Postagem em destaque

08/12/1980, o dia em que o sonho acabou!

8 de dezembro de 1980. Uma data muito triste. Um dos maiores ícones da  cultura pop e do rock foi covardemente baleado com 5 tiros enquanto ...

sábado, 11 de setembro de 2010

5 dicas para blogueiros evitar a síndrome de burnout

Como evitar que a síndrome de burnout te atinja em cheio? A coisa é complicada, porque eu enquanto professor, sinto que estou perdido e simplesmente não consigo encontrar uma solução adequada. Na verdade, nem sei se realmente eu tenho essa síndrome, mas o stress diário está ficando insuportával.

E como essa síndrome ataca blogueiro? Imagine você postando todo dia, alcançando um relativo sucesso e vendo seu adsense prosperar. Mas ao mesmo tempo imagine uma pessoa cansada, afobada, um bloqueio criativo que se pronuncia, a mente já não pensa. Ou ainda imagine outra pessoa que escreve só para ela, onde ninguém dá a mínima para o seu blog e fica desesperada ao ver que a visibilidade do seu blog não cresce. Pois é, a síndrome de burnout ataca a todos, sem excessão.

Georgina Laidlaw(@georginalaidlaw), escreveu um artigo sobre a síndrome de burn out no Problogger, de Darren Rowse (@problogger), um blogueiro profissional muito respeitado no meio. E para se manter longe desse stress todo, ela utiliza 5 técnicas, às quais reproduzo aqui e no fim de cada técnica, faço um comentário meio que desabafo:

1 - Fazer o que você gosta

A motivação fica muito mais fácil quando você mantêm um foco, pensa constantemente sobre isso e lida o tempo todo com isso. E que foco é esse? É sobre aquilo que você escreve. Se você gosta do que escreve, fica muito mais fácil reunir idéias, se engajar mais com os leitores e estabelecer uma voz ativa e compatível no desenvolvimento da leitura.
Eu tento em meu blog fazer o que gosto, como por exemplo tradução de textos(como este aqui) e de webcomics, além de dar minhas opiniões fazendo valer o meu ponto de vista, agradando ou não.
2 - Fazer um passo de cada vez

Quando você começa um blog, é muito fácil ficar deslumbrado com a grande quantidade de coisas que pode ajudá-lo a crescer. Mas você tem que entender que o sucesso não virá da noite para o dia. Ao inves de focar em coisas que você ainda não fêz, gaste o seu tempo avaliando as coisas que você fêz, sempre considerando caminhos para reforçar ainda mais esses resultados.
Se você vai evitar a síndrome, precisa ser mais bondoso consigo mesmo. Caso contrário, você vai começar a dizer para si mesmo que é difícil demais, que não tem tempo e fatalmente acabará desistindo.
Para mim isso é difícil. Eu mesmo me atropelo muitas vezes. Preciso aprender a dar um passo de cada vez não só aqui, como em tuda na vida.
3 - Planejar, planejar, planejar.

Se ainda não fêz, tente desenvolver um plano de ataque flexível, mas claro na construção do conteúdo do seu blog e no alcance. Um plano bem focado irá te ajudar a manter as suas expectativas em si mesmo em cheque, bem como testar e avaliar os resultados do que você faz.
Este tipo de review periódico te dará informação que você pode suprir em seus esforços pra fazer uma nova aproximação cada vez mais próspera, e te ajuda a evitar o devo-fazer-tudo-agora, algo desastroso que esgota até mesmo o blogueiro mais motivado.
Enquanto palneja, você vai identificando algumas vitórias fáceis - coisas que se esperam ser satisfatórias ou gratificantes num determinado nível. E quem sabe seriam essas as tarefas que irão te trazer um monte de leitores, ou talvez você reconhecerá coisas que você realmente adora fazer. Quando as coisas se tornarem difíceis, tente se afastar e busque fazer outras tarefas favoritas. Isso pode fazer uma grande diferença para a sua motivação com o tempo.
Eu odeio planejar algo, pois crio expectativas e nunca dá certo, isso ocorre principalmente, no meu trabalho. Tudo que planejo dá errado, mas fazer o que? Só me resta culpar o universo e a sua conspiração contra mim. 
4 - Permita-se uma parada

Uma que vez que você tem um plano, ajuste alguma parada nele. Certifique-se não estar operando numa velocidade perigosa, e mesmo se não estiver, não faz mal um período curto e viável. Reserve tempo para a família e para os amigos e seja flexível com a sua programação.
Acima de tudo, permita-se aproveitar esse tempo de folga - não o gaste obcessivamente com todas aas coisas que você deveria estar fazendo na construção do seu blog.
Dar um tempo, uma folga, não consigo. Sou muito metódico e quando começo a fazer algo, não consigo largar. 
5 - Perceba que todo mundo tem dias ruins

E que todos nós temos também semanas e meses ruins. Não precisa jogar a toalha ou mesmo dizer que não tem o que foi preciso. É claro que você tem - É preciso viabilizar para conseguir obter o melhor disto. Se o seu dia está ruim, não se martirize, isso faz parte da vida.
E se tiver vontade de desistir permita-se sentir. Encare esse desconforto e veja se não há outro caminho para sobrepujá-lo ou trabalhe com isso e faça o seu blog tornar melhor no processo. Lembre-se que a necessidade é a mãe da invenção e que às vezes é aquela coisinha pequena e insignificante que nos dá o ímpeto para inovar soluções que façam nosos blogs - e o nosso trabalho neles - infinitamente mais agradável.
Eu sempre penso nisso mas às vezes cresce em mim uma negação. Eu não me permito comparar com as outras pessoas. Se algo me dá errado, é porque foi direcionado para mim. É a minha paranóia em questão...
Eu sinceramente, não possuo técnicas para evitar a sindrome de burnout, pois eu acredito já estar com ela até o pescoço. E você? Como faz para evitar isso?

7 comentários:

  1. Sexo.
    Isso resolveria.
    Mas ta complicado.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. olá crazy

    vou fazer que nem tu, comentar item por item:

    Fazer o que gosta - isso é a ess6encia de tudo na vida blogar principalmente, sem tesão não há produção.

    Fazer um passo de cada vez - eu até tento, mas as ideias me atropelam, quando tenho uma ideia quero escrever logo e publicar, não sei esperar e fazer o que já está rascunhado, dou prioridade as ideias mais frescas e os outros eu termino quando estou sem ideia.

    Planejar, planejar e planejar - planejar é complicado, mas até que ando tentando colocar algumas coisas em pratica pra ver consigo mais êxito com relação a organização, mas sempre sai coisas fora do previsto.

    Permita-se uma parada - eu já parei algumas vezes e foi muito bom, foi num periodo que eu estava em crise e chateada com a blogosfera em si e outros problemas particulares, dar um tempo me ajudou muito a renovar as ideias, voltei a ponto de bala.

    Perceba que todo mundo tem dias ruins - eu tenho dias ruins, mas também não fico me cobrando muito, acho que essa obrigação social de ser feliz o tempo todo é que faz com que agente fique buscando fingir que está bem sem estar, só pra não parecer fraco, pura bobagem que logo logo cai por terra.

    É isso, valeu pelo artigo.

    Um abraço

    @anakint

    ResponderExcluir
  4. O texto é muito legal. Creio que eu já passei diversas vezes por esses momentos, fatos que meu blog comprova com perfeição xD

    E a gente sempre fica ancioso para receber um feedback, mesmo dizendo para si próprio que o blog é um lugar para se expressar, mas aí eu sempre penso (e acho que vou plagiar alguém) que se fosse só para me expressar, eu deveria escrever um diário xD

    Gostaria de citar seu post no meu blog! Abraços!

    ResponderExcluir
  5. @Iara


    Hahaha! Eu te adoro, menina. Um dia vou para Tocantins!!! :)

    ResponderExcluir
  6. @Ana Karenina


    Verdade, tem que ter tesão para fazer as coisas. Eu perdi o meu na educação...
    Obrigado pelo comentário! Beijos

    ResponderExcluir
  7. @Two Ways


    Pode citar sim. E obrigado pelo comentário. :)

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google