sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Piadas de Natal 5ª parte

Mais um Natal, uma festa pagã que a Igreja Católica seqüestrou para propagar uma mentira que vem durando por mais de 2000 anos. Já falei que odeio o Natal? Vamos curtir mais piadas de Natal...

Era manhã de Natal e como de costume os ovos das galinhas foram todos decorados e em seguida colocados novamente no galinheiro. Algum tempo depois o galo entra no galinheiro, observa os ovos e sai furioso gritando pelo quintal:
- Cadê aquele pavão miserável?

Um cara compra dois presentes de Natal para suas esposa. A mulher abre o primeiro presente:
- Veja só, um par de chinelos -, diz ela, enquanto se move rapidamente para o segundo presente. - Um vibrador? -, diz ela em estado de choque.
- Sim -, responde o marido. - Assim se você não gostar dos chinelos, então que vá se foder!

Joãozinho estava brincando com seu arco e flecha, que tinha ganhado no Natal. De repende ele soltou uma flecha que caiu no quintal da Dona Maria.
- Dona Maria — fala Joãozinho — posso pegar a flecha que caiu no seu quintal?
- Não, me fala onde que tá que eu pego!
- Er... Não, Dona Maria, deixa que eu pego.
- Fala onde que tá logo, menino, se não eu não pego mais.
- Tá bom, tá bom... Tá no seu gato!

O menino estava com muita vontade de comer um chocolate. Levantou-se da cama para ir falar com sua mãe, que estava cozinhando para a ceia de Natal. Seu filho falou:
- Mamãe, mamãe, me dê um chocolate.
Sua mãe respondeu:
- Pegue, está na geladeira.
Seu filho:
- Mas mamãe, mamãe não tenho braços.
Ela respondeu:
- Sem mãos sem chocolates.

Manhã de Natal. Os dois irmãos acordam e correm para a árvore ver os presentes. Para o mais velho uma reluzente bicicleta, para o mais novo, um carrinho de plástico.
Logo, o mais velho começa a provocar:
– Eu ganhei uma bicicleta, você não ganhou…
O outro continuou quieto, brincando com o seu carrinho. Pouco depois, o mais velho ataca novamente:
– Eu ganhei uma bicicleta, você não ganhou…
Até que o outro se enfezou:
– Você tem câncer, eu não tenho!

Chegou o Natal, Joãozinho estava radiante porque tinha acabado de ganhar uma bicicleta. Ele esperou durante o ano todo aquele seu presente... Se comportou muito bem com os mais velhos, foi um bom aluno e finalmente conseguiu ganhar a sua desejada bicicleta. No dia seguinte, o garoto já começou a andar com o tão sonhado presente:
- Olha, papai... Sem uma mão!
- Cuidado, menino! Você nem sabe andar direito com as duas mãos e já quer andar sem uma?
- Olha só, papai... Sem as duas mãos!
- Cuidado, moleque, você vai se machucar!
De repente, escuta-se um barulho e então Joãozinho diz:
- Olha só, papai... Sem os dentes!

Em pleno Natal um menino de oito anos falando com o pai.
- O que o senhor vai me a dar de presente no Natal?
- Meu filho você sabe que eu estou desempregado, não tenho nem dinheiro pra fazer a ceia.
- Mas papai o senhor me falou que quando a gente precisa Deus ajuda verdade?
- É meu filho Deus ajuda, mas ele não dá dinheiro pra gente, não é assim, ele ajuda de outra maneira.
- Mas, o senhor disse que ele ajuda. Então o senhor faz uma carta pra ele pedindo cem reais emprestado, eu tenho certeza que ele lhe empresta.
O pai, olhou para o filho pensativo, preocupado, não podia contradizer o que tinha ensinado para ele e disse:
- está certo eu vou fazer a carta.
Depois de redigir a tal carta, assinou e entregou ao garoto. Porém nunca iria imaginar que o menino pegasse a mesma, colocasse num envelope colasse um selo e botasse na caixa do correio. Qual não foi a surpresa do pessoal do centro de classificação e distribuição dos correios ao ver a carta dirigida a Deus. Falou um carteiro.
- Olha pessoal eu já vi carta pra Papai Noel mas pra Deus é a primeira vez, vejam, uma senhora pegou a carta, é mesmo, diz aqui, para senhor Deus endereço Céu, isto deve ser de alguma criança, mas vamos olhar pode ser uma pegadinha! Abriram, a mulher disse, é de um adulto, olhem a escrita, sabe o que ele está dizendo? Pedindo a Deus cem reais emprestado. De duas uma ou ele está gozando da cara da gente ou tem muita fé, pois fala que está desempregado. Gente, vamos ajudar o cara fazendo uma vaquinha, quem vai cooperar? Arrecadaram apenas setenta reais bem trocados em notas pequenas.
Colocaram num envelope e mandaram para o mesmo endereço como se Deus estivesse mandando. Para surpresa do pai do garoto ele recebeu um envelope com dinheiro. Meu filho você mandou a carta, olha aqui tem dinheiro. O filho então rindo, bem que o senhor falou pai, Deus ajuda a gente! ( Deus escreve certo por linhas tortas ). Sorrindo o pai falou, vou escrever agradecendo. Alguns dias depois o pessoal do Correio abriram a carta de agradecimento. Muito obrigado meu Deus por esta grande ajuda, mas da próxima vez que o senhor me ajudar, mande o dinheiro pelo banco pois o pessoal do Correio roubou trinta reais!!!


fonte: Asas de Versos e Reversos

fonte: Blog do Madeira





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google