontrará imagens e vídeos salvos em seu dispositivo local que foram salvos em backup, e você receberá uma notificação solicitando a confirmação da remoção. Basta tocar em Remover e pronto.
Toque na opção "Liberar espaço" encontrada no menu lateral do aplicativo para liberar sua memória iOS ou Android, fonte: The Next Web
Nunca foi tão fácil fazer backup de todas as suas fotos e vídeos de uma só vez, e literalmente também não há desculpa. Com o Google Fotos, você pode ficar tranquilo na próxima vez que seu smartphone der um pau, pois as suas memórias estarão intactas na nuvem.

fonte: The Next Web

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Piadas de palhaços

Coringa estreou nos cinemas! Um dos maiores vilões do Batman! Que filme gente, que filme! Meu medo de palhaços quase me deu um infarto!!!! Curtam as piadas de palhaços!

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Novidades no Google Duo: Novos filtros e efeitos

A Google implementou novos filtros e efeitos em seu aplicativo de videochamada Duo. Prepare-se para passar vergonha se tornando, por exemplo, um gato púrpura!

fonte: Android Police
A Google vem trabalhando na implementação de filtros e efeitos ao vivo para seu aplicativo de videochamadas Duo ao longo dos últimos anos. Vimos alguns deles aparecerem em feriados especiais, como Holi e Dia dos Namorados, mas hojeagora temos finalmente um banco de 13 filtros e efeitos de tarifa padrão para nos fazer vergonha ao conversar com nossos colegas, amigos e entes queridos.

Esses equipamentos virtuais estão incluídos na atualização da v63 para o Duo, lançada recentemente, composta por 7 filtros e 6 efeitos.

Clique em cada imagem para ver os 7 filtros, fonte: Android Police
Os filtros, vistos acima, concentram-se em cores diferentes e adicionam efeitos bokeh definidos por software ao plano de fundo.

Clique em cada imagem para ver os 6 efeitosd, fonte: Android Police
Enquanto isso, os efeitos incluídos variam de quadros animados ao redor do seu rosto a objetos 3D voadores, como corações e texto em segundo plano, com elementos de realidade aumentada, como patas de gato na sua frente e/ou óculos grudados nos olhos.

Esses novos filtros e efeitos podem se acessados abrindo o Duo, deslizando para se preparar para gravar uma mensagem e tocando em "Filtros" ou "Efeitos" no lado direito da tela. Então, comece a gravar sua mensagem. Não há informações sobre quando você poderá ter esses complementos para chamadas ao vivo.

O Duo pode ser atualizado na Play Store ou no APK Mirror.

fonte: Android Police
Google