Pesquisa personalizada

sábado, 6 de novembro de 2010

10 adaptações livres da famosa Filosofia Vampeta





Fonte: O Dia
A filosofia Vampeta é sábia. É ela que mantem a sociedade que nós vivemos. Eu a mencionei no post da semana passada, nas 10 sugestões para se dar bem num emprego público, e veio na minha cabeça, durante a semana, diversas situações nas quais ela poderia ser adaptada. Para quem não sabe, a Filosofia Vampeta é o nome que dou à uma frase famosa do jogador Vampeta, que na época em que estava no Flamengo, não estava recebendo o seu salário, lá pelos idos de 2001, e a soltou no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, aqui de São Paulo: "O Flamengo finge que me paga, e eu finjo que jogo!" Frase que gerou várias repercusões na mídia.

Eis abaixo, as 10 situações que pipocaram na minha cabeça:

1 - Eu finjo que trabalho, e a empresa finge que me paga! Frase original adaptada para qualquer outra situação empregacional.
2 - O governo finge que dá educação de qualidade e os professores fingem que ganham muito bem! É o que acontece em São Paulo nesses 16 anos de governo do PSDB, que agora serão 20.
3 - Eu finjo que ensino, e os alunos fingem que aprendem. Outra adaptação bem manjada sobre a situação do ensino em São Paulo.
4 - Eu finjo que gosto ou sou adepto de algo  só para te levar para a cama, e você acredita que tem poder sobre mim, e finge estar enganando a si própria. Ok, nada a declarar, a não ser que os homens são canalhas em potencial.
5 - Ela finge que goza na cama e eu finjo que sou um garanhão. Isso é um fato incontestável, no sexo cabe aos homens seguir o fluxo.
6 - Ela finge que você tem um pau grande e eu finjo que a satisfiz completamente. Outro fato incontestável no sexo. E é uma mentira saudável, pois mantem a normalidade da relação, se bem que... Deixa pra lá!
7 - Eu finjo que estou escutando as reclamações dela, e ela finge que me entende. Num relacionamento a dois, temos que ter paciência...
8 - O político finge que fala a verdade, e o povo finge que acredita, e ainda vota nele! Sim, vota porque o povo é que nem mulher de malandro, adora apanhar.
9 - Blogueiro finge que é jornalista, e seus leitores fingem que leêm seus posts. Blogueiro não é jornalista, me recuso a acreditar que sou um formador de opinião. PARA SER JORNALISTA TEM QUE TER DIPLOMA!
10 - Eu finjo que estou bem e feliz, e você finge se preocupar comigo. A vida é uma merda e ninguém está por aí com o que acontece contigo. A falsidade das pessoas é tão latente...
Bem, esta última frase resume tudo sobre a minha pessoa. Meu lado depressivo insiste em querer aparecer... Ok, missão cumprida. Se alguém tiver outras adaptações da Filosofia Vampeta, coloque-as nos comentários.


Permalink:





Sobre o Autor:
Crazyseawolf Para saber mais sobre o autor deste blog, visite o seu perfil no Google+ ou este link . Para enviar uma mensagem, clique aqui . Para outras informações, leia o FAQ .



6 comentários :

  1. 1- parece que voce nao gosta do PSDB, eaueauheauae. Concordo =P
    2- Para ser jornalista(pelo menos escrever para jornal) nao precisa ter diploma
    3- parabens pelo post.

    ResponderExcluir
  2. @João Inácio


    Obrigado!!! Mas diploma tem que ser necessário em qualquer situação, é uma opinião minha.
    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. @Neto


    Poxa, talvez no ápice de sua sapiência, você possa me ensinar como escrever um post que não seja uma merda. Aguardo sugestões!!! :)

    ResponderExcluir
  4. huaioehiouehiouehiouhe O Neto achou que cidão ia cair na provocação... =D

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google
 
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.