quinta-feira, 16 de novembro de 2017

A Mozilla lançou o Firefox Quantum e garante que é muito rápido e consome menos memória

O novo navegador da Mozilla, o Firefox Quantum, já está disponível e dizem que ele é incrivelmente rápido... Mais rápido do que o Chrome. Bem, e o gerenciamento de memória, que é o calcanhar de aquiles do navegador da Google?

fonte: The Next Web
O navegador Firefox Quantum da Mozilla foi lançado nesta semana. Nick Nguyen, vice-presidente de produtos do Firefox, disse ao TNW o que as pessoas podem esperar da Quantum, e como ele realmente funciona sob o capô.


A Mozilla diz que o Firefox Quantum é duas vezes mais rápido do que as versões do Firefox lançadas em 2016. Além disso, e consome menos memória do seu computador, ele supostamente usa 30% menos do que a versão mais recente do Google Chrome. E a pergunta: como a Mozilla conseguiu realizar isso?

"Esta história começa há alguns anos atrás. Provavelmente, o aspecto mais exclusivo do Firefox Quantum, nosso molho secreto, é o uso de Rust, a linguagem de programação que desenvolvemos, para executar partes do navegador em paralelo (por exemplo, mecanismo CSS), utilizando múltiplos núcleos de CPU", disse Ngyuen.

Mas onde o Quantum realmente se distingue é no uso da linguagem Rust:

"Os navegadores tradicionalmente foram escritos em C++. Ao programar em C++, é bastante fácil para os programadores introduzir inadvertidamente bugs ou vulnerabilidades de segurança quando tentam criar algoritmos complexos que são executados em paralelo. A linguagem Rust nos permitiu codificar novos algoritmos que tornam a experiência da Web no Firefox Quantum super rápida e segura".

"Nós também estamos usando alguns truques extras, como priorizar as guias de primeiro plano em vez das guias que você não está olhando, ou primeiro carregar o conteúdo que você gosta, por exemplo. O artigo que você está lendo e não os elementos de design contextual (logotipo ou anúncio do site)", acrescentou.

Para enfatizar este enorme salto de desempenho, a Mozilla lançou um vídeo que mostra uma comparação lado a lado entre o Chrome e o Firefox Quantum, enquante abre dez sites populares:


Conforme Nguyen destaccou, uma grande parte do "molho secreto" que faz o Firefox Quantum funcionar tão bem é o seu novo motor CSS em folha. Ele então explica como isso funciona:

"Porque a duração da bateria é tão importante, a maioria dos computadores modernos utilizam vários núcleos de processamento para executar programas. Escrever software para múltiplos processadores é difícil por muitas razões, e não menos importante, sendo que as linguagens de programação mais populares hoje não foram criadas com o processamento multi-core em mente, exigindo que os desenvolvedores façam muita contabilidade mental para evitar erros. Com a linguagem Rust, tivemos uma mão na criação de uma linguagem de programação onde muitos dos erros comuns associados à programação para esses sistemas são simplesmente impossíveis.

Os estilos de computação para CSS são uma tarefa difícil e até agora, difícil de dividir em múltiplos núcleos devido à complexidade do trabalho. Para tirar proveito do hardware moderno mais comum, escrevemos o novo mecanismo CSS multi-núcleo, Stylo, em Rust, acelerando nosso tempo de desenvolvimento e minimizando a chance de erros
".

fonte: The Next Web
A parte mais emocionante disso é o novo mecanismo CSS, que fica exponencialmente mais rápido quanto mais núcleos que você adiciona na mistura.

"Fato divertido: O Stylo escala quase perfeitamente com o número de núcleos que você possui, então, se você tiver quatro núcleos, Stylo é quase quatro vezes mais rápido do que seria em um único núcleo de desempenho semelhante. Esse benefício é raro na maioria dos softwares", disse Nguyen.

Como é o caso dos navegadores anteriores do Firefox, a Mozilla confia que o Quantum terá um bom desempenho nas máquinas mais austeras. "Na Mozilla, somos o fabricante do navegador. É o que fazemos. Estamos aqui para tornar a web acessível a todos, e isso significa para pessoas que usam máquinas antigas também", explicou Nguyen.

"Uma das grandes coisas do Firefox Quantum é que nossa arquitetura nos permite ajustar nossa pegada com base nos recursos do sistema disponíveis do computador. Se você tem uma máquina de 32 bits com menos de 4 gigabytes de RAM, nós faremos um ótimo desempenho, assim como fazemos em um PC de jogos high-end. 30% menos de memória usada pelo navegador significa que você pode fazer muito mais coisas no seu computador ao mesmo tempo, fora do seu navegador ou no seu navegador, como ter mais abas abertas. E estas guias podem executar vídeos, gdocs ou artigos de imprensa, sem diminuir a velocidade da sua máquina."

Enquanto a maior razão para se entusiasmar com o Firefox Quantum é encontrada à espreita sob o capô, ela também vem com alguns ajustes legais bastante agradáveis, cortesia do novo Photon UI.

De acordo com Nguyen, "O Photon reflete na UI o que fizemos no motor: é rápido e super responsivo. É o que as pessoas notarão, e não seria possível sem os aprimoramentos da Quantum".

Então, como isso se traduz em uma experiência de usuário real?

"Em termos de experiência do usuário, o que importa é que se algo se sentir lento, é lento. Passamos muito tempo a trabalhar nesta percepção de velocidade e qualidade e, como resultado, temos animações suaves ao longo de uma iconografia nítida que corresponde à qualidade da exibição do seu computador.

Além disso, nós construímos o Photon com a idéia de que WebExtensions continuará a florescer e dará aos usuários a capacidade de personalizar o Firefox para o desejo do coração. Criamos espaço na interface do usuário para futuras expansões, que tanto a equipe do Firefox como os desenvolvedores de complementos possam usar.
"

Parte da estratégia do Firefox (também do Vivaldi e do Opera) para o crescimento é incluir extras de valor agregado que não adicionam nada à experiência de navegação principal, mas sim o complementam com habilidade. Nguyen não pôde deixar de mencionar um deles, Capturas de tela,

"Nós lançamos Capturas de tela no último lançamento do Firefox e usamos o nosso Photon pensando em criar o recurso, equilibrando os paradigmas de UI que as pessoas estão familiarizadas com recursos novos e novos que ganham, economizando tempo para as pessoas que usam nosso produto, os usuários acham o característica intuitiva e empoderadora", disse ele.

"Especialistas publicaram screenshots através de uma variedade de ferramentas avançadas. Em nossa pesquisa, vimos muitas pessoas usarem ferramentas como câmeras de smartphone e e-mail para salvar fotos da área de trabalho, e fico feliz em dizer que resolver esse problema resultou em quase 16M screenshots economizados desde que lançamos o recurso com o Firefox 56".

fonte: The Next Web
"O Photon reflete nosso foco implacável sobre o que é bom para os usuários, sejam especialistas em tecnologia ou simplesmente queremos fazer as coisas com um mínimo de esforço e estresse", afirmou.

Além de todos esses pontos, uma das melhores razões para experimentar o Firefox Quantum é que a Mozilla está realmente preocupada com a privacidade daqueles que usam seu software, com Nguyen dizendo: "O que também diferencia o novo navegador Firefox é que ele é compatível com o Mozilla , um sem fins lucrativos, com a missão de manter a internet aberta e acessível a todos. Não é administrado pela maior empresa de publicidade do mundo". (Uma alfinetada na Google?)

Clique neste link para baixar o Firefox Quantum.

E sim,  eu usei e é realmente rápido, quanto a memória, observando no Gerenciador de tarefas do Windows, parece que também consome menos, mas ainda eu não o usei em modo hard, isto é, várias abas ao mesmo tempo. Gostei do resultado mas amo o Chrome e espero que a Google corra para ajustá-lo.

fonte: The Next Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google