sexta-feira, 1 de junho de 2018

Piadas de caminhoneiros

A greve dos caminhoneiros (ou locaute dos empresários) simplesmente parou o país. O engraçado é que é uma greve que pede intervenção militar... Pode isso Arnaldo? Esse pessoal precisa de aulas de História! Divirtam-se abaixo com as piadas de caminhoneiros!

Um caminhoneiro está dirigindo pela estrada morrendo de vontade de encontrar uma mulher. Ao passar por uma plantação de abóboras, ele pensa consigo mesmo: - Uma abóbora é macia, é úmida por dentro... Huumm...
Sem ver ninguém por perto ele pára o caminhão, escolhe a abóbora mais bonita, corta um buraco no tamanho apropriado e começa a transar com ela. Fica tão empolgado que nem percebe a chegada de uma viatura da polícia.
- Desculpe-me, senhor! - interrompe o policial. - Mas por acaso o senhor está transando com uma abóbora?
O caminhoneiro olha assustado para o policial e diz:
- Uma abóbora?! Pu*a que o pariu, Cinderela!! Já é meia-noite...

Um caminhoneiro gaúcho, de passagem por Santa Catarina, para em um bar onde tem na frente a seguinte placa:
Pastel - 1,50
cerveja - 3,00
Refri - 2,00
Massagem no órgão sexual masculino - 15,00
O gaúcho então chama a moça que está no balcão e pergunta?
- Escuta aqui guria é tu que faz a massagem no órgão sexual masculino?
A moça debruçando-se sensualmente sobre a mesa responde:
- Sim, sou eu.
E o gaúcho olhando bem nos olhos dela diz:
- Pois então lave bem essas mãos e me faz um pastel de carne.

Um caminhoneiro tinha o costume de levar o seu papagaio na boleia do caminhão e pedir auxílio quando precisava fazer uma ultrapassagem.
Numa ocasião, tinha dois Fuscas em fila e o motorista perguntou:
- E agora papagaio?
- Vai que dá! Vai que dá!
E a ultrapassagem foi um sucesso.
Mais para frente tinha duas carretas lentas e o motorista sem paciência fez que foi, não foi, voltou. E isso tudo deixou o papagaio irritado. Então ele pergunta:
- E agora papagaio?
- Vai que dá! Vai que dá!
Então ele ultrapassa a primeira, mas quando ia ultrapassar a segunda estava vindo um caminhão no sentido contrário. Ele se desesperou:
- E agora papagaio?
- E agora? Agora eu vou voar! Eu vou voar!

O caminhoneiro, depois de 12 horas de viagem ininterrupta, parou num boteco para esticar as pernas e pediu uma cerveja.
Assim que o dono encheu o seu copo, doido para jogar uma conversa fora, ele começou:
— Você viu essa história do Frei Galvão?
Ao que o dono do bar respondeu:
— Olha, o senhor não me leve a mal, mas eu não gosto que falem de religião aqui no meu bar.
— Tudo bem!
Alguns minutinhos depois ele tornou:
— E a nova contratação do Corinthians? Acha que vai dar certo?
E o dono do bar:
— Desculpe novamente, mas também não gosto que falem de futebol aqui no bar.
O sujeito coçou a cabeça, tomou mais um gole de cerveja, fez uma pausa e disse:
— E essa bandalheira que está acontecendo no governo, você tem acompanhado?
— Por favor, nada de política aqui também!
Aí o sujeito se irritou:
— E sexo? Pode falar de sexo aqui no seu bar?
— De sexo? Pode, claro que pode!
— Então vá se f*#@*@*@#!*!#er!

O caminhoneiro estava no seu leito de morte e pergunta
a mulher, com voz moribunda:
- Mulher, sei que estou morrendo e nada disso mais me importa agora, mas só por curiosidade, você já me traiu alguma vez na vida?
Ela enrubesceu, titubeou, mas acabou confessando a verdade:
- Sim, meu marido! Eu te traí sim, mas apenas duas vezes e somente para te ajudar.
- Como foi a primeira? - Indagou o marido.
- Você se lembra daquela vez que pediu um empréstimo ao banco para trocar o caminhão e eles não liberaram nunca o dinheiro e você já estava ficando desesperado? E de repente o dinheiro foi liberado de uma hora para outra?
- Sim. . . Tem razão, foi por uma boa causa, naquela época eu estava até pensando em me suicidar. E a outra vez?
- Você se lembra quando se candidatou a Presidente do Sindicato e faltavam apenas 165 votos para vencer?

A loira estava saindo da concessionaria com seu novo carro quando deu uma fechada num caminhoneiro e os dois ficaram parados de lado. O caminhoneiro saiu furioso do caminhão, puxa um giz do bolso e desenha um círculo no chão.
- Não sai desse círculo. - disse ele.Então ele entra no caminhão, pega um porrete e quebra todos os vidros do caro da loira. É então que ele percebe um sorrisinho maroto no rosto da loira.
- Tá achando engraçado.
Ele pega a chave do caminhão e arranha a pintura do carro da loira.
- Ri agora, ri!
E a loira continua com seu sorriso.
Furioso o caminhoneiro pega uma estaca e estoura todos os pneus da loira.
— Agora já chega, né!
E a loira estava lá segurando a gargalhada.
— Agora chega. -resmungou o caminhoneiro totalmente nervoso.
Ele pega um galão de gasolina, derrama no carro da loira, acende um fósforo e põe fogo no carro.
— Agora você tira esse sorrisinho!
Ele é então interrompido pelos risos histéricos da loira!
- Caramba, de você tanto acha graça? — pergunta ele.
- É que enquanto você não estava olhando eu saí do círculo quatro vezes.

fonte : NH
fonte: Humor Político
fonte: Carlos Amorim


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google