sexta-feira, 31 de maio de 2019

Google vai reprimir acesso de aplicativos aos arquivos do Google Drive em nome da privacidade do usuário

O Google vai reprimir o acesso de aplicativos aos arquivos do Google Drive em nome da privacidade do usuário. Ao mesmo tempo é bom mas ruim porque pode afetar alguns serviços de compartilhamento.

fonte: Android Police
No ano passado, a Google começou a reprimir aplicativos e serviços de terceiros que pudessem acessar o Gmail. Novas restrições foram postas em prática para evitar comportamentos indesejados, e alguns aplicativos foram obrigados a passar por avaliações de segurança. A resposta da maioria das pessoas tem sido amplamente positiva, embora tenha havido algumas baixas de aplicativos. Conforme anunciado em um post no blog, o próximo alvo do Google para reprimir comportamentos ruins de terceiros parece ser o Drive.

"Hoje estamos anunciando planos para estender a mesma política ao Google Drive", disse a empresa em um post no blog, "que dará a você mais controle sobre quais dados aplicativos de terceiros podem acessar no Drive. [...] Limitará os apps que usam APIs do Google Drive de acessar conteúdo ou dados no Google Drive. Isso significa que restringiremos o acesso de terceiros a arquivos específicos e verificaremos aplicativos públicos que exigem acesso mais amplo, como serviços de backup."

A empresa diz que essas novas políticas entrarão em vigor "no início do próximo ano". Um dos serviços que poderá ser afetado é o do IFTTT, muito utilizado pelos usuários.

fonte: Android Police via Google

Piadas de gado

Êeeeeh! Oh! Oh! Vida de gado, Povo marcado, Êh! Povo feliz! Nada mais a declarar sobre aqueles que perderam o domingo para apoiar o próprio abate! Curtam piadas de gado!

quinta-feira, 30 de maio de 2019

A GlobalCoin, segunda tentativa do Facebook de uma moeda digital, será lançada em 2020

Desde o ano passado, o Facebook vem trabalhando no desenvolvimento da sua própria criptomoeda, chamada de GlobalCoin, e está sendo relatado que ela poderá ser lançada no próximo ano. O Facebook já consultou o Tesouro dos EUA e o Banco da Inglaterra sobre seus planos…

fonte: 9to5Mac, via Shutterstock
De acordo com o relato da BBC:
O Facebook está planejando criar um sistema de pagamentos digitais em cerca de uma dúzia de países até o primeiro trimestre de 2020.

A gigante das mídias sociais quer começar a testar sua criptomoeda, a qual foi referida internamente como GlobalCoin, até o final deste ano.

Espera-se que o Facebook elabore planos com mais detalhes neste verão, e já falou com o governador do Banco da Inglaterra, Mark Carney.

O fundador Mark Zuckerberg encontrou-se com o Sr. Carney no mês passado para discutir as oportunidades e os riscos envolvidos no lançamento de uma moeda criptografada.

O Facebook também buscou conselhos sobre questões operacionais e regulatórias de autoridades do Tesouro dos EUA.

A empresa também está em conversações com empresas de transferência de dinheiro, incluindo a Western Union, à procura de formas mais baratas e rápidas para pessoas sem uma conta bancária enviarem e receberem dinheiro.

O relatório do ano passado sugeriu que o foco era permitir que os usuários do WhatsApp transferissem dinheiro entre países, enquanto o que a BBC sugere é um projeto mais ambicioso, com o objetivo de fornecer uma moeda para transações on-line, especialmente para aqueles que não têm contas bancárias.

A GlobalCoin se sairá melhor do que os Créditos do Facebook?

Como observa a BBC, a GlobalCoin não será a primeira tentativa do Facebook com uma moeda digital. A rede social criou o Facebook Credits em 2010 como uma forma dos usuários pagarem por bens virtuais. Os créditos nunca ganharam muita tração e o projeto foi abandonado em 2012.

Como o Facebook não tem exatamente a melhor reputação no momento, quando se trata de proteger os dados do usuário, pedir às pessoas que confiem nele com uma moeda virtual pode ser uma grande dúvida. Essa foi uma das questões levantadas pelo comitê do Senado e do Banco Central dos EUA quando escreveu ao CEO Mark Zuckerberg, solicitando uma série de esclarecimentos sobre a proposta.
Que privacidade e proteção ao consumidor os usuários teriam sob o novo sistema de pagamento? Na medida em que o Facebook recebeu informações financeiras do consumidor de uma empresa financeira, o que o Facebook faz com essas informações e como o Facebook protege as informações?
Caso ela decole, no entanto, pode mudar drasticamente a popularidade das criptomoedas.
Garrick Hileman, pesquisador da London School of Economics, disse que o projeto GlobalCoin poderia ser um dos eventos mais significativos da curta história das criptomoedas.

Conservadoramente, ele estimou que cerca de 30 milhões de pessoas usam criptografias hoje. Isso se compara aos 2,4 bilhões de usuários mensais do Facebook.
O Facebook tem como objetivo evitar flutuações selvagens no valor da GlobalCoin, atrelando-a a uma cesta de moedas estabelecidas, como o dólar e o iene, o que pode torná-la uma aposta mais tranqüilizadora do que as moedas criptográficas existentes.

fonte: 9to5Mac

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Novidades no Chrome para Android: Grupo de guias estão ativos

Já faz algum tempo que a equipe do Chrome estava trabalhando em grupos de guias. O recurso apareceu pela primeira vez no Canary na área de trabalho, mas agora chegou ao Android, também no canal do Canary.

Está escondido atrás de um código, e funcionava  mais ou menos, mas recebeu agora uma melhoria.

fonte: Android Police
O código do "Grupos de tags" (encontrado na URL chrome://flags/#enable-tab-groups) permite ativar os grupos. Antes, a única maneira de acioná-los é abrir uma nova guia e tocar e segurar qualquer ícone nos sites recomendados. Você verá a opção "Abrir em nova guia no grupo". Um novo menu inferior apareceria, e é aí que residem as guias pertencentes a esse grupo. Você podia alternar entre eles, abrir uma nova guia e expandir o menu para exibir miniaturas de guias e fechá-las.

Esquerda: abrindo em um novo grupo de abas. Direita: alternar entre as guias de um grupo, fonte: Android Police
O recurso estava inacabado. Quando se acessava o alternador de guias comum, o grupo era representado apenas pela última guia exibida. Não havia uma pilha de cards, por exemplo, para mostrar que este é um grupo e ficar muito confuso. Mas algumas melhorias apareceram...

Com a versão mais recente do Chrome Canary v75.0.3748 (APK Mirror), os grupos de guias receberam alguns aprimoramentos. Primeiro, há um novo botão para criar um grupo no layout da guia de grade. Então, em vez de ter que passar por um link na home page para fazer isso, agora você pode iniciar facilmente um grupo a partir do switcher. Em segundo lugar, um grupo de guias é representado por uma grade de mini miniaturas e o número de guias internas é claro.

À esquerda: crie um grupo no alternador de guias. À direita: os grupos de guias mostram miniaturas de miniaturas agora, fonte: Android Police
Você pode deslizar qualquer uma das guias ou grupos para fora (da esquerda para a direita) no alternador. Esse recurso estava ausente quando o layout da grade foi introduzido. Tocar no pequeno botão de fechamento foi certamente mais irritante do que um simples toque.

Assim como o layout da guia de grade, esse novo recurso de agrupamento de guias foi transferido de Canary para Dev, Beta e está sendo exibido para alguns usuários no Chrome Stable v74. Se você não tem, mas ainda gostaria de experimentá-lo, o código também está disponível para que você possa ativá-lo manualmente.

Agora um novo código apareceu no Chrome (atualmente no Dev v76 e no Canary v76, mas não no Beta v75 ou Stable v74) para melhorias na interface do usuário do grupo de guias. Ele pode ser ativado em chrome://flags/#enable-tab-groups-ui-improvements. Reinicie o seu navegador duas vezes, e você notará uma mudança bem-vinda na maneira como os grupos de guias são manipulados. Ao tocar em um grupo a partir do alternador de guias, você agora obtém um grande pop-up com miniaturas de todas as guias incluídas, permitindo escolher para qual delas ir imediatamente. Se o código estiver definido como padrão ou desativado, tocar no grupo abrirá a última guia visualizada, sem dar a você a opção de antemão.

À esquerda: melhorias do código na interface do usuário de grupos de guias. Direita: Pop-up para escolher em qual guia ir em um grupo, fonte: Android Police

fonte: Android Police

Novidades no Google Maps: Alertas de câmera e indicação do limite de velocidade

Os novos recursos do Google Maps, tais como alertas de câmera de velocidade e indicação de limite de velocidade estão se expandindo para mais países, entre eles o Brasil!

fonte: Android Police
Quando o Google comprou o Waze em 2013, muitas pessoas esperavam que alguns dos principais recursos do aplicativo entrassem no Maps. Embora a empresa tenha declarado que ambas as equipes de desenvolvimento permaneceriam separadas, começamos a ver alguns meses depois, já que os relatórios de incidentes e tráfego da empresa israelense estavam disponíveis para os usuários do Google Maps. Muitos de nós também queriam que o software de navegação do Google recebesse alertas do Waze ao passar por uma câmera de velocidade, e enquanto a espera durou um tempo, alguns usuários começaram a ver o recurso em janeiro. Parece que a empresa está lançando internacionalmente, já que as pessoas ao redor do mundo já estão vendo esses avisos em seus smartphones.

Embora a disponibilidade global ainda não tenha sido claramente confirmada, os alertas de radares estão na Austrália, Brasil, Bulgária, Canadá, República Tcheca, Finlândia, Grécia, Hungria, Índia, Indonésia, Israel, Itália, Jordânia, México, Holanda, Portugal, Romenia, Rússia, Arábia Saudita, Eslováquia, Eslovenia, África do Sul, Espanha, Suécia, Reino Unido e EUA, pelo menos para alguns usuários. Além disso, o aplicativo também começou a mostrar os limites de velocidade durante a condução para pessoas na Dinamarca, na Polônia, no Reino Unido e nos EUA.

fonte: Android Police
A Google não publicou oficialmente a lista de países onde esses recursos estão disponíveis, pois pode não ter sido amplamente implantado ainda. Além disso, como estamos reportando com base em informações que foram compartilhadas on-line, esses avisos podem estar aparecendo em mais países do que os mencionados acima.

Não fazia muito sentido para a Google não divular esses recursos internacionalmente, principalmente porque já possui e usa os próprios dados no Waze. Se algum leitor já estiver com essas funcionalidades, diga nos comentários.

fonte: Android Police

terça-feira, 28 de maio de 2019

Novidades no Google Fotos: Adicionar fotos a um álbum pré-existente

O Google Fotos agora lembra o usuário de adicionar fotos relacionadas a um álbum existente.

fonte: Android Police
O Google Photos possui um recurso poderoso de pesquisa que nem precisa que você classifique as suas fotos. Na verdade, você só precisa digitar o local e as pessoas que está procurando, e o mecanismo logo exibe os itens correspondentes. No entanto, se você ainda é uma pessoa louca por organização e gosta de organizar suas fotos em álbuns, o aplicativo oferece uma nova funcionalidade que está sendo lançada para alguns usuários.

fonte: Android Police
Um usuário do Android Police notou que agora aparece um aviso em algumas fotos para sugerir adicioná-las a um álbum pré-existente. Não está claro se o aplicativo está recomendando realizar essa ação comparando os locais e as datas dos arquivos ou simplesmente porque as fotos foram adicionadas recentemente a um álbum. Como muitos usuários ainda não tem esse recurso, pode ser que a Google o esteja implantando gradualmente por meio de uma atualização do lado do servidor como normalmente acontece. Vamos aguardar até que se torne mais disponível.

fonte: Android Police

Novidades no YouTube: pesquisa por voz com reprodução automática de vídeos

O YouTube agora tem uma pesquisa por voz mais inteligente e começa a reproduzir vídeos imediatamente após a sua consulta.

fonte: Android Police
Pode não ser atraente a ideia de usar a pesquisa por voz quando se pode digitar com a mesma facilidade a consulta exata que deseja, mas talvez há um ponto em que pode mudar a nossa percepção. Os algoritmos de reconhecimento de voz da Google estão ficando cada vez melhores e mais inteligentes, e uma das áreas em que se pode perceber essa melhora é no YouTube. Ainda mais atraente agora é o fato de que o YouTube vai começar imediatamente a reproduzir um vídeo quando você fizer uma pesquisa por voz.

Para testar isso, abra a página de pesquisa no aplicativo do YouTube em seu telefone e toque no ícone do microfone no canto superior direito. Comece por dizer "brincar" e depois peça qualquer vídeo, incluindo um cujo título específico conhece ou algo mais elaborado, como a nova música de um artista, o mais recente trailer dos Vingadores, o vencedor do Eurovision 2019 ou o trailer do filme mais recente da Júlia Roberts. A inteligência por trás disso parece ser a mesma do Assistente, já que o YouTube reconhece instantaneamente o que você está falando. E, em vez de apenas fornecer uma página de resultados, ele começa a reproduzir o vídeo imediatamente, sem que você precise selecionar ou tocar para reproduzir.

À esquerda: pesquisa de voz anterior no YouTube. À direita: nova pesquisa por voz, fonte: Android Police

Ao comparar com a interface antiga, pode-se notar também que a nova sobreposição de pesquisa por voz ocupa a tela inteira e tem um microfone vermelho em vez de azul. Esse novo comportamento é replicável em todos os nossos dispositivos, por isso parece ter sido amplamente implantado para os usuários. O recurso parece ser novo, pois apareceu apenas para alguns usuários na versão 14.20.54 (APK Mirror) e logo mais deve aparecer para todos!

fonte: Android Police

segunda-feira, 27 de maio de 2019

O YouTube Gaming vai ser fechado no final deste mês

A Google anunciou que vai fechar o aplicativo YouTube Gaming em 30 de maio, mas ele continuará dentro da seção "Jogos" do aplicativo principal.

Fonte: Android Police
No final do ano passado, a Google anunciou que estava encerrando o aplicativo YouTube Gaming autônomo enquanto migrava os recursos para o aplicativo principal. A data de encerramento seria em março deste ano, mas a empresa deve ter alterado e disse que o aplicativo será fechado em 30 de maio.

A migração de recursos já começou no ano passado e caso você seja um usuário do aplicativo, tem alguns dias restantes antes de ser forçado para a seção "Jogos" do aplicativo principal. Segundo a Google, a popularidade do YouTube Gaming é o porquê do fechamento, já que a empresa quer manter tudo numa só cesta.

Todos os recursos que você curtiu no aplicativo podem ser encontrados em youtube.com/gaming.

Fonte: Android Police via Google (1), (2)

A caveira de vaca (tiras nostálgicas)

Mais tiras nostálgicas! Jon compra uma caveira de vaca, imagina o que o Garfield fez! As tiras abaixo foram publicadas em 1987, de 25/05/87 a 31/05/87. Divirta-se!

domingo, 26 de maio de 2019

Como minimizar/economizar o uso de dados celulares no Android com algumas configurações simples

Apesar dos planos de dados ilimitados que as operadoras nos oferecem, a maioria ainda enfrenta um limite de dados ou limitação mensal. Felizmente, o Android tem várias ferramentas que podem ajudar você a economizar os dados todo mês.

fonte: 9to5Google
Vamos dar uma olhada nas melhores maneiras de economizar dados no Android por meio das configurações e configurações do sistema operacional em alguns dos aplicativos mais populares que usam muitos dados. Apenas algumas alterações simples e você poderá manter o uso de dados sob controle sem se preocupar com isso.

Como verificar o uso de dados no Android

O primeiro passo para economizar dados no Android é ver quais aplicativos estão usando mais dados para você. Provavelmente você possa ter uma boa ideia quais são, mas pode haver algumas surpresas.

  • Abra as configurações
  • Toque em Rede e Internet
  • Selecione o uso de dados
  • Toque no uso de dados do aplicativo

Menu de configurações gerais, rede, uso de dados e gráfico de uso do Android Q(semelhante ao O), fonte: 9to5Google

Isso vai dividir seu uso de dados em incrementos de 30 dias e é melhor visualizá-lo pelo mesmo período de 30 dias. Para fazer isso, basta tocar nas datas na parte superior central da tela e selecionar qualquer data anterior.

O gráfico na parte superior mostra seu uso de dados durante 30 dias, mas o que nos interessa são os aplicativos na lista abaixo. Para a maioria das pessoas que segmentam os cinco principais aplicativos, o suficiente para afetar o uso de dados. No meu caso, cerca de 2/3 do meu uso de dados veio dos 5 principais aplicativos da minha lista.

Tudo bem, agora que sabemos quais aplicativos estão consumindo seus dados, podemos colocá-los numa dieta.

Como economizar dados nos Aplicativos da Google

O YouTube, o Chrome, o Play Music / YouTube Music e a Play Store são provavelmente todos  ​​culpados por gastar os dados, e a Google tem configurações úteis para salvá-los em cada um.

Como minimizar o uso de dados no YouTube

Se você estiver disposto a sacrificar alguma qualidade de vídeo em movimento, poderá economizar muitos dados no YouTube, limitando-se ao HD quando estiver em Wi-Fi.
  • Abra o YouTube
  • Toque no ícone no canto superior direito
  • Selecione Configurações
  • Toque em Geral
  • Alternar "Limitar o uso de dados móveis"

Modo de economia de dados do aplicativo do YouTube para Android, fonte: 9to5Google

Como minimizar o uso de dados no Chrome

Se você navega muito no Chrome, poderá encontrá-lo no topo da sua lista. Novamente, a Google tem algumas ferramentas úteis para reduzir o uso de dados em até 60%. Você também pode desativar os vídeos de reprodução automática para economizar um pouco mais de dados.
  • Abra o Chrome
  • Toque no menu de sobrecarga de três pontos no canto superior direito
  • Selecione Configurações
  • Toque no modo Lite
  • Ativá-lo

Chrome no Android salvando no modo lite, fonte: 9to5Google

Como minimizar o uso de dados no Play Música

Outro aplicativo que pode causar danos reais à sua alocação de dados, se você não for cuidadoso, é o Google Play Música, há várias opções para salvar os dados aqui.

  • Abra o Play Music
  • Toque no menu de hambúrguer no canto superior esquerdo
  • Selecione Configurações
  • Ative o fluxo somente no Wi-Fi ou toque em Qualidade na rede móvel e selecione Baixa
  • Alternar o download somente no Wi-Fi para ativado

Modo de economia de dados do Google Play Música, fonte: 9to5Google

Como minimizar o uso de dados na Play Store

Dependendo de quantos aplicativos você possui, particularmente aplicativos maiores ou aqueles que são atualizados com frequência, pode também ser um problema.

Abra a  Play Store
Toque no menu de hambúrguer no canto superior esquerdo
Selecione Configurações
Toque na preferência de download do aplicativo e selecione Apenas sobre Wi-Fi
Toque em Atualizar aplicativos automaticamente e selecione Somente por Wi-Fi

Menu da Economia de dados do Android da Google Play Store, fonte: 9to5Google
Salvando dados em aplicativos Android populares

Não vamos cobrir todos os aplicativos, mas aqui estão alguns aplicativos populares que podem estar próximos do topo da sua lista.

Como minimizar o uso de dados no Netflix

Se você assiste com frequência ao Netflix em movimento, há algumas maneiras de salvar dados. A melhor opção será baixar programas ou filmes com antecedência no WiFi, simplesmente tocando no link Download que aparece abaixo do show. Infelizmente, essa opção não está disponível para todos os shows e filmes. Então, quando isso não está disponível, você pode reduzir o uso de dados, desistindo um pouco da resolução.

  • Abra o Netflix
  • Toque no menu de hambúrguer no canto inferior direito
  • Selecione as configurações do aplicativo
  • Toque em Uso de dados de celular e selecione Salvar dados

Modo de proteção de dados do aplicativo Android Netflix, fonte: 9to5Google

Como minimizar o uso de dados no Facebook

Os aplicativos de mídia social podem ser uma armadilha de dados real com fotos e vídeos de reprodução automática. Felizmente, a maioria oferece uma opção de proteção de dados. No caso do Facebook, essa configuração reduz a qualidade da foto e impede que os vídeos sejam reproduzidos automaticamente.

  • Abrir Facebook
  • Toque no menu de hambúrguer no canto superior direito
  • Selecione Economia de dados e ative-a
  • (Opcional) Desligue-o automaticamente quando estiver em Wi-Fi

Modo de proteção de dados do aplicativo para Android do Facebook, fonte: 9to5Google

Como minimizar o uso de dados no Instagram


  • Abra o Instagram
  • Toque no ícone do perfil no canto inferior direito
  • Toque no menu de hambúrguer no canto superior direito
  • Selecione Configurações
  • Tap Account
  • Selecione Uso de dados no celular  e ative-o

Modo de proteção de dados do Instagram Android, fonte: 9to5Google

Como minimizar o uso de dados no Twitter

Abra o Twitter
Toque no ícone do perfil no canto superior esquerdo
Selecione Configurações e privacidade
Toque em uso de dados
Alternar a caixa de proteção de dados em


Menu de salvamento de dados do Twitter do Android, fonte: 9to5Google

Use o modo de economia de dados do Android

Se você está tendo sérios problemas com o excesso de dados, o Modo Economia de Dados ou Data Saver, introduzido pela primeira vez no Android 7.0 (Nougat), é a solução. Lembre-se de que essa é uma configuração global que interromperá basicamente toda a atividade em segundo plano dos aplicativos. Você pode dispensar aplicativos específicos, mas com moderação ou não adianta dar esse passo.

Android Q - O


  • Abra as configurações
  • Toque em Rede e Internet
  • Selecione Data Saver
  • Toque na alternância no canto superior direito
  • (Opcional) Toque em Dados irrestritos e ative todos os aplicativos que você deseja isentar das restrições de dados.

Menu de configurações gerais do Android Q e do modo de economia de dados, fonte: 9to5Google

Android N - P


  • Abra as configurações
  • Toque em Rede e Internet
  • Selecione o uso de dados
  • Selecione Data Saver
  • Toque na alternância no canto superior direito
  • (Opcional) Toque em Dados irrestritos e ative todos os aplicativos que você deseja isentar das restrições de dados.

Neste ponto, se você segmentou aplicativos individuais ou fez tudo com o Modo Economia de dados do Android, você deve reintroduzir seu uso de dados.


fonte: 9to5Google
Google