Pesquisa personalizada

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Piadas de politicamente correto





A praga do politicamente correto está acabando com o humor. Não se pode mais fazer piadas com negros, gordos, judeus entre outros. O humor é feito pra chocar e ofender. Humor do bem só na cabeça do desmiolado do @mionzera. Já até me disseram que não é politicamente correto chamar a lousa de quadro-negro. O certo é chamar de quadro afro-brasileiro. É mole? Divirta-se com as piadas abaixo!!!

Politicamente correto - Uma senhora vai ao médico:
- Doutor, sexo anal engravida?
Responde o médico:
- Mas claro, minha senhora ! De onde pensa que vem a maioria dos nossos políticos?

Prosopopéia flácida para acalentar bovinos (Conversa mole pra boi dormir)
Colóquio sonolento para gado bovino repousar (história pra boi dormir)
Romper a face(Quebrar a cara)
Creditar o primata (Pagar o mico)
Derrubar, com a extremidade do membro inferior, o suporte sustentáculo de uma das unidades de acampamento (Chutar o pau da barraca)
Deglutir o batráquio (Engolir o sapo)
Colocar o prolongamento caudal em meio aos membros inferiores (Meter o rabo entre as pernas)
Derrubar com intenções mortais (Cair matando)
Aplicar a contravenção do Dr. João, deficiente físico de um dos membros superiores (Dar uma de João sem braço)
Sequer considerar a utilização de um longo pedaço de madeira (Nem a pau)
Sequer considerar a possibilidade da fêmea bovina expirar fortes contrações laringo-bucais (Nem que a vaca tussa)
Sequer considerar a utilização de instrumentos metálicos derivados do ferro (Nem ferrando)
Derramar água pelo chão através do tombamento violento e premeditado de seu recipiente (Chutar o balde)
Retirar o filhote de eqüino da perturbação pluviométrica (Tirar o cavalinho da chuva)

- Querido, você me acha bonita?
- Eu não diria bonita, pois se trata de um conceito adotado pelas classes dominantes para classificar animais humanos dentro de padrões de beleza culturalmente pré-estabelecidos.
- Isto que dizer que sou feia?
- Cosmeticamente diferente é o termo mais adequado.
- Mas, você ainda me ama?
- O amor é um sentimento inventado pela burguesia com o intuito de subjugar os indivíduos a um único modo de pensar a sociedade, tirando-lhes a razão e o senso crítico.
- E daí?
- Daí, que nutro por você um sentimento de co-participação em interesse de ordem habitacional, econômica e sexual.
- O quê? Quer dizer que você só me quer como faxineira e prostituta?
- Não se diz faxineira e, sim, higienizadora ambiental. E tratar parceiras sexuais alugadas como prostitutas não é politicamente correto.
- Você deve estar louco.
- Emocionalmente fora do padrão.
- Bem que me avisaram que você era um chato.
- Chato não, pessoa interessante de maneira diferente.
- Como fui cega...
- Desprovida de capacidade visual é mais correto.
- Não sei por que casei com você!
- Você não sabe porque se submeteu a uma prostituição oficializada.
- Idiota.
- Pessoa com idéia fixa.
- Pra mim chega! Vou procurar um amante que me queira.
- Você não precisa recorrer a este tipo de relacionamento com padrão não-convencional, nós ainda podemos partilhar de uma co-existência saudável como duas pessoas com referências diferenciadas da cultura dominante.
- Prefiro conviver com um lavador de carros a continuar com você!
- Sua preferência em manter uma co-habitação de caráter afetivo com um especialista em aparências de veículos, não lhe dá o direito de comparar opções de meio de sobrevivência alternativo com o meu comportamento que se diferencia dos dogmas do status-quo.
- Ah, por que você não pode ser uma pessoa normal?
- A normalidade é uma convenção imposta.
- Chega, não agüento mais! Quero vê-lo morto.
- O que você deseja é transformar-me num indivíduo metabolicamente inviável.
Ela pega o revólver que está sobre o criado-mudo, ou melhor: ela pega o revólver que está sobre o auxiliar doméstico oralmente prejudicado e atira no peito dele. Ao vê-lo caído no chão, todo ensangüentado, ela o abraça.
- Perdão, querido, eu sou uma burra!
No último suspiro, ele a corrige.
- Pessoa com uma lógica muito particular.

Uma senhora entra numa confeitaria e pede ao balconista um Bolo "Nega Maluca".
O balconista diz à cliente que usar o nome "nega maluca", hoje em dia,pode dar cadeia, DEVIDO A:
- Lei Affonso Arinos;
- Lei Eusébio de Queiroz;
- Artigo Quinto da Constituição;
- Código Penal;
- Código Civil;
- Código do Consumidor;
- Código Comercial;
- Código de Ética;
- Moral e Bons Costumes,
- Além da Lei 'Maria da Penha' ...

- Então, meu filho, como peço a porra desse bolo ?
- Bolo Afro-descendente com distúrbio neuro psiquiátrico...

Via Nani Humor






Permalink:





Sobre o Autor:
Crazyseawolf Para saber mais sobre o autor deste blog, visite o seu perfil no Google+ ou este link . Para enviar uma mensagem, clique aqui . Para outras informações, leia o FAQ .



4 comentários :

  1. Eu tenho verdadeira ojeriza desse tal de politicamente correto.

    E só para pegar o gancho "Já até me disseram que não é politicamente correto chamar a lousa de quadro-negro. O certo é chamar de quadro afro-brasileiro."

    Se alguém deixasse de me chamar de negra para me chamar de afro-brasileira a mim soaria como uma ofensa pois adoro minha cor marrom. Queria era ser tão negra e ter a cor tão perfeita quanto os africanos, mas as manchas me deixaram marrom. Uma pena.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkk
    Tudo em exagero é abominável
    Mto boa a crítica...

    ResponderExcluir
  3. @Iza


    Meu anjo, é pura hipocrisia tudo isso!

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google
 
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.