Pesquisa personalizada

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Game of Thrones e os problemas das obras adaptadas





Game of Thrones com certeza, é a maior série de todos os tempos. Mas como toda obra adaptada de livros/quadrinhos, sofre algumas modificações e a ira que surge dos fãs é inevitável. Infelizmente temos que entender que livros e televisão/cinema são mídias diferentes para públicos diferentes.

Joy of Tech - Three-eyd Raven, the video game!
Eu tenho alguns amigos xiitas que querem que tal série/filme seja adaptada fielmente ao que está no livro/quadrinhos com as cenas retratadas fielmente às passagens dos livros/quadrinhos, e no caso dos super-heróis,  que seus trajes sejam igualmente coloridos...

Houve um tempo em que eu também pensava assim, mas com o tempo fui aprendendo que as obras não são adaptadas apenas para os fãs, e sim para que alcança uma audiência maior. E por causa do formato, seja de uma série ou de um filme, algumas coisas tem que ser suprimidas e outras acrescentadas, como por exemplo, uma personagem de Game of Thrones suprimida na série de TV cujo atos foram divididos em três outras (quem leu os livros sabem de quem estou falando).

Senhor do Anéis foi uma grande trilogia, mas na adaptação do livro para a tela, muita coisa foi modificada, como por exemplo, o fato da Arwen ter resgatado o Frodo, nos livros quem faz isso é um outro elfo, Glorfindel. A Arwen nos livros apenas teve um romance com o Aragorn. Outra personagem dos livros que não apareceu em nenhum filme da trilogia é o Tom Bombadil, que ajuda os Hobbits a passarem pela floresta antiga e tem um detalhe importante: O um anel não funciona nele.  Mas como isso não teve grandes repercussões, Peter Jackson resolveu não usá-lo nos filmes. Existe muitas outras diferenças, mas alterou a grandiosidade dos filmes? Não. Eu mesmo me diverti e agora estou esperando pelo fim da trilogia com os Hobbits.

Quem lê os quadrinhos de The Walking Dead sabe que as coisas estão diferentes na série da TV. O próprio autor da história, Robert Kirkman, sabe que o ritmo de uma série de TV é diferente e aprovou determinadas mudanças. Aliás para ele é divertido junto a outros roteiristas  recontar a obra que ele mesmo escreveu de uma maneira diferente. Se o próprio autor concorda com isso, quem somos nós para reclamar?

Só tem uma coisa que eu ainda não admito, a mudança de etnia que está em desacordo com o que foi concebido! Vide por exemplo, o Rei em Demolidor (filme horrível com um ator horrível que agora vai ser o Batman...) e o Heimdall em Thor. Já o Nick Fury negro não me incomoda, pois essa mudança já estava nos quadrinhos bem antes dos filmes da Marvel serem feitos, na linha Ultimate. O pior virá no reboot do novo Quarteto Fantástico da Fox, onde um ator negro vai interpretar o Tocha Humana, que originalmente é loiro e é irmão da Mulher Invisível. Isso sim é destruir todo o conceito da obra.

Um outro grande problema das obras é a tradução, que nem sempre representa a idéia correta que o autor quis dizer. Game of Thrones não foge a isso, pois nos livros  e na série de TV há contradições. Podemos citar o Direwolf , que nos livros é traduzido como Lobo Gigante, nas legendas da HBO ficou Canis Dirus, mas aqui na webcomics acima decidi por Lobo Atroz (porque teve que caber no balão, he he!). Ou ainda o próprio nome original da obra que nos livros é A Song of Ice and Fire, que aqui no Brasil ficou As Crônicas de Gelo e Fogo. E ainda temos a própria HBO que trocou o nome para Game of Thrones lá nos EUA e aqui no Brasil manteve o nome em inglês.

Como podem perceber, existem muitas reclamações e mimimis dos fãs, muitas delas corretas e outras exageradas. Mas apesar de tudo, é um grande prazer ver essas obras que tanto cultuamos em diferentes mídias, outras possibilidades...

Nós, os nerds, agradecemos!


Permalink:





Sobre o Autor:
Crazyseawolf Para saber mais sobre o autor deste blog, visite o seu perfil no Google+ ou este link . Para enviar uma mensagem, clique aqui . Para outras informações, leia o FAQ .



2 comentários :

  1. Vamos resumir em palavras e objetividade nenhum empresa como as de Hollywood vão fazer filmes aos pés da letra caso seguisem o pé da letra toda a historia ninguém ia querer ver o filmes de autores consagrados de livros ao cinema e com certeza as empresas estaria falidas em pouco tempo o lance ai envolve lucros sem isso nem patrocinadores teria hollywood o que vale é a audiência em primeiro lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo envolve lucro, e adaptar uma obra integralmente pode ser possível mas temos que lembrar que os filmes deve abranger uma audiência maior do que os leitores fiéis, por isso certas mudanças são feitas.

      Excluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google
 
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.