Pesquisa personalizada

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Dizem que sou louco...



Recebi um comentário na qual o autor pede para que eu procure uma ajuda psicológica. Alguns também já me recomendaram isso, mas o meu problema é com o mundo e a hipocrisia ululante daqueles que vivem nele.
Não haverá psicologia nenhuma que me ajude enquanto eu tiver que enfrentar as dificuldades que encontro tanto no trabalho quanto em casa. Tenho uma profissão estressante que acaba com qualquer boa vontade que eu possua em tentar mudar certas atitudes minhas, porque não depende só de mim, depende também daqueles com que tenho de aturar. Para não ter que avançar em cima de certos espíritos de porcos que me enfrentam, acabo muitas vezes socando as paredes ou mesmo destruindo algo para me aliviar. È certo que ouço coisas do tipo: “mano, o cara é louco” ou “ele existe de verdade?” e outras coisa do tipo.
Se gosto do que faço? Sim, o problema é que existe uma legislação que não dá apoio a nenhum profissional do ramo e isso acaba comigo. Eu poderia apenas deixar para lá e não fazer porra nenhuma como muitos que conheço, pois no começo do mês o salário é igual para todos, tendo trabalhado ou não, mas eu não sou assim e me torturo cada vez mais.
Em casa, a situação não é tão diferente, pois existem aproveitadores que sempre querem tirar uma lasquinha. Eles me culpam pelo insucesso deles porque eu segui a vida em frente e tenho ensino superior. Se eu cheguei nessa situação foi porque tive que batalhar muito e não recebi nada de mão beijada de filho da puta nenhum. Portanto se sou áspero em certos assuntos é porque a vida me fez assim. Não agüento ouvir lamúrias de ninguém. E assim criei um manto de insociabilidade que permeia essa minha vida miserável.
Mas as vezes quando me olho no espelho sinto que realmente eu deva sofrer de alguma faculdade mental.
Se for o caso, sim devo ser realmente louco!


Em tempo, já está no ar mais um capítulo da história da raça humana, a quem possa interessar!




domingo, 25 de fevereiro de 2007

Um desabafo e algumas rapidinhas



Nunca confio em nada que sangra durante cinco dias seguidos... e é a mais pura verdade. A vida me ensinou isso pois só levei chumbo quando eu tentei ser um pouco mais emotivo. Uns dizem que nem todas são assim e que eu só dei azar de encontra-las desse jeito, e que eu deveria tentar um pouco mais. Tentar? No way man!
Apenas eu e somente eu sei o que tive de agüentar no passado e agora estou escolado. Elas pisam em você quando percebem alguma fraqueza ou dependência. E elas são implacáveis.
Elas te transformam em meros cachorrinhos ensinados, e acabam com a sua individualidade. Você se nulifica!
Numa relação, sempre acreditei em direitos iguais, onde cada parte prezasse a individualidade do outro, e que houvesse confiança em ambas as partes. Mas essas coisas são utópicas. E a guerra de interesses torna-se então evidente.
Mas alguns dizem que eu nunca amei de verdade, e que não encontrei a pessoa certa... E nem quero encontrar. Prezo a minha liberdade e ponto final.

Obs.: A frase do começo vem do longa animado de South Park, dita pelo professor daqueles pestinhas.


E que calor, héin? Sai hoje de manhã para jogar magic e o sol já estava em seu lugar, esquentando a tudo e a todos, e durante a tarde para variar, uma chuva torrencial. Uma coisa é certa, a ação do homem na natureza é um dos motivos pelo qual o clima no mundo estar meio que “tresloucado.” E não vai parar por aí, coisas piores virão. O futuro é negro, pessoal!

Como falei em magic, hoje fui top 4 na Devir, num torneio tipo 2. Nada para comentar, já que ultimamente, minhas participações são tão toscas quanto os jogos do Corinthians.

Bem, li em algum lugar (não me lembro) que a partir de amanhã, tudo sobre o possível show do Aerosmith será divulgado. Portanto, essa semana eu e a maioria dos fãs estaremos em estado de espera. Qualquer novidade posto aqui.


O próximo capítulo da História da raça Humana já está pronto, mas em fase de retoque. Nessa semana de planejamento nas duas escolas, não tive tempo de escrever nada e nem ao menos sonhar!




sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Sexta e a minha natureza destrutiva! A Educação é um fiasco!



Existem certas coisas que realmente faz o meu mau humor subir às alturas, e hoje a causa foi uma palestras de duas pessoas da Delegacia de Ensino vindo falar tantas baboseiras que revoltou grande parte dos professores ali reunidos.
Não vou ficar aqui colocando tudo que foi dito, mas uma parte foi de lascar.
Inquiridos sobre o fato de muitos alunos chegarem ao ensino médio sem saber ler ou escrever, e sobre as causas, e se não seria melhor a volta do tradicional(o velho bê-a-bá), saiu algo assim:
“No passado, a geração era outra, e esse método era o que existia, mas hoje os tempos mudaram, essa geração que está aí tem muito mais acesso a informação, e o tradicional para eles é difícil...”
Difícil? Mas como? No passado éramos muito reprimidos, e concordamos que hoje os tempos são outros, então quer dizer que velhos métodos para eles são difíceis?
E a mulher afirmou categoricamente: Sim, é difícil!
Não é uma contradição? Com toda essa tecnologia, eles deveriam tirar de letra, mas... sim, é difícil!
Logo criam-se pedagogias e mais pedagogias no intuito de afirmar o óbvio: o método tradicional ensinava muito mais. Mas não querem dar o braço a torcer, para eles, a progressão continuada é muito melhor, bem, e o resultado após mais de dez anos pode ser conferido com essa geração que passou: a educação está sendo um fiasco!
Após essa tragédia que foi a palestra, sai do colégio com uma vontade de destruir alguma coisa...

Após três derrotas no torneio de hoje, sai nervoso e com vontade também de destruir alguma coisa...

Mas ao chegar em casa, a cerveja foi o meu calmante nessa sexta desastrosa.

E nesse momento que escrevo, estou vendo que essa sexta-feira não vai me oferecer mais nada. O negócio é ir dormir e esperar que amanhã seja melhor.

Minha natureza destrutiva está ativa!




terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

Achologia, carnaval, Net...



Conselhos então, existem a mil. Todo mundo de repente virou o exemplo a ser seguido.
Tenho medo, mas muito medo das pessoas que afirmam categoricamente, batendo no peito, que são isso ou aquilo, que faz isso ou aquilo.
Acho (lá vou eu!) que essas pessoas não conseguem olhar para seu próprio umbigo e ficam se importando com os dos outros. Já expressei minha opinião sobre as pessoas que não querem enxergar o que ocorre debaixo de seus narizes, e em sendo assim, se voltam para outras na tentativa de fazê-las às suas imagens. Tenho pena dessas pessoas, mas prefiro ficar bem longe delas, por isso sou tão anti-social. Aliás, meu mau humor acaba afastando-as, mas tem sempre aquelas que não desistem. Então já vou dizendo: sou um caso perdido, logo não percam tempo comigo, vão procurar outro para encher o saco.

Eu juro que tento não usar a achologia no meu dia a dia. Tento expor minhas opiniões mas sem querer influenciar ninguém. É apenas o meu pensamento em ação. Vivemos numa democracia e eu expresso o que eu quiser.

Estou pouco me lixando se alguém está ou não se perdendo nas drogas, ou se estão sendo traídas ou enganadas, pois eu sempre digo, quem procura acha, e se ela está nesse caminho o problema é dela, ajudo na medida do possível, mas se ela quiser, pois não irei insistir, o que não vou fazer é encher o saco dela dando conselhos inúteis, que entram por um ouvido e saem pelo outro. Seja a idade que for, ela sabe o que é certo ou errado, ela mesma escolhe seu próprio caminho. E tenho dito!

E hoje na minha região, fogos e tiros para tudo quanto é lado. Depois, mais tarde vim a saber que a escola de samba do meu bairro ganhou o carnaval. E agüentar o barulho é foda. Bando de desocupados, que passam o ano inteiro na miséria, e que vivem pedindo dinheiro, uns roubam e matam, outros vegetam, mas sempre conseguem uma boquinha nessa época infernal. Dinheiro para montar fantasias esdrúxulas tem aos montes, mas para colocarem comida no prato de seus rebentos... Aliás, já falei que odeio o carnaval?

E estou quase me contendo para não tirar sarro de certas pessoas porque sei que vou arranjar problemas, mas parece que a NET já está começando a fechar os canais inadvertidamente abertos.
Merda de país esse que vivemos onde uns querem levar vantagens sobre outros. Se a justiça realmente funcionasse, não haveria cadeia para todo mundo.




domingo, 18 de fevereiro de 2007

Quickies with a joke!



Bwahahaha! Chamaram-me de comedor de sabão. Bem, eu soube que lançaram uma linha com shampoo e condicionador de chocolate. Nem vou chegar perto, senão, vou querer beber... vício é foda, isso me lembra partes de minha infância, onde eu gostava de comer talco! É que parecia maizena...

E todos, sem exceção me perguntam: “O que aconteceu?”; “Porque você cortou o cabelo?”; “Porque essa mudança tão radical?”...
A única resposta que dei foi essa: “Foi por causa da minha natureza destrutiva!”, e nem entro em detalhes.

Vários sites e jornais dão como certo a vinda do Aerosmith, e o tão aguardado show será em 13 de abril, e já anunciaram que a banda de abertura será o Velvet Revolver, mas não vi a confirmação ainda oficial da banda, ou da própria empresa que pretende traze-la (leia o post anterior, na qual reproduzo o e-mail que recebi dela).
Vários shows estão sendo confirmados pelo mundo, até na Argentina. Os ingressos já estão a venda pela internet, mas e no Brasil?

E meu time continua a dar vexame. Sem comentários. E nem vou falar de magic, a minha onda de azar voltou novamente.

A propósito, já falei que odeio carnaval? E que ninguém chegue perto de mim, meu mau humor está insuportável, nem eu mesmo me agüento. Deveria cair uma chuva torrencial para inundar e acabar com tudo, infelizmente, choveu durante o dia. Por causa dessa comemoração inútil, o povo, que em sua maioria é inculta e manipulável, esquece dos problemas que o país enfrenta em todas as esferas. Isso me revolta.

Em tempo, mais um capítulo da História da Raça Humana está online.

Aí vai uma piada infame:

Jesus estava pregando, como sempre fazia e se dirigia para cada um de seus seguidores:
- João, venha aqui e pega a minha mão!
- José, chega aqui e pega no meu pé!
Aí então, ele vê um deles recuando e pergunta:
- Porque tu estás se afastando, caro Nicolau?

Eu sei, essa foi muito tosca...

It’s the end of the world as we know it! I feel fine!




sexta-feira, 16 de fevereiro de 2007

Quickies on friday



100º post, e nada para comemorar, meu mau humor continua... Alias, já mencionei que odeio carnaval?

Começo das aulas no estado, e já estou com os meus cabelos em pé. Já percebi que esse vai ser um ano bem longo, duas escolas, dois sistemas de direção bem distintos, será que eu piro? Ser efetivo só tem uma vantagem: estabilidade! Quanto ao resto...

Todos sabem que sou um chocólatra inveterado, e nessa semana cheguei ao meu ápice: descobri que existe sabonete de chocolate, não deu outra, fui comprar. Na hora que abri e vi aquele sabonete todinho marrom com aquele cheiro de chocolate, não tive duvida, dei uma mordida! Cuspi tudo, e tive que ficar com esse gosto de sabão na boca por um tempo. Essa minha loucura por chocolate pode ser um de meus possíveis fins...

Deu em todos os portais, mas nada foi confirmado no site oficial da banda nem de seu fã clube oficial. Até mandei um e-mail para a empresa responsável e olhem a resposta:

RES: Fale Conosco CIE

SAC. Serviço de Atendimento ao Cliente
15 de Fevereiro de 2007 20:08
Destinatário da resposta: sac@ticketmaster.com.br
Para: ap.rosario@gmail.com

Prezado Sr. Aparecido,

Agradecemos seu contato e informamos que, até o momento, não recebemos informações a respeito deste evento.
Nossa programação pode ser acompanhada pelo site
www.ticketmaster.com.br.

Atenciosamente, SACServiço de Atendimento ao Cliente TicketmasterTelefone: (11) 6846-6200Fax: (11) 6846-6101Site:
www.ticketmaster.com.brEmail: sac@ticketmaster.com.br


Enviada em: quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007 10:32Para:
sac@ticketmaster.com.brAssunto: Fale Conosco CIE
Prezado colaborador,
você esta recebendo uma mensagem de um usuário do site Cie Brasil: Usuário - AparecidoE-mail - Mensagem - O show do Aerosmith está confirmado? Quando começarão a venda dos ingressos?

Estou achando que essa vinda do Aerosmith vai mixar... De qualquer maneira a grana está guardada!

E uma notícia que me alegrou, Guns’n’ Roses pode voltar com a sua formação oficial, segundo o antigo baterista Steven Adler, mais uma novela que continua ( lembram do cd Chinese Democracy?)...

O canal VH1 está dando um banho na MTV. Os clipes são sempre a atrações principais, só espero que a filial brasileira não faça merda e deixe o canal do jeito que está.

That’s all, folks!




domingo, 11 de fevereiro de 2007

Pessoas cegas ou ingênuas?



Parece que algumas pessoas são tão cegas e eu me sinto um idiota só tentando compreende-las.
Na verdade acho que elas sabem o que acontece, o problema é que elas tentam tampar o Sol com uma peneira, ou querem acreditar que o mundo é cor de rosa.
Ás vezes, é mais fácil colocar a culpa no Diabo, e no caso de algumas, isso é verdade, por elas serem irritavelmente “crentes”.
É a hipocrisia que alimenta essa atitude.

Ninguém é santo, todos têm alguma culpa, todos têm segredos escondidos. Falar é fácil, dar conselhos então... Nessa hora todos são donos da verdade, sai muita coisa da boca, um papel aceita tudo que for escrito e a tela de um computador aceita tudo que for digitado (nossa, que profundo...),
A vida é uma mentira, estamos cercados de tantos tabus, dogmas, preconceitos que me dá nojo de pertencer a raça humana.
Sim, vivemos uma mentira, entregamos muitas vezes nossa vida para uma mentira, nossos relacionamentos são construídos com base na mentira. É a mentira que alimenta a nossa alma.
Que mentira? Aí fica a cargo de vocês imaginarem. Para cada situação, para cada problema, alguma coisa de podre existe, é só cavar bem fundo, que você vai encontrar.

Por isso, sou insociável. Não gosto de festas, não suporto cumprimentos, gosto de curtir alguns de meus momentos sozinho. E muitas vezes ninguém compreende, e querem me impor coisas que não acredito ou suporto. Odeio muito tudo isso.

Ontem fui para uma loja na zona leste para jogar um torneio que não aconteceu por falta de jogadores. Mas quero deixar um detalhe que confirmei: A zona leste é o cú de Sampa!
Desculpem se ofendi alguém, mas realmente não me sinto bem indo nessa região da cidade. Parece que eu penetro numa dimensão diferente.
Sinto-me ameaçado a todo o momento quando olho nos rostos de cada pessoa dessa parte da cidade, parece que elas querem te devorar e sinto como se fosse um aviso: saia daqui porque não é seu lugar!
Essa sensação eu não sinto nas demais partes da cidade, mas, por exemplo, só o fato de pegar o metrô na linha leste, que começo a sentir tais coisas. O pior é que tenho muitos conhecidos que moram lá e me dou muito bem com eles. Será que é psicológico?

Bem, mudando de assunto, tomara que hoje seja um dia de ver bambis chorando e totalmente desesperados, pelo menos vou rir muito e esquecer esse fim de semana xexelento.

Em tempo, o terceiro capítulo da História da Raça Humana
já está no ar. Novas visões acontecendo!




sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

People, people, people!



Vocês não tem um certo ódio de algumas pessoas que de repente surgem com aquelas idéias mirabolantes, que podem afetar a sua rotina do dia a dia e adentrar num mundo desconhecido que faz sua mente se revirar de tanto enjôo?
Pois é, sempre aparece uma figura dessas para bagunçar o coreto, e se você não entra na dela, é considerado um vilão da pior espécie. Na verdade, eu quero é me livrar de problemas, e não arranjar mais. Sei que algumas pessoas necessitam ser estrelas, bem, não as condeno, mas que vão com essa vibração para bem longe de mim. Uma coisa eu aprendi a duras penas, que é não abrir a boca em hipótese nenhuma, assim você não vira uma vidraça. Como já dizia o velho ditado: em boca fechada não entra mosquito.
Entendam que eu não sou contra mudanças, mas que não quero responsabilidades girando ao meu redor.
Tenho uma vida para viver, mesmo que porcamente, e levar trabalho para casa ou usar meu tempo livre para satisfazer idéias de outrem, não me satisfaz. Não quero acabar como muitas pessoas que vivem seu trabalho 24 horas por dia e que não percebem que existe vida além disso.
Se a carapuça servir para alguém, o que eu posso fazer?

Ontem passei de novo na estação do metrô e o sinal não disparou, mas que um dos guardas ficou me fitando com aquela vontade de me encher de porrada, ficou sim. Será que agora toda vez que eu for a estação terei que agüentar isso? Bem, não posso reclamar, quem mandou eu falar demais?

Ah, não fui despedido, que droga. Mas levei uma bela de uma bronca. Foi quase uma hora ouvindo e ouvindo o chefe despejando coisas como responsabilidade, compromisso e coisas do tipo. Na verdade queria que ele me mandasse embora, mas na verdade ele espera que eu peça a conta, e isso não irei fazer. São mais de 14 anos nesse colégio e não vou perder o que tenho direito. O erro foi dele em não ter acertado as contas no momento em que comprava o estabelecimento. Existem mais duas colegas que estão na mesma situação. E assim a gente vai levando...




quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

Minha natureza destrutiva



É verdade, tenho uma natureza destrutiva dentro de mim. Eu estava lendo sobre pessoas bipolares e tudo se encaixa comigo. Existem pessoas que precisam beber ou se drogar para que suas naturezas aflorem, mas eles têm uma desculpa. Eu não! Não preciso beber ou me drogar para que minha natureza destrutiva apareça, ela está bem latente no meu mau humor, depressão e coisas do tipo.

Odeio, mas odeio mesmo que mexam nas minhas coisas, que peguem algo que é meu e não devolvem, e a minha natureza destrutiva entra em ação. Hoje aconteceu algo e eu causei uma destruição. Sim, quando me tiram do sério, sinto a necessidade de destruir alguma coisa, porque senão não sei o que pode acontecer com quem estiver ao meu lado.

Talvez essa seja a razão pelo fato de não querer ter uma pessoa ao meu lado. Se eu mesmo não posso me controlar, como vou dar segurança para alguém?
Nesse momento que estou escrevendo, já estou mais calmo. Mas aquela vontade de espancar alguém ainda está presente. Para que isso não aconteça, preciso destruir alguma coisa... Repeti isso de novo, não é? Mas preciso manter isso em mente porque senão, algo pior pode acontecer.

As coisas parecem se acumular, tanto financeira quanto emocionalmente. O fato de que terei que me dividir nesse ano em dois colégios estaduais ainda não engoli. Sinto que fui boicotado na atribuição. Existem pessoas que me odeiam e que querem me ver bem longe no trabalho e sinto também que a coisa foi premeditada.
As aulas nem começaram e já tem neguinho querendo ver o meu fim.
É o fim da picada.

Estou vendo que 2007 será mais um ano difícil de se levar, a não ser que...




domingo, 4 de fevereiro de 2007

Quickies on sunday



Não sei se comentei, mas tiver que dividir as minhas aulas em duas escolas do estado. E é claro, vou tentar amanhã arranjar uma outra escola para abrigar toda a minha carga, através do artigo 22. Isso me deixou muito irado, pois é muito estranho uma escola do porte que leciono, não ter classes suficientes. Até parece conspiração (já me falaram que sou paranóico, vejo conspiração em tudo).

Soube, por intermédio de uma comunidade do
Sweet no orkut, que a banda vem ao Brasil fazer algumas apresentações ao lado do Slade. O Sweet é a banda pai do hard glam rock, e infelizmente dois de seus integrantes já faleceram, mas que continua ativa nas mãos de Andy Scott. A juventude setentista vai adorar rever clássicos como Hellraiser, Fox on the run, Ballroom Blitz, Co co, Set me free, Funny funny, entre outras. Esses caras que hoje fazem lixos industriais como emocore, nu metal ou hardcore mela cueca, deveriam ir ao show para aprenderem a saber o que é rock de verdade.

E o Aerosmith continua a
confirmar mais shows em sua turnê mundial, mas no Brasil...

Nesta semana, foi lançado o novo sistema operacional da Microsoft, o Windows Vista, e para falar a verdade, vou esperar um tempo até que as correções aconteçam. Lembram do Xp? A atualização monstro que saiu depois? Pois é, apesar de falarem que este novo sistema é bem mais estável e a prova de invasões, nunca se sabe. Em se tratando do SO do Sr Bill Gates, tudo pode acontecer.

Descobri um programa gratuito que faz fotos 3x4. É o IDPhotoStudio. Fácil de usar, basta selecionar a foto em seu pc e ele dá a opção de fazer até 16 cópias numa única folha. Deêm uma olhada
aqui. Podem pegar, não tem adware ou qualquer outro código malicioso.

O 2º capítulo da
História da Raça Humana já está no ar. Confiram. That's all folks!




quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

Como ir do céu para o inferno em um só dia!



Nervoso com a atribuição das aulas no estado. Furioso porque as aulas no particular começaram nessa semana, e saber que houve uma redução no meu salário, cheguei a uma situação bem peculiar e muito engraçada.

Estava eu indo em direção ao outro colégio particular que trabalho, para começar o ano letivo quando me deparo com uma conhecida na mesma rua do estabelecimento. Conversa vai, conversa vem, ela me solta aquela pérola: "Tô afim de fazer alguma coisa agora..." E a dúvida cruel povou minha mente:

"Devo ir trabalhar, enfrentar aqueles aborrescentes que vão me deixar nervoso, além do diretor que vai me dar uma bronca porque não fui um único dia na semana de planejamento (semana passada) ou...
Poderia ter uma tarde de prazeres inimagináveis e sem fim com uma gata espetacular?"

Bem, vocês podem adivinhar qual foi a minha decisão...
Ah se toda quinta feira fosse assim como essa... eu já estaria desempregado mas realizado. Ainda morro disso.

E como para mim sempre tem algo para me ferrar, pois nem tudo dá certo porque eu já disse, o universo conspira contra mim... bem, instalaram no Metrô detetores de metal, e justo na hora que eu passei, o negócio apita, e lá vem dois trogloditas empunhando cassetetes na mão me intimidando.
Não vou abrir minha mochila de maneira alguma, disse eu e ainda a clássica fala, você sabe com quem está falando? Bem, após uma discussão sem sentido, fui persuadido a fazer o que os caras mandaram, e deram de cara com o meu guarda chuva, máquina digital e muitas moedas de 1 real. Depois que souberam que eu era professor, pediram desculpas e adentrei no trem e voltei para a casa.
Depois da tarde espetacular, eu sei que falei para os caras o que não devia, mas o problema é que eu estava entorpecido de tanto prazer.

Com certeza, já devo ter sido despedido. Para falar a verdade, estou nem aí com isso.


Um pequeno detalhe: adoraria que as pessoas se identificassem em seus comentários. É muito fácil se esconder sob a forma de anonimato.




Google
 
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.