Postagem em destaque

Foi anunciada mais uma nova trilogia de Star Wars

Falta praticamente um mês para a estréia episódio VIII de Star Wars (Os Últimos Jedi) e os fãs nesta semana receberam uma grande novidade: H...

domingo, 2 de julho de 2017

Smartphones, vício, distração ou necessidade?

O iPhone completou dez anos. Será que Steve Jobs tinha noção da tecnologia e da inovação que estava criando e no que impactaria na vida das pessoas? O mercado de celulares seguiu essa tendência e praticamente temos smartphones de todos os tipos.

Cópias ou não do Iphone, esses dispositivos móveis acabaram se tornando uma extensão dos nossos corpos ou ate mesmo, das nossas vidas. Acabam sendo distrações, para alguns diversões, mas que podem se transformar em um vício que parece não ter fim.

Joy of Tech - A day without distraction!

Praticamente, eu não me lembro da minha vida antes da internet. A primeira coisa que faço ao acordar é pegar o smartphone para ler emails e verificar as redes sociais, Facebook e Twitter (como se alguém fosse me enviar algo na calada da noite ou na expectativa de alguma notícia importante). Indo ou voltando do trabalho, andando de ônibus ou metrô, mas sempre verificando algo no dispositivo. Com outras pessoas o vício é ficar batendo papo no Whatsapp intermitentemente ( bem, eu odeio falar com pessoas, isso pelo menos eu não faço!). Mesmo em casa, após um dia estafante de trabalho, não largamos o smartphone em cada atividade que fazemos. Dormimos com ele do lado, e no outro dia, recomeça a odisséia...

As pessoas simplesmente NÃO largam os seus smartphones de jeito nenhum, nem quando estão saindo com colegas ou até mesmo em seus horários de trabalho. Muito dizem que dá pra fazer as duas coisas sem problema algum, será? Uma coisa é certa, a nossa capacidade de concentração diminui com tantas novidades e/ou aplicativos e ficamos completamente viciados. O pensamento dispersa, não se mantém o foco e acabamos não sabendo como lidar com isso. Somos praticamente dominados por um dispositivo eletrônico que com certeza, faz com que nossos neurônios trabalhem menos e fiquem meio que paralisados com a quantidade de coisas que podemos fazer ao alcance do nosso toque. Me lembra aquela música do Titãs, "Tudo ao mesmo tempo agora!"

Leia esse artigo do El País: Smartphone, uma arma de distração em massa

Qual a solução? Já que o uso de smartphones ou tablets são inevitáveis, como fazer para que as pessoas aprendam a dosar o seu tempo e usar esses dispositivos com mais racionalidade? Eu não tenho a resposta, pois esses dispositivos são uma realidade e necessários no mundo atual. Eu só consigo pensar numa solução drástica que nos faz voltar às nossas origens: Livrar de toda a tecnologia e ir viver nas montanhas ou no meio do mato, longe de tudo e de todos, mas isso ninguém vai querer... Eu muito menos!

Quem tem a solução?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google