Pesquisa personalizada

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Piadas de aniversário parte 2





Como essa é mais uma semana do meu aniversário, uma data que sempre tento esquecer mas sempre tem alguém para lembrar (podem esperar, tomara que todos vocês sejam atropelados por uma manada de baratas brancas cegas e pernetas da Birmânia!), abaixo leiam algumas piadas com o tema aniversário:

Manuel convida:
- Joaquim, estou a lhe convidaire para a festa de quinze anos de minha filha.
- Está bem, Manuel. Eu irei. Mas ficarei no máximo uns 6 meses.

Ele:
-É seu aniversario gata?
Ela:
-Não, por que?
Ele:
-É porque você tá de parabéns!!!

— Papai, quero ganhar uma escopeta no meu aniversário.
— Que isso, menino! E isso é presente para um menino de cinco anos?
— Mas eu quero uma escopeta, papai!
— Não vou dar, de jeito nenhum!
— Ah, dá!
— Não dou!
— Dá!
— Não Dou!
— Chega! — berrou o pai — Quem é que manda aqui?
— O senhor. Mas se eu tivesse uma escopeta...

Era o aniversario do Joãozinho e sua mãe pergunta:
- Filho, o que você quer de presente?O filho contente responde:
- Quero um cachorro.
- Está bem, responde a mãe.
Quando ela trás o cachorro ela pergunta para o filho:
- Que nome você vai dar a ele?
O filho responde:
- Bunda!
A mãe se assusta mas deixa o filho por o nome. Então a mãe e o Joãozinho passeiam com o cão, e de repente o cão escapa e o Joãozinho sai correndo atrás do cão gritando para todos ouvirem:
- Buuundaaaa!!!!!
A mãe morre de vergonha.Depois do mico que a mãe passa ela dá o cão para o vizinho. Quando o Joãozinho soube começa a chorar e gritar no seu quarto. Assim quando seu pai chega o escuta a chorar e o pergunta:
- Filho porque você está chorando?
O filho responde:- A Mãe deu a bunda pro vizinho!

Era meu aniversário. Acordei todo contente esperando os cumprimentos de minha esposa e nem sequer um bom dia recebi. Veio então meu filho do quarto e a mesma coisa! Minha mãe nem ao menos me telefonou.
Fui para o trabalho e minha secretária veio correndo me dar os parabéns, e me disse:
- Feliz aniversário, chefinho!
Fiquei muito feliz com aquele cumprimento. Pelo menos ela havia se lembrado! Passei a manhã toda alegre e me lembrando do quanto aquele cumprimento havia sido importante para mim.
Na saída para o almoço, minha secretária interpelou-me dizendo:
- Está um dia lindo! Que tal se almoçassemos juntos, já que é um dia tão importante para o senhor?
Achei a idéia ótima e nos dirigimos até um restaurante bem agradável, pouco afastado da cidade. O almoço correu em clima bem descontraído e eu já havia até me esquecido das decepções que tive pela manhã. Foi então que minha secretária sugeriu:
- Está um dia tão agradável que acho que podíamos ir até minha casa tomar um drink e relaxar um pouco.
Fui todo animado, já antevendo o que poderia ocorrer em sua casa. Chegando lá ela me disse:
- Sirva-se à vontade. O barzinho fica logo ali. Eu vou colocar algo mais confortável e já volto.
Ela entrou no quarto, e após cinco minutos, surgiram de dentro do quarto dela, minha mulher, meu filho, minha mãe e a secretária gritando:
- Feliz aniverssário!
E lá estava eu, nu, só de meias, deitado no sofá.

Naná, uma velhinha simpática de muuuiiitttaaa idade, pede pro seu filho:
-Filhinho (o filhinho tem 72 anos. Imagine a idade de Naná)
- Sim, mamãe - diz o filho atenciosamente.
- Bem, eu queria fazer uma reunião aqui em casa com as "meninas" (Naná era a mais nova das amigas). Será que você pode me ajudar a organizar?
- Claro, mamãe. Fique tranquila que eu arrumo tudinho.
- Arrumar o quê?
- A festa, mamãe.
- Ah, sim, Já tinha me esquecido...
A tarde, antes de ir embora para sua casa, o filho chama a mãe e lhe mostra um papel preso a geladeira, escrito em letras grandes, contendo a lista do que ela tinha que fazer.

1- SERVIR CHÁ
2- SERVIR SANDUICHES
3- SERVIR MAIS CHÁ
4- SERVIR DOCINHOS
Que bom, filho. Obrigada. Agora não terei problemas. Está tudo muito bem explicadinho... Você é maravilhoso!!!

Mais tarde as “meninas” chegam...
Naná, como uma boa anfitriã, acomoda as amigas na sala de estar e vai até a cozinha...
Vendo a lista, lê.
1- SERVIR CHÁ
Ela serve o chá para as amigas numa linda bandeja...
Depois começam a cnversar sobre os sucessos atuais (lembrando de 1920...)
Passa-se mais um tempo e Naná, já meio nervosa, vai novamente a cozinha e lê:
1- SERVIR CHÁ
Serve o chá novamente em outra linda bandeja e repete isso por mais quatro vezes.
Algum tempo depois as “meninas” vão embora. Enquanto saem do prédio uma delas comenta:
- Nossa! Que absurdo. Que má anfitriã é a Naná. Nem um chá nos serviu...
E a outra responde:
- Naná? Que Naná? De quem você está falando?
A noite, o filho vai até a casa da mãe e encontra intactos, ainda nas bandejas, todos os sanduíches, docinhos. Curioso pergunta:
- Mãe, o que houve? Não gostaram dos sanduíches e dos docinhos?
- Que sanduíches? Que docinhos?
- Da festa, mãe. A senhora não me pediu para ajudá-la a organizar a festa para suas amigas? E então...?
- Que nada – respondeu Naná. Você acredita que elas nem apareceram e nem avisaram que não vinham?


original via Weiland Family Blog





Permalink:





Sobre o Autor:
Crazyseawolf Para saber mais sobre o autor deste blog, visite o seu perfil no Google+ ou este link . Para enviar uma mensagem, clique aqui . Para outras informações, leia o FAQ .



0 Comentando aqui :

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google
 
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.