Postagem em destaque

08/12/1980, o dia em que o sonho acabou!

8 de dezembro de 1980. Uma data muito triste. Um dos maiores ícones da  cultura pop e do rock foi covardemente baleado com 5 tiros enquanto ...

terça-feira, 24 de agosto de 2010

A geração de idiotas que estamos criando...

Interessante o papo entre duas pessoas ao sair do ônibus de manhã a caminho do trabalho, eu até comecei a andar devagar porque o tema me interessou e até poderia render alguma discussão, como por exemplo, este post.

Um cara estava reclamando que no serviço dele há um outro cara que fica fazendo porra nenhuma o dia inteiro(palavras dele), e só faz algo quando algum computador da firma dá problema. E que o cara tem um salário muito, muito maior do que os outros...

E aí eu pensei com os meus botões "Dançou playboy, quem não mandou estudar e ter um emprego melhor e ganhos maiores?"

A grande maioria das pessoas "acham" e ainda acreditam que trabalhar hoje em dia, envolve esforço contínuo de 8h ou mais por dia? Hoje se ganha dinheiro sentado em casa na frente de um computador, por exemplo. Eu sou um exemplo disso. O problema é que com o advento da informática e as novas carreiras., o TI por exemplo, criou-se um profissional que é muito bem pago e valorizado no mercado.

Mas criou-se um estigma na sociedade que o estudo não leva a nada, uma verdadeira perda de tempo, e ainda que pensar dói. Haja visto o que tem por aí na mídia, só lixo. E muitos ainda tem uma visão muito estreita, que remonta séculos passados, onde a Ciência e a tecnologia são o mal da sociedade.

Querem um exemplo disso? Vá na página de Ciência da Folha de São Paulo, por exemplo. Leia os comentários idiotas e sem noção que são postados lá sempre que alguma notícia cientifica é abordada. E são a maioria. São pessoas idiotas e ignorantes que criticam a Ciência e o conhecimento em detrimento às suas convicções religiosas e um senso comum retrógrado, e que esquecem que ao comentar, estão utilizando um equipamento criado pela Ciência e pela tecnologia, que alguns hoje ainda acham que é coisa do demônio. E que se a sociedade fosse seguir tais convicções, ele nem existiria.

Esse é o preço que pagamos por não ser um país que não gera Ciência nem tecnologia, sempre digo que nós somos "usadores" de tecnologia e só, pois saber como funciona e compreender a ciência envolvida não é importante, pois se quebrar ou deixar de funcionar, é mais fácil comprar outro. (Tem gente que até hoje nem sabe programar um video-cassete...). Às vezes me dá dó de ver um iPhone ou qualquer outro smartphone na mão de certas pessoas que não sabem como utilizá-lo corretamente, e só ficam nos enchendo o saco com esses ringtones de funks horrorosos e de mal gosto.

Na minha profissão, além de ser um completo palhaço, tenho que ouvir que professor é vagabundo, que tem dois meses de férias por mês e ainda nos xingam quando reinvidicamos salários melhores (Estudamos 4 ou 5 anos para ganhar menos que uma empregada doméstica ou zelador de prédio da Vila Mascote).

E para piorar as coisas, o sistema cria mecanismos que proíbem reprovações de alunos, classes superlotadas, entre outras coisas, e o que temos? Uma grande massa de idiotas sendo empurrados anos após anos. Por conta disso, a geração desses últimos anos terminam o ensino médio sem saber ler ou escrever e fazer as operações fundamentais porque não precisam de nada disso, que interesse em aprender eles terão se o sistema faz tudo por eles? Tirou-se a responsabilidade dos alunos e ainda culpam o professsor por todo esse estado de coisas. Para os alunos, a palavra estudar é um palavrão.

Estou muito com medo de continuar a viver num país onde estudar, pensar, analisar, refletir, ter a mente aberta para novas possibilidades científicas são consideradas coisas supérfluas, hereges e quase proibidas. Ainda bem que eu resolvi não ter filhos neste mundo. Eu tenho dó daqueles que tem, e fico imaginando como é ser pai num mundo como é hoje. Pelo menos aqueles pais que tem consciência e que reconhecem a importância do estudo para o engradecimento pessoal e profissional de uma pessoa. Eles devem estar comendo o pão que o diabo amassou para educar seus filhos...

8 comentários:

  1. Pensar dói mesmo, eu sei disso, atualmente só tenho pensado por profissionalmente ou academicamente.

    Eu mesmo faço parte dessa geração do novo-ensino, onde o aluno é empurrado de série em série, onde não existe uma proposta pedagógica eficaz.

    Durante o ensino fundamental e médio devo ter tido uns três ou quatro professores realmente interessados em ensinar seus alunos a pensar, infelizmente esses professores tinham que lutar todos os dias contra o sistema e geralmente perdiam essa luta.

    E só para deixar registrado: ainda tenho esperanças de que o Brasil se torne um produtor de tecnologia; talvez isso demore, mas acredito que um dia vai acontecer.

    ResponderExcluir
  2. Pois é...

    Ainda fazem aquela cara de estranheza quando eu digo que tenho um blog e que quero fazer carreira e ganhar dinheiro com internet. Só me faltam chamar de vagabundo.
    Essa inversão de valores me revolta. A glamourização do "pobre trabalhador braçal que dá o suor" em detrimento de anos de estudo e esforço para crescer profissionalmente muitas vezes me inoja.

    E como já dizia o Roger, "a gente somos inútil"...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Minha mãe é professora e sei bem como funciona tudo isso que estás falando. Na prática fica assim: o professor faz de conta que ensina, o aluno faz de conta que aprende e o governo faz de conta que há qualidade na educação, porque os índices de aprovação aumentaram...

    Realmente, ser pai não deve ser uma coisa fácil na atualidade. E a tendência, sabemos, é piorar!

    ResponderExcluir
  4. @Teilor

    O bom aluno hoje é sacrificado pelo sistema, é duro numa classe de 40 alunos, ter um ou dois a fim realmente de estudar. Essa é a realidade criada por aqueles que legislam em causa própria.

    ResponderExcluir
  5. @Junior Silva

    Já me chamam de vagabundo, e quando mostro o depósito feito na minha conta bancária, de um serviço feito através da internet, fazem aquela cara de indignação.

    ResponderExcluir
  6. @Pâmela

    É um grande teatro. E vai mesmo piorar, infelizmente.

    ResponderExcluir
  7. Tenho 16 anos, moro no estado de Sergipe e estudo em escola publica. Sei bem do que você fala quando se referre ao processo de passar o aluno de qualquer maneira. Estudo 2º ano e na minha sala tenho colegas que mal sabem ler, sim, mal sabem ler! Escrever então é uma tragédia. Já peguei erros inaceitáveis em redações de colegas meus. Vejo alguns professores despreparados, que não sabem ensinar como se deve, mas o problema verdadeiro é o aluno. Desde o inicio desse ano que eu não tenho aulas de física, no entanto procurei aprender sozinho para não perder uma ano de estudo. Aposto que nenhum outro colega meu buscou fazer o mesmo.
    A diferença vem do aluno, e a minha geração infelizmente não sabe de nada. É retrograda, não pensa no futuro e tem expectativas baixas. Quando eu falo, por exemplo, que quero ganhar um salario acima de 5 mil reais, sou taxado como ganancioso, como uma pessoa que quer demais, pois os mesmos que me taxam assim dizem que para eles um salario de 1,5mil reais esta de bom tamanho.
    A situação do ensino no Brasil é lamentável, triste, que apenas da medo do futuro que nos espera. A única coisa que ainda me deixa alegre é saber que eu serei bem sucedido na minha vida e terei um bom emprego, pois as pessoas que concorrem comigo hoje mal sabem ler e escrever.

    ResponderExcluir
  8. @levantando


    É duro o que vou dizer mas infelizmente, você é um dos poucos da idade que tem essa consciência. E torço por você.
    Obrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google