quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Google+ será encerrado antes do previsto por causa de um novo bug

O Google+ vai morrer 4 meses mais cedo graças ao novo bug que afeta 52 milhões de usuários. A rede social da Google será agora encerrada em Abril do ano que vem.

fonte: The Next Web
Depois de anunciar em outubro que estaria fechando o Google+, a Google anunciou na última segunda que, graças a mais uma falha de segurança, o fim teria que vir muito antes do esperado. O site será encerrado completamente em abril, em vez de agosto, e o acesso à rede da API será interrompido nos próximos 90 dias.

Um novo bug que afeta mais de 50 milhões de usuários foi o causador dessa medida da empresa.

De acordo com David Thacker, vice-presidente de gerenciamento de produtos do Google, uma atualização de software de novembro continha um bug de segurança que afetou potencialmente 52,5 milhões de usuários. Embora a empresa tenha corrigido a falha dentro de uma semana de seu lançamento, Thacker diz que os desenvolvedores de aplicativos poderiam ter acessado uma grande quantidade de informações nesses seis dias:

"Com relação a essa API, os aplicativos que solicitavam permissão para visualizar as informações de perfil que um usuário adicionou ao perfil do Google+ - como nome, endereço de e-mail, ocupação, idade - recebiam permissão para visualizar informações de perfil sobre esse usuário, mesmo quando definido como não público. Além disso, os aplicativos com acesso aos dados do perfil do usuário do Google+ também tinham acesso aos dados do perfil que foram compartilhados com o usuário por outro usuário do Google+, mas que não foram compartilhados publicamente."

Assim como no bug original que derrubou o site, Thacker diz que a empresa não tem provas de que desenvolvedores de terceiros usaram mal o bug ou sabiam que ele existia. No entanto, os poderes que aparentemente concluíram que o site é mais problemático do que vale a pena - e eles provavelmente estão certos, dado o escrutínio do Google.

Thacker também diz que a segurança do usuário é a principal prioridade da empresa, mais do que a inconveniência para os desenvolvedores: “Entendemos que nossa capacidade de criar produtos confiáveis ​​que protegem seus dados gera confiança no usuário. Nunca iremos parar o nosso trabalho para criar proteções de privacidade que funcionem para todos."

A Google diz que está alcançando os usuários afetados e continuará oferecendo ferramentas para quem quiser salvar ou migrar seus dados. Quem está fazendo isso pode querer fazer isso rápido pois, não há como saber quando o próximo bug de segurança irá aparecer e forçar o Google a acelerar ainda mais o desligamento.

fonte: The Next Web via Google

2 comentários:

  1. Meu Deus. Que sistema tosco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não era um sistema tosco, porque se for assim, o Facebook está sempre sofrendo com essas brechas. Qualquer sistema tem suas vulnerabilidades.

      Excluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google