quinta-feira, 21 de junho de 2018

Facebook testa opções de assinatura pagas para grupos privados

O Facebook está testando opções de assinatura pagas para grupos privados. Mas fiquem sossegados e não comecem a propagar que o Facebook vai deixar de ser grátis.

fonte: The Next Web
O Facebook anunciou ontem um programa piloto que vai permitir a cobrança dos administradores do grupo por conteúdo exclusivo aos seus membros. Em um post no blog, a empresa revelou que o teste incluiria um pequeno número de grupos nos nichos dos pais e da família, incluindo o planejamento da faculdade, preparação de refeições e limpeza doméstica.

De acordo com Sara Mueller, que iniciou um grupo de limpeza chamado Declutter My Home:

"Desde que comecei o Declutter My Home, foi motivador e gratificante ajudar outras pessoas a abrir caminho para limpar suas casas de desordem desnecessária e criar um espaço seguro e de apoio para as pessoas se unirem em torno desse objetivo comum. Com o novo grupo de assinantes Organize My Home, poderei fornecer a essa nova comunidade maneiras mais interativas de ter uma casa organizada como mini-projetos, desafios de grupo, treinamentos e perguntas e respostas ao vivo, mantendo o grupo original como uma solução robusta. comunidade para obter conselhos e motivação gratuitos."

O Facebook observa que os grupos vão continuar sendo gratuitos. Em vez disso, os administradores terão a opção de criar subgrupos premium dentro deles. Uma fonte familiarizada com o programa disse que os administradores do grupo poderão cobrar até US$ 29,99 (mensalmente) durante o piloto. Por enquanto, o Facebook não estará coletando uma parte das taxas de inscrição.

Para os administradores que executam grupos que exigem muito tempo e energia, a capacidade de monetizar seus esforços parece fazer muito sentido. Na realidade, o sucesso do piloto é quase uma conclusão inevitável. Para que o Facebook continue seus esforços para monopolizar a criação de conteúdo on-line, será necessário incentivar editores, criadores e outras pessoas a produzir o conteúdo que as pessoas atualmente visitam a plataforma para ver.

Nada mais justo que os donos de grupos possam lucrar com os seus esforços para criarem conteúdo mais relevante, mas numa rede social? Por que não um blog ou um fórum? Blogs e outros serviços já fazem isso para oferecer conteúdo extra aos seus usuários, mas será que isso poderia rolar numa rede social tão contestada quanto o Facebook? Eu vou ser sincero, não usaria o Facebook em nada que envolva dinheiro. Como é um teste piloto, a rede social verá a recepção e com certeza, vai arranjar um jeito de arrecadar grana no futuro. Os olhos de Zuck brilham!

fonte: The Next Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google