terça-feira, 6 de outubro de 2009

Computadores, seus problemas e a inclusão digital

Quem mexe no computador, seja especializado ou não, mas nesse último caso ter um conhecimento geral, lida com certas coisas que às vezes tiram do sério. Ou as pessoas te subestimam ou são mesmos ignorantes, ou então, rege em determinadas situações a Lei de Murphy. Pois bem, vamos lá:


Via GraphJam - Computer issues

Quem nunca sofreu com isso? Você faz um monte de coisas para resolver um problema, e simplesmente a solução mais simples é a que funciona. Isso não dá uma raiva? No meu caso dá vontade de lançar o aparelho pela janela.


Via GraphJam - Piece of Computer

Nossa, isso é fatal. Você nunca percebe a importância de alguma coisa até que o problema é jogado na tua cara. E isso acontece muito comigo.


Via GraphJam - Computer Skills

Isso acaba comigo. Você gasta um dinheirão investindo em você, com cursos e mais cursos, ganha prêmios, é reconhecido, mas as pessoas próximas  não te reconhece. Só por uma coisa estúpida e corriqueira que você faz é que que elas notam.


Via GraphJam - Apple Compatibility

A Apple é o melhor computador do mundo? Sim. mas apenas para usuários experientes. Um dia ainda vou ter um (falta grana). O que me irrita são pessoas que não tem um mínimo de intimidade com a coisa, e comprar um Apple só porque ouviram falar das maravilhas desse computador, e depois reclamam  que a maioria dos programas existentes são incompatíveis. Elas nem sabem distinguir um PC de um Apple, imagine o sistema operacional! E só compram para navegar na internet no Orkut e bater papo só no MSN... Como eu odeio a inclusão digital!

5 comentários:

  1. Contudo, a Revista Superinteressante, em edição especial, este mês, traz reportagem indicando que a inclusão digital, entre tantas coisas, gera emprego. Sim, gera. Principalmente para aqueles que laboram com computador: analistas de sistema, webmasters, profissionais de TI, etc. Aliás, é até óbvio, já que a demanda por computadores impõe principalmente cursos a respeito, mas, também, manutenção, etc.

    Sei que não é o caso do amigo, que está ponderando o assunto sob outro contexto, mas, tenho visto por aí manifestações absolutamente preconceituosas com relação à inclusão digital.

    Num pensamento "pequeno-burguês", típico da classe média brasileira (desculpe-me, mas, sou obrigado a utilizar um termo da "esquerda"; eu que me considero anarco-trabalhista-liberal, isto é, mais para a "direita"), que sempre tende a restringir tudo (veja o caso da atual aquisição de automóveis: para que pobre precisa de carro? É o que dizem).

    Não, o universalismo da internet não permite restrições. Temos de ampliar tudo para todos. Essa, a internet do futuro. Quem pensa em restringir vai ficar fora. Não é o caso do amigo, quero repetir. É que tenho visto, ultimamente, na internet, muitas manifestações mesquinhas, individualistas, e, por que não dizer, "podres". É importante criticar, mas, é fundamental, também, a crítica construtiva. Destruir é mais fácil do que construir.

    Sou sempre otimista. Não acredito que o brasileiro seja preguiçoso (como dizem por aí) ou que só usa a internet para orkut (é verdade que usa bastante, mas, não podemos generalizar).

    Grande abraço.

    Marcos F. Gonçalves

    ResponderExcluir
  2. Marcos: Belíssimo comentário. É uma opinião minha, mas qualquer tipo de inclusão feita no país não vejo com bons olhos. Eu sempre critiquei essa postura de qualquer governo de dar algo para o povo, de subsidiar algo para as camadas mais populares. E o governo do Lula não foge a regra. É aquela velha história do peixe. Em vez de dar o peixe a alguém, ensine esse alguém a pescar.
    Como você pode perceber, nossas instituições estão falidas, nossa mão de obra não é especializada, e a educação virou apenas um amontoado de gráficos e números manipuláveis apenas para conseguir mais dinheiro de lá de fora. Há muita mentira nesse país.
    O pior é que eu faço parte dessa mentira, e isso me enoja, porque nada posso fazer.

    ResponderExcluir
  3. Oi, vi teu blog no Blogueiros Unidos e resolvi passar aqui. Gostei muito ;)
    E aproveito pra te convidar pra participar do meu blog, o Blogueando criado com a intenção de estimular você a expor o seu ponto de vista, que para nós é o mais importante, por meio dos seus textos. Pode ser criticando algo, elogiando, brincando, relembrando, inventando, qualquer coisa. O importante é você participar! Nós já estamos blogueando, e você? Venha bloguear com a gente.

    http://blogueandoaqui.blogspot.com

    Vc pode add no msn pra saber mais e tirar as dúvidas: blogueando_oficial@hotmail.com

    Espero sua visita e participação, viu?
    Abraço :*

    ResponderExcluir
  4. Todos esses gráficos são a mais extrema verdade.
    Quanto à inclusão digital, apesar de gerar empregos e mão de obra especilizada, grande maioria comete tolices devido à falta da boa educação e não saber mexer nas máquinas, só ler o site da GTO.
    Qunto ao computador da Apple, bem, só compro quando tiver Call of Duty no MAC xP
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Jamylle: Obrigado pelo convite e pela visita. Volte sempre!

    Henrique: Não dá para jogar Call of Duty no Mac???

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Linkem me:

Related Posts with Thumbnails
Google