quinta-feira, 29 de março de 2018

Apple anuncia um iPad educacional para concorrer com os Chromebooks

Para combater o crescente aumento dos Chromebooks nas escolas, a Apple anunciou nesta semana um iPad com suporte a caneta stylus em um evento com foco na educação em Chicago.

fonte: The Next Web
Este novo iPad vai custar 329 dólares e o objetivo é claro, concorrer com os Chromebooks em salas de aulas. O novo tablet tem um preço especial para as escolas, cerca de 299 dólares.

Esse novo iPad parece bastante idêntico ao modelo padrão de 9,7 polegadas, mas suporta o Apple Pencil, apresentando a mesma sensibilidade de inclinação e pressão que o iPad Pro. Ele tem 10 horas de duração da bateria, um Retina Display, um chip A10 Fusion, 32 GB de armazenamento e pesa um quilograma.

A Apple havia criticado a Google, dizendo que o chip Fusion A10 é mais poderoso do que "praticamente todos os Chromebooks", apesar de ser uma geração antiga (é o mesmo chip do iPhone 7). Se você estiver vindo de um iPad mais antigo que não seja o Pro, ele deverá ser uma atualização significativa: o A10 Fusion oferece uma CPU 40% mais rápida e gráficos 50% mais rápidos que a geração anterior.

fonte: The Next Web

Há também um modelo habilitado para LTE que será vendido por 459 dólares. Ele usa um SIM da Apple, que deve permitir a conexão a uma variedade de redes sem a necessidade de um cartão SIM real. Se você quiser um Apple Pencil, custará 99 dólares (89 para escolas).

A Apple também anunciou novas versões do Pages, Numbers e Keynote com o suporte a Apple Pencil. Os aplicativos também contam com melhores recursos de edição colaborativa, incluindo um recurso de "Anotação inteligente" que permite que os professores adicionem notas aos trabalhos diretamente. A empresa também atualizou o armazenamento padrão do iCloud para alunos de 5 GB a 200 GB.

Embora os novos recursos e o preço mais baixo sejam atraentes para as escolas, parece que a Apple tem muito trabalho a fazer se espera desafiar os Chromebooks como uma opção de consumidor. Com o preço de 329 dólares, só oferece um tablet, que não pode substituir razoavelmente um laptop "adequado" para o trabalho escolar como um Chomebook pode.

Tão poderoso quanto o iOS pode ser, os alunos precisam escrever trabalhos e você precisa de um teclado para isso. São mais 50 dólares por um acessório de terceiros barato. Se você quiser usar o Apple Pencil, então são mais de 99 dólares ou mais. Se você precisar conectar um acessório USB ou um cabo HDMI para uma apresentação, terá que gastar dinheiro em um dongle.

Enquanto isso, alguns Chromebooks decentes são vendidos por menos de 200 dólares e são dispositivos mais práticos, se não tão brilhantes, e você tem várias opções em todo o espectro de preços. E com a competição extra, você pode apostar que o Google está pensando em maneiras de se defender da Apple.

Ainda assim, é bom ter uma opção de iPad mais barata com o suporte do Apple Pencil. Os iPads já são populares nas escolas, por isso é interessante ver que a Apple está abertamente abraçando o potencial do tablet no espaço educacional. Mas será uma batalha difícil desafiar os Chromebooks.

Boa sorte Apple!

Enquanto isso no Brasil... Usar Chromebooks ou tablets em sala de aula é algo tão utópico, tão ficção científica...

fonte: The Next Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google