sábado, 31 de janeiro de 2009

O dia em que eu quase virei um churrasco

No final do ano passado, houve um acontecimento que quase se tornou fatal não só para mim, mas a todos na minha família. Agora, que mais de um mês já passou, posso contar o ocorrido. 

No último domingo do ano, muitas pessoas aqui na rua passaram o dia se embebedando com tudo que tinha direito, além das drogas que rolam soltas, com a conivência da polícia. Já no final da tarde, com os ânimos bem exaltados, houve brigas, de rolar no chão entre elementos de dois casais. Como sempre o motivo foi traição, chifres, honra masculina sendo posta em xeque. 

Estávamos todos nos divertindo, quando esse acontecimento ocorreu. A turma do deixa disso veio e separou os dois casais, e parecia que tudo já tinha sido resolvido. Por volta das 11 da noite, todos em minha casa já tinham se retirado para a cama, eu estava dando uns retoques no post da segunda, e à meia noite também fui dormir. De repente, uma gritaria vindo da rua acordou a todos, isso já era após uma hora da manhã, e podia se ouvir coisas do tipo "Saiam da casa", "vai explodir". 

Eu me levantei meio zonzo e ouvi meu primo na rua mandando que todos saíssem imediatamente. Eu fui o último a sair e ao chegar no portão, senti o cheiro de fumaça, madeira estalando e o ar quentíssimo. Era a casa ao lado que estava pegando fogo. Um dos casais da briga era nosso vizinho. 

O marido, colocou fogo na casa na tentativa de assassinar a esposa infiel e seus 4 filhos. O desespero tomou conta de todos na rua, em especialmente da minha família, porque o incêndio tomava proporções cada vez maior, e a parede de nossa casa estava muito quente, indicando que esse incêndio poderia se alastrar para o nosso lado. 

Os bombeiros chegaram antes das duas da manhã e felizmente contiveram o incêndio, a rua ficou lotada de viaturas policiais, e só tivemos a permissão de entrar na nossa casa quase as três da manhã. O resultado final foi que o marido teve queimaduras de terceiro grau e foi direto para o hospital, mas também foi indiciado por tentativa de homicídio. A esposa conseguiu retirar as crianças antes que o incêndio tomasse proporções maiores, mas eles perderam tudo, a casa foi totalmente destruída. 

Não vou dizer que tudo foi por causa da bebida, porque acredito que ela só potencializa aquilo que temos dentro de nós. Ninguém fica violento por causa da bebida, essa pessoa já é violenta por natureza. A bebida apenas libera esse lado, amplificando-o. Quanto a traição, prefiro nem comentar. Acontece coisas bem piores aqui onde moro, e acredito que essa tragédia demorou demais para acontecer. 

A tragédia iria acontecer de uma forma ou de outra por causa do comportamento dos envolvidos que já era conhecido há algum tempo. Bem, é isso aí. Eu queria compartilhar esse acontecimento com vocês mas esperei o tempo passar. Após mais de um mês do acontecido, acredito que estava na hora de escrever sobre isso. Ah, essa marvada pinga...

4 comentários:

  1. Nossa, Cidão! Que triste! Bom, perderam tudo, mas pelo menos ninguém morreu, né? Concordo com vc sobre a questão da bebida, ela apenas 'dá coragem' para que a pessoa ponha para fora suas más tendências...

    Bom final de semana! Bjos! :)

    ResponderExcluir
  2. Não entendo como uma pessoa pode querer mataruma pessoa só porque foi "traída", o que pra mim nem é traição. Levou chifre? Se conforme, é como uma vez em que reclamei das músicas de corno que estavam escutando no bar, e o corno disse: mas todo homem um dia vai ser corno!

    ResponderExcluir
  3. eae cidão.. vai consolar a recem separada??

    haha

    se a pessoa prometeu ser fiel tem que ser..

    ^~

    ResponderExcluir
  4. Adriana: A bebida é apenas uma desculpa mesmo. Obrigado, meu anjo!


    Kazuyia-kun: A coisa é complicada. Levar um chifre ainda está relacionada a honra. Lembra do velho jornalista que assassinou a companheira 30 anos mais nova por causa disso? Ele alegou algo que está na lei, a tal da desonra...

    Gama: É... Agora a dita cuja está livre para fazer o que quiser... Mas eu estou fora, já tenho dois abacaxis para descascar.

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Linkem me:

Related Posts with Thumbnails
Google