Postagem em destaque

10 motivos pelos quais eu odeio o Natal

Eu odeio festas de fim de ano, principalmente o natal. Sinceramente eu não me encaixo nesse status quo onde a hipocrisia das pessoas parec...

sábado, 3 de janeiro de 2009

Reforma ortográfica? Sou contra!

Vocês já repararam que eu tenho um selinho na coluna ao lado contra a reforma ortográfica? Eu tive a idéia de fazê-lo ao navegar pelo IG, pois lá tem um selo parecido, dizendo que o portal adota a nova reforma, e o que é pior, em todos os artigos. Aquilo me encheu o saco e como eu sou contra essa reforma, achei uma bela maneira para protestar.

Não ao acordo ortográfico!
E a tão malfadada reforma já está em vigor! E como sou um defensor de causas perdidas venho aqui dizer a todos que EU SOU CONTRA E ME RECUSO A USÁ-LA! Não vou aqui jogar fora mais de 30 anos de aprendizado só porque alguns canalhas corruptos assinaram e aprovaram esse projeto tão ridículo.

São as diferenças que trazem um certo sabor para determinada língua.

A língua inglesa, por exemplo, possui muitas variantes em todo o mundo, cada país que a adota tem as suas particularidades e é isso que a torna rica. Seja nos EUA, na Inglaterra, em Gales, na Austrália, seja qual for o país, não há nenhuma cogitação para que haja unificação tanto do inglês falado quanto escrito.

Esse tipo de coisa só sai da cabeça de alguns desocupados que ao invés de resolver outros problemas pertinentes, como a violência, o caos na educação, o desemprego, a saúde, principalmente, vem com essas idéias mirabolantes que em nada irá acrescentar a não ser confusões explícitas.

E depois, certos setores da nossa sociedade acabaram protestando contra a afirmação feita pelo jogador francês Thierry Henry, que sabiamente respondeu uma pergunta sobre o futebol brasileiro dizendo que "brasileiro é bom no futebol porque não freqüênta a escola quando pequeno". E ele estava certíssimo. Em poucas palavras ele resumiu bem a nossa situação.

E não me senti ofendido. O jogador Cafu, o único consciente, disse "Eu concordo com o Henry. A criança brasileira prefere, sim, jogar futebol do que ir para a escola. E nós temos que mudar essa cultura no Brasil". Portanto, quem se sentiu ofendido, vestiu bem a carapuça!

No mais, vou continuar escrevendo do jeito que aprendi na escola, ou seja, como sempre escrevi e nem vou me importar com essa reforma. Sei que serei vencido pelo tempo, mas não vou me vender.

Vou continuar comendo a minha lingüiça, a afagar o pêlo de um gato, a freqüêntar torneios de Magic, vou defender as minhas idéias, ensinar os pólos magnéticos da Terra aos meus alunos, vou esperar que alguém argúi comigo de uma maneira sadia, a minha feiúra nunca irá mudar, vou continuar odiando a pêra, e sempre vou ter enjôo quando ficar em lugares altos. Sempre irei reclamar da infra-estrutura dos colégios do estado, e vou dizer bem-feito para alguém que fizer algo errado e se ferrar. E quem nasce no Acre, sempre será acreano para mim. E tenho dito! Metarmofose ambulante é o escambau!
(by A. J. Rosário - 02/01/2009)


12 comentários:

  1. Cidão!
    Bom estou com "alguns" dias de atraso e esse nem é o lugar, mas não tive tempo antes (férias)...
    Só estou passando para lhe desejar um Feliz 2009, que neste ano tudo que você deseja seja realizado.

    Quanto ao post, também sou contra em alguns casos...

    Ahh, e parabéns pelo aniversário também!

    Tudo de bom sempre!

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Já passei por un "desaprendizado" da língua portuguesa quando surrupiaram o acento das palavras homógrafas e não homôfonas e assim êle deixou de ter acento diferencial mas a palavra pára continuou com acento para diferenciar di para (preposição). Engraçado que se é para facilitar adotemos uma regra geral que valha para tudo, por exemplo: o hífen deixará de existir em todo e qualquer caso, ou o contrário, existirá toda vez que se juntar duas palavras para formação de outra. Muito "sábia" ou será "sabia" foi a decisão de se fazer facultativo o acento na palavra forma (fôrma). Gente, vocês já viram o que acontece com feriado facultativo no Brasil? Agora imagine com acento...
    Eu creio que será muito difícil adaptar-me às novas regras, cometerei muitos erros, só espero que todos possam entender o conteúdo, que penso seja o mais importante.

    ResponderExcluir
  3. Olha, não fique bravo comigo. Sou da área de Lígua portuguesa e essa reforma deve ser feita pois é fruto de um acordo, já aconteceu antes, por exemplo, minha mãe acentua palavras como "flôres" porque foi assim que ela aprendeu. o objetivo da reforma, embora cause muitos problemas, é de que todos os países de língua portuguesa( e são muitos os falantes)tenham uma ortografia mais ou menos uniforme. Pelo menos não teremos que explicar aos pobres alunos pq as palavras paroxítonas terminadas em ditongo crescente são acentuadas.bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu já vi um pouco desta reforma e terei problemas, certamente, para me adaptar, mas no entanto a língua muda, e se hoje você escreve assim é porque a língua havia sido modificada para a então forma atual. Você se imagina escrevendo "pharmácia"? Pois é, eu não, mas os mais antigos certamente não se imaginavam escrevendo "farmácia".
    Quanto aos problemas mais sérios, sei que existem, mas quem cada pessoa possui uma responsabilidade. Quem se reuniu para definir as mudanças da língua portuguesa certamente não são os mesmos que definem políticas públicas de educação e segurança, portanto não vejo prejuízo.

    Os erros ainda existirão, e por um bom tempo, mas aprenderemos a forma nova.

    []'s

    ResponderExcluir
  5. Acho que, de início, a reforma é irritante, mas entendo que ela simplifica um pouco a escrita, o que, a médio prazo, vai ajudar.

    ResponderExcluir
  6. Felipe: Brigadão, o mesmo para você!!! Um abraço!!!

    Angel: Concordo plenamento com você. Obrigado pela visita!

    EAD: Ops, você é colega de profissão!!! Sua palavra é lei!!! Mas mesmo assim continuo não concordando. E obrigado pela visita!!!

    Carlos: Você está certíssimo. E com certeza o tempo me vencerá!! :o)

    Lino: Não vejo simplificação, e sim muita confusão. Só o tempo dirá, não é mesmo? :o)

    ResponderExcluir
  7. Cara vou fazer como você, tbm vou continuar a escrever errado, vou aprender quando estiver influênciada fora isso, tô fora, depois falam que os brasileiros são burros e coisas e tal, podiam nos mandar um professor particular pra nos ensinar na nossa casa, e na hora que estivermos afim e disponiveis, porque nós temos que estar a disposição de suas decisões, que os escreverem corretamente me perdoem, mas eu vou continuar a escrever da forma que eu aprendi!!!
    to com vc, tudo de bom

    ResponderExcluir
  8. O pior é ter que ouvir a minha professora de português falando TODO DIA que não devemos chamar a reforma assim, devemos dizer que é um "acordo ortográfico". Eu me recuso completamente a chamar a maldita reforma de acordo. Até onde eu sei, corrija-me se eu estiver errada, é preciso que todos concordem com os termos negociados para firmar-se um acordo. Eu não concordei com nada e, pelo que ando vendo, a maior parte do povo brasileiro também não concordou com a reforma. Além do que, com tanta coisa pra se reformar nesse país eles vão e decidem reformar a LÍNGUA? Faça-me o favor. A trema, hífens e acentos vão continuar bem onde eu sempre os coloquei e quero ver alguém me impedir.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo: Obrigado por vir aqui, mas é sempre bom se identificar, não é mesmo?

    Mari Ferolla: É isso aí, garota. Adoro essa rebeldia da juventude, deve ser por isso que eu aionda continuo assim!!! :o)

    ResponderExcluir
  10. Vamos lá, três coisitas:

    1- O trema continua em nomes estrangeiros como Müller
    2- O hífen continua em palavras como "Recuso-me", "Usá-la", enfim, esse tipo de palavra não muda, portanto tire aquela citação sua que aparece sobre o acordo ortográfico. O hífen sai em prefixos (ou falsos prefixos) terminados em vogal + palavras iniciadas por 'r' ou 's', sendo que essas devem ser dobradas, além de outros exemplos.
    3- Esse acordo não é dos canalhas corruptos lá de brasília, e sim dos representantes dos locais que falam lingua portuguesa, que notaram que a ortografia muda em cada lugar. E temendo que assim o português se misture ao sotaque e outras línguas faladas em regiões como o Tétum no Timor-Leste ou o crioulo em Cabo Verde, o espanhol em Portugal, e assim com o tempo o português se torne uma língua morta (Segundo eles). Mudança só no Brasil por canalhas corruptos e vagabundos? Mas nem com reza brava.

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google