domingo, 22 de dezembro de 2019

Como liberar armazenamento no seu smartphone Android

Aprenda nesta postagem como liberar armazenamento no seu telefone Android sem precisar baixar aplicativos de terceiros. A própria Google possui aplicativos gratuitos que cumpre muito bem o papel.

fonte: Android Police
A maioria dos principais smartphones Android já possuem uma enorme capacidade de armazenamento interno atualmente; o Galaxy S10 vem com um mínimo de 128 GB de armazenamento interno e alguns dispositivos têm capacidade de até 1 TB. Mas se você acumulou muitos arquivos indesejados no telefone ou se possui um dispositivo de baixo orçamento, e por conseqüencia, menos armazenamento, ainda será necessário liberar espaço.

Neste guia, abordaremos as melhores maneiras de obter mais armazenamento em um dispositivo Android, sem recorrer aos inúmeros aplicativos que dizem ser 'Limpadores' que dominam a Play Store.

Excluir alguns aplicativos (dãã)

Com certeza, é algo muito óbvio, mas o primeiro passo a ser seguido é a exclusão de aplicativos que você baixou anteriormente e que não usa. Pode haver alguns (ou muitos) aplicativos fornecidos com o seu smartphone que não podem ser excluídos, mas se você já tem um dispositivo há algum tempo, provavelmente existem alguns aplicativos e jogos que não foram abertos há semanas ou meses.

Excluir fotos de backup

O Google Fotos é a ferramenta integrada no Android para fazer backup de suas fotos e vídeos na nuvem. Se você não precisar de acesso rápido às fotos e vídeos que gravou recentemente, o Google Fotos possui um recurso útil para excluir tudo do seu dispositivo que já foi copiado em backup.
Basta abrir o Google Fotos, abrir o menu lateral (no canto superior esquerdo) e selecionar "Liberar espaço". Fácil demais! fonte: Android Police
Limpar arquivos indesejados

Há um milhão de aplicativos de estilo mais limpo para Android, mas o melhor para limpar os arquivos restantes de aplicativos e jogos é provavelmente o Files by Google. Ele pode detectar arquivos duplicados, destacar os aplicativos que ocupam mais espaço, remover downloads com um toque e até recomendar aplicativos para desinstalar com base em quanto tempo você não os usa.

fonte: Android Police
Há com certeza, ferramentas mais poderosas, como SD Maid, mas o Files by Google consegue um bom equilíbrio entre utilidade e facilidade de uso.

Baixe o Files by Google na Play Store.

Compre um cartão SD

Muitos dispositivos Android (a principal exceção é a linha Pixel do Google) possuem um slot para cartão microSD, que pode ser usado para armazenar fotos, vídeos, aplicativos e outros dados. Se o seu telefone estiver executando uma versão recente do Android, você poderá usar um recurso chamado Adoptable Storage para transformar o cartão SD em uma extensão do armazenamento interno do telefone, para não precisar mover aplicativos e dados manualmente para o cartão SD ( Android lida com isso para você). No entanto, esse recurso está desativado em alguns dispositivos, ele não estava presente nos telefones Samsung Galaxy até o Android 9 Pie.

Adicionar legenda
Independentemente da opção escolhida, você deve comprar um cartão microSD com a classificação A2, para obter o melhor desempenho possível (o 'A' significa aplicativos). Recomendamos os cartões Extreme Pro da SanDisk. Sabe-se que os cartões microSD mais rápidos são mais lentos do que o armazenamento interno usado por telefones e tablets modernos. Portanto, você só deve fazer isso se realmente precisar de muito espaço.

fonte: Android Police

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google