Postagem em destaque

08/12/1980, o dia em que o sonho acabou!

8 de dezembro de 1980. Uma data muito triste. Um dos maiores ícones da  cultura pop e do rock foi covardemente baleado com 5 tiros enquanto ...

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

10 conselhos para quem quer ser professor de escola pública

Hoje é o dia dos professores. Uma classe desprezada pelos nossos governantes e ojerizadas pela maioria da população, que os chamam de vagabundos por terem dois meses de férias (e nem adianta explicar o que é recesso). Diante da legislação educacional e de alguns artigos do ECA, somos verdadeiros palhaços.

Só um louco se torna professor hoje em dia...
via Dorgas on Fire!

No intuito de ajudar os jovens que estão ingressando nesta área, abaixo estão dez conselhos ou dicas para se dar bem nesta profissão, e por favor, não chore!

1 - Salário é apenas um detalhe. Não se encuque com isso. O negócio é manter o bom humor mesmo sabendo que qualquer um, sem uma qualificação necessária ganha muito mais que você. Na verdade, o magistério é um sacerdócio para o qual você entrega a sua vida de bandeja.

2 - Você será tudo em sala de aula, menos professor! Dependendo da situação, você poderá ser leão de chácara, psicólogo, psiquiatra, e até mesmo pai ou mãe, pois os mesmos são incapazes de educar seus filhos e esperam que você faça aquilo que eles não conseguem.

3 - Não se preocupe com o conteúdo da sua disciplina. Isso não é importante, pois você não irá formar nenhum doutor ou engenheiro. Na verdade você estará formando o aluno para a vida. O aluno sairá da escola pensando que o mundo irá passar a mão na sua cabeça e que nunca lhe darão responsabilidade.

4 - Pesquisas recentes mostram que a capacidade de concentração dos jovens é mínima. Dizem que os jovens não conseguem reter informação num tempo por volta de 10 minutos. Fale pouco, explique pouco e elimine aquelas demonstrações tediosas que não irá levar a nada.

5 - Para quê avaliar? Com a progressão continuada, o aluno vai ser aprovado de qualquer forma. De que adianta encher uma classe com notas vermelhas? Saiba que o culpado sempre será você.

6 - A nota é apenas um mero detalhe. Lembre-se de que todos serão aprovados. A nota é apenas um recurso para validar o sistema. Procure arranjar atividades e trabalhos para justificar a nota que você vai dar para o aluno. Lembre-se de novo que o insucesso do aluno será culpa sua!

7 - Ser incompetente, vagabundo e preguiçoso serão seus adjetivos principais. Numa sociedade em que o conhecimento é supérfluo e inútil, o fato de você ter estudado é uma afronta à incapacidade daqueles que trabalham duro o dia inteiro para ter um salário suado no final do mês.

8 - Prepare-se para muitas reuniões pedagógicas, onde a discussão sobre o sexo dos anjos será o tema principal, além de textos irritantes sobre auto-ajuda e de parábolas sem fim. Leve seu travesseiro. Você irá dormir muito!

9 - Cuidado com a palavras ditas em classe. O que para você é A, para o aluno é B. Numa sociedade de bundões onde todos ficam ofendidos por qualquer coisa, você corre o risco de ser processado. Procure falar palavras simples e diretas, pois o seu público tem um vocabulário fraquíssimo.

10 - Prepare-se também com as futuras doenças ao longo dos anos. Síndrome do Pânico, surdez excessiva e síndrome de burnout estão entre as principais. Alguns até pegam alunite aguda e precisam ser afastados sumariamente. Uma dica é levar tudo na brincadeira e nunca ficar nervoso.

Se você conseguir assimilar tudo isso, parabéns. Está preparado para entrar na educação pública. Se não, você é uma pessoa inteligente e esperta o suficiente para procurar outra carreira na sua vida e ser feliz de verdade!

6 comentários:

  1. Perfeito resumo, Cidão. Só quem participa das reuniões pedagógicas vai entender o que elas significam realmente: Uma porção de baboseiras, e conselhos de "especialistas" da educação sobre "técnicas" que devemos adotar para tornar a matéria mais interessante, contextualizada bla.. bla.. bla.... É só pisar na sala de aula pra sentir como elas são inúteis, pois partem do pressuposto de que os alunos desejam aprender, mas não se sentem estimulados. De fato, em uma sala de 40, tiramos, em algumas delas, uns dois ou três que querem aprender, mas com o tempo são obrigados a fingir que são medíocres para poderem ser aceitos pelo grupo.

    Pronto...já disse.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. A educação não é prioridade de governo algum, pois um povo com educação e consciência seria difícil de manipular.

      Excluir
  3. Na parte das doenças também cabe "todas as doenças relacionadas aos joelhos, ombros e coluna".

    A verdade é triste, mas é essa aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci essas, o pior é que eu mesmo estou com todas essas dores que você mencionou!

      Excluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google