quinta-feira, 6 de junho de 2019

Google será investigado por antitruste pelo Departamento de justiça americano

O Departamento de Justiça americano pode supostamente liderar a investigação antitruste do Google. O Painel do Comitê Judiciário da Câmara já começou a investigação.

fonte: Android Police

O Departamento de Justiça está se preparando para conduzir uma ampla investigação antitruste sobre as práticas de negócios da Google, é o que disseram várias fontes a agências de notícias. O escopo da varredura parece incluir as principais operações de pesquisa e publicidade on-line da empresa. Essa especulação veio na esteira de uma série de penalidades e ainda aguarda julgamentos em outras partes do mundo sobre o comportamento anticompetitivo da Google.

Anteriormente, a Federal Trade Commission havia avaliado as práticas da Google antes da empresa concordar com pequenas medidas corretivas em 2013, cobrindo o uso de patentes essenciais padrão pelos concorrentes, distorcendo os resultados de pesquisa e permitindo que os clientes do Google AdWords exibissem campanhas em plataformas rivais. O acordo manteve a empresa totalmente intacta e sinalizou uma atitude negligente em relação ao crescimento irrestrito dos gigantes da mídia digital, como a rival Apple e o Facebook.

Em fevereiro, a comissão, talvez pega por trás da influência socioeconômica do setor de tecnologia, lançou uma força-tarefa dedicada à indústria. Fontes do The New York Times disseram que os advogados da equipe estavam investigando especificamente as práticas de busca e publicidade online da empresa. Desde então, começou a direcionar todas as partes que têm queixas de concorrência contra a Google para o DoJ. Foi o Wall Street Journal que informou pela primeira vez sobre a potencial sonda antitruste.

Nas últimas duas décadas,  a Google se tornou atualmente um pilar da sociedade digital global. Como conseguiu chegar até agora vem sendo de uma grande preocupação para os campeões da competição. Um de seus mandatos excessivos exigia que os fabricantes de dispositivos Android carregassem a Play Store como a loja de aplicativos padrão em troca da obtenção gratuita dos serviços padrão, como o Gmail, o Google Drive e o YouTube. Outro mandato era tornar o Google Chrome o navegador da padrão da internet e o Google o mecanismo de pesquisa padrão nesses dispositivos Android.

O governo russo e a Comissão Européia já emitiram multas múltiplas para a empresa, incluindo uma multa recorde de 4,34 bilhões de euros da comissão, como consequência do controle de ferramentas de comparação de compras do Google em seu mecanismo de busca. Até a Índia está também investigando a empresa.

Nos Estados Unidos, um número crescente de políticos vem pedindo que a empresa seja regulamentada de forma mais agressiva ou seja quebrada. Os republicanos em todo o governo há muito suspeitam que a Google foi tendenciosa em seus resultados de busca para favorecer os democratas e os grupos liberais. Em dezembro, o CEO Sundar Pichai foi interrogado por um painel do Congresso sobre o "Dragonfly", um dos esforços da empresa para reentrar no mercado de buscas chinês com um motor que cumpria as leis de censura - Pichai disse que o projeto foi exploratório e as tensões internas supostamente acabaram com o projeto, mas que com as tensões geopolíticas e comerciais exacerbadas entre Washington e Pequim, isso, juntamente com muitos outros espectros, permaneceu no Google.

Uma coisa é certa, o Painel do Comitê Judiciário da Câmara já começou a investigação da  empresa. O deputado David Cicilline (D-R.I.), que preside a Subcomissão Antitruste da Câmara, anunciou uma investigação sobre o estado da concorrência no espaço digital. O comitê vai investigar se "empresas dominantes estão engajadas em condutas anticompetitivas" e determinará se as leis existentes e as políticas de mercado são suficientes para apoiar a concorrência. O comitê estará realizando audiências e poderá solicitar informações de empresas do setor.

Posso ser leigo ou ingênuo nesse caso, mas ainda continuo com a mesma opinião já expressada antes. Se eu crio algo, eu posso exigir certas condições para que outros o usem, logo por que eu deveria abrir para outros concorrentes?  Que esses concorrentes sejam competentes e criem seus próprios produtos para competir de igual para igual.

Fonte: Android Police via The New York Times e The Wall Street Journal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google