Postagem em destaque

O Brasil tem um instituto de reabilitação para viciados em internet e celular

Você é viciado em internet e celular? Saiba que você tem um problema chamado de nomofobia. E como tratar? O tratamento pode ser feito no Ins...

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006

Desabafo!!!!!!!!!!!

Antes de tudo, devo dizer que sou um cara mal humorado. Odeio ter que dizer bom dia, boa tarde e outras coisas do gênero. Aliás, às vezes até respondo de uma maneira muito peculiar... algo como ” Só se for pra você”, ou “Vá pro inferno” e coisas assim. Acredito que meu mau humor vem crescendo a medida que os anos passam com o meu trabalho que vem me deixando muito estressado. Lidar com pessoas é muito difícil, ainda mais se eles forem “aborrescentes.”
Uma coisa que não suporto mais é celular. Também por causa do meu trabalho, qualquer barulho proveniente desses aparelhos me irrita. E como conseqüência disso, eu já arranjei confusão dentro de ônibus e no cinema.
Já tive celular, e dou graças ao ladrão que me roubou dentro do ônibus da linha 4111(República-Vila Monumento). Já não mais suportava tal invasão de privacidade, o barulho constante e é claro, as poucas vezes em que eu precisava dele, não tinha linha. Coloquei o nome da linha de ônibus na esperança que o tal ladrão venha a ler esta, e quem sabe, talvez eu até o recompense por essa utilidade pública.
Também odeio pessoas burras e mal informadas. Não tenho paciência para tal. Irrita-me saber que em pleno século 21 certos pensamentos retrógrados e conservadores de 40, 50 anos atrás ainda persistem. Fujo dessas pessoas como o diabo foge da cruz.
Está certo que mulher bonita, gostosa e inteligente é um ideal que NÃO EXISTE, mas ela precisa ter um pouco de “simancol.” Pelo menos saber a hora de falar e não aborrecer com picuinhas irritantes.
Desde 2003, nos finais de ano, lá por volta de outubro, meu nível de paciência está esgotado e para tanto venho me enchendo de calmantes e tranqüilizantes. Mas não estou viciado. Por exemplo, com a chegada das férias, não tomei nada e no momento estou numa boa. Mas a partir da semana que vem... No ano que passou eu já estava esgotado já por volta de abril, e nesse ano só de pensar no que vou encontrar, dá vontade de me encher dessas drogas desde o começo.
O diabo é que nessa minha profissão venho colecionando INIMIGOS no decorrer dos anos e esse crescimento vem sendo exponencial. É gratificante encontrar um ou dois que realmente levou a sério a coisa e vem te cumprimentar e agradecer por tudo. Fico feliz com isso. Eu torço pelo crescimento de todos, mas a maioria deixa muito a desejar. Responsabilidade, respeito e interesse são coisas que poucos possuem, e fico indignado com isso. Essas coisas a gente aprende desde pequeno com nossas famílias e me deixa muito nervoso saber que os pais muitas vezes são incapazes de passar isso, e ao criarem verdadeiros monstros, começam a afetar todos ao redor. Vivemos numa sociedade hipócrita e medíocre. Se as pessoas NÃO TÊM CONDIÇÕES DE SEREM PAIS, ENTÃO NÃO ARRANJEM FILHOS, PORRA!!!!!!!
Em conseqüência disso, tenho que agüentar certas situações e ameaças provenientes de certos desajustados mentais e nada posso fazer até que eles façam algo primeiro, porque senão, se eu atacar primeiro, serei culpado e terei que enfrentar essa tal justiça onde o ECA e outras porcarias de leis são muito fortes.
Portanto, antes de me xingar pelas minhas atitudes, reflitam um pouco sobre a minha profissão e pelo que passo e tentem compreender, ao invés de me taxar de arrogante, cínico ou qualquer outra coisa do gênero. E se realmente não gostam de mim, vão pro inferno e me deixem em paz!

quarta-feira, 18 de janeiro de 2006

Corinna

Corinna, triste e em depressão, sentou a beira do lago que ficava do lado de sua casa, ela não queria estar com ninguém a não ser sua própria angustia de ter tido uma existência nula. Casou-se aos 13 anos, praticamente vendida pelo seu pai a um comerciante da cidade grande, viu sua juventude se esvair na forma de sucessivas gravidezes e de cuidar de um homem já idoso, que a tratava como se fosse uma criada qualquer.
Nasceram 5 filhos, sendo que 2 deles, prematuros, morreram no parto. Sobraram Joanne, James e John. Seu marido não chegou a ver o primeiro aniversário do caçula James, um infarto fulminante acabou com ele. Ainda bem que ele tinha algumas posses, o que contribuiu para que Corinna não fosse jogada na rua da amargura. Com três crianças para criar, ela comeu o pão que o diabo 17/amassou, mas mesmo assim, ela agradecia aos céus por conseguir vencer a tudo e a todos. Mesmo com todos os infortúnios, Corinna era uma pessoa muito religiosa e jurou em vida não pertencer a nenhum outro homem. Ela criou dentro de si uma parede. Para ela Deus a estava provando...
Sua filha Joanne, quando tinha 16 anos, foi violentada e espancada por um grupo de desocupados e com o passar do tempo foi se tornando cada vez mais paranóica e acabou se suicidando, cortando os pulsos.
John, o filho mais velho foi assassinado quando estava no meio de um tiroteio na praça central da cidade. Dizia-se que ele fazia parte da quadrilha que assaltava o comercio local, mas nada tinha sido provado. Dizia-se também que sua irmã tinha sido violentada como parte de uma vingança de uma quadrilha rival.
Mas Corinne sempre agradecia a Deus. Eram provações que ela tinha que passar...
John, o caçula, tocava o comercio deixado por seu pai, e cuidava de sua mãe. Casou-se com uma linda garota da região, Dianne, mas não deu sorte. Ela começou a trair John com um amor de sua infância. Não tardou muito e o pobre rapaz descobriu tudo. Num acesso de fúria assassinou a esposa e seu amante, e no fim, deu um tiro em sua própria cabeça. Para Corinne, Deus continuava com suas provações...
Hoje Corinna está com 48 anos e cansada de viver. Cansou-se das provações... Na beira do lago ela pensa em como as coisas poderiam ter sido diferentes. Poderia ter fugido de casa, ou não ter aceitado o casamento. Ou poderia ter tido outro homem. Mas ela hoje está sozinha e sem ninguém. Financeiramente, ela vivia de uma pensão e de alguns aluguéis deixados por seu falecido marido... mas por dentro, ela estava aos pedaços.
Sentada a beira do lago e encostada numa arvore, ela via o seu olhar se tornar turvo, a paisagem se tornar embaçada, suas pernas e braços não mais responderem aos seus impulsos... Ela estava se despedindo do mundo. Para que viver? Deus ferrou-a a vida inteira, e agora era ela que estava no comando. Alguns comprimidos e ela agora determina seu próprio destino. Não era seu pai, seu marido, seus filhos, Deus, igreja, sociedade, agora é ela e ninguém mais.
(by A. J. Rosário - 16/01/2006)

quarta-feira, 11 de janeiro de 2006

UM POEMA PARA UMA FLOR!

Ela é linda!
O objeto de desejo de todos!
Há certa fascinação que prende a atenção de todos, ela é versátil, ela abre caminhos que você nunca pensou existir. Ela é a sua redenção!
Não importa o design, ela é útil durante o começo, o meio e o fim. Ela lhe trará felicidade e a sensação de poder nunca antes conquistado.
Mas ela tem inimigos que não hesitarão em possuí-la ou extermina-la. Porque ela traz o horror na mente dos mais fracos, a pura e simples menção de seu nome faz tremer até o mais imponente dos seres.
Mesmo assim, ela possui certo charme que não dá para definir em tão poucas palavras.
Ela é uma flor!
Ela tem muita energia para te dar. Um poder sem limites. Você tem que saber conduzi-la no caminho certo, pois assim ela te recompensará. Você será forte, todos te respeitarão por possuir algo tão belo e ao mesmo tempo tão devastador.
Ela é poder!
Ela é vida!
Ela é cativante!
Ela é sombria!
Ela é a BLACK LOTUS! E EU A POSSUIREI UM DIA COM CERTEZA!

sábado, 7 de janeiro de 2006

A inveja é foda!


É duro quando uma pessoa te ataca pela internet... coragem para dizer cara a cara isso ninguém tem. Na verdade, eu tenho pena dessas pessoas, que devem ser mal amadas e/ou fracas de espíritos. Aliás, acredito que as pessoas tem é inveja da condição que cheguei. E olha que tive de lutar muito...
Torço para que essas pessoas cheguem na minha idade muito melhores do que eu estou agora, mas conhecendo-as do jeito que eu as conheço, elas não chegarão a lugar nenhum. Fazer o que, não é? E assim caminha a mediocridade e a hipocrisia!

quarta-feira, 4 de janeiro de 2006

Palavrões e expressões em Inglês


Aprenda a xingar e falar palavrões com Crazyseawolf em inglês e Português





Fuck it = foda-se
Fuck you, fuck off, screw you = vai se foder
I got fucked, I got screwed up = me fodi
Oh shit =que merda
Bullshit = bobagem
Hot shit = legal
Holy shit, holy cow = puta merda
God damned it! = porra
I'll be damned =raios me partam
Big fucking deal = bela merda
Far fucking out = Jóia
Don't give me that crap = não me venha com essa porra
My ass = uma ova
you dope = seu burro
you jerk =sua besta
you punk =seu bosta
you sucker =seu trouxa
you prick =seu desgraçado, filho da puta
you bitch, whore, slut, hocker =sua puta
you fag = sua bicha
you mother fucker =FDP
You're a son of a bitch = você é um/a filho/a da puta
you ass licker, you boot licker, you apple polisher = seu puxa-saco
you dirty, blood (bastard) = seu grandessíssimo FDP
up to your ass =enfia no cú
you are a pain in the ass =vc é um pé no saco
go fly a kite =vá plantar batatas
asshole, butthole = bundão, cusão
to get a hard-on, to have heavy eggs =estar de pau duro
I'm fucking horny = estou com um puta tesão
Feel up = passar a mão
soft petting = sarro leve, passar a mão
heavy petting = sarro pesado com masturbação e sexo oral
to jerk off, to jack off = bater punheta, masturbar-se para homens
Bang the doll =levar para a cama
do it, get laid, get any = transar
to fuck = foder
To do a blow job = chupar um cacete, fazer sexo oral
pussy sucker = chupador de bocetas
cock sucker = chupador de caralhos
To get a piece of ass =conseguir um rabo gostoso
sodomize = fazer sexo anal
she is a good lay = ela é boa de cama
she's a good necking =ela é boa para malhar
freak = tarado
She's got the rags = ela está menstruada
Fag, Faggot, Queer, = bicha
lesbian = lésbica
to rape = estuprar
he's over the hill = ele é brocha
red-light district, whorehouse = zona)
ass =bunda
asshole = cú
Pussy, cunt, beaver = boceta
Prick, dick, arm = pau
cock = caralho
boobs, tits, big brown eyes = o modo que os homens se referem aos seios das mulheres
to piss = mijar, fazer xixi
to go pee-pee = fazer xixi, especialmente para crianças
To pee = fazer xixi
To piss = mijar
to shit, to crap, to take a shit/crap =cagar
to pooh = fazer cocô, especialmente para crianças
to fart = peidar
pusher, dealer = traficante de drogas
smoke pot, grass, marijuana, split a joint = fumar maconha
stoned, high, loaded = alto, chapado, sob efeito de drogas
junky = viciado em drogas
to be hooked on toxics = ser viciado em drogas
I'm pissed off = estou puto da vida


Fonte:Cyberteacher

segunda-feira, 2 de janeiro de 2006

O TEMPO



Imagine que você tenha uma conta corrente e a cada manhã você acorde com um saldo de R$ 86.400,00. Só que não é permitido transferir o saldo do dia para o dia seguinte.
Todas as noites o seu saldo é zerado, mesmo que você não tenha conseguido gastá-lo durante o dia.
O que você faz?
Você irá gastar cada centavo, é claro!
Todos nós somos clientes desse banco de que estamos falando.Chama-se TEMPO.
Todas as manhãs são creditados para cada um 86.400 segundos. Todas as noites o saldo é debitado, como perda.
Não é permitido acumular esse saldo para o dia seguinte.
Todas as manhãs a sua conta é reinicializada, e todas as noites as sobras do dia se evaporam. Não há volta. Você precisa gastar vivendo no presente o seu depósito diário.
Invista, então, no que for melhor; na saúde, felicidade,sucesso! O relógio está correndo. Faça o melhor para o seu dia a dia.
Para você perceber o valor de UM ANO, pergunte a um estudante que repetiu de ano.
Para você perceber o valor de UM MÊS, pergunte para uma mãe que teve o seu bebê prematuramente.
Para você perceber o valor de UMA SEMANA, pergunte a um editor de um jornal semanal.
Para você perceber o valor de UMA HORA, pergunte aos amantes que estão esperando para se encontrar.
Para você perceber o valor de UM MINUTO, pergunte a uma pessoa que perdeu o trem.
Para você perceber o valor de UM SEGUNDO, pergunte a uma pessoa que conseguiu evitar um acidente.
Para você perceber o valor de UM MILISSEGUNDO, pergunte à alguém que ficoucom a medalha de prata em uma olimpíada.
Valorize cada momento que você tem. E valorize mais quando alguém gastar seu tempo junto à você.
Lembre-se, O TEMPO NÃO ESPERA POR NINGUÉM.
Ontem é história.
O amanhã é um mistério.
O hoje é uma dádiva. Por isso, é chamado de PRESENTE !!!
(AUTOR DESCONHECIDO)
Google