Pesquisa personalizada

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Piadas de inverno





E chega mais um inverno, com aquela chuvinha intermitente e chata. Hora de tirar do armário aquelas blusas cheirando mofo e cheia de traças... O negócio é se divertir com piadas cujo tema é... O inverno, é claro!

Um brasileiro, um americano e um português resolveram tentar a vida no Canadá, então eles viajaram num trem dentro de um saco de batatas. Chegando lá, era inverno rigoroso e o trem foi parado pela fiscalização canadense, abriu o vagão das batatas e viu os sacos tremendo. Os guardas foram ao saco onde estava o americano e disse:
- "O que temos aqui?", dando um chute.
O americano gritou:
- "Au, au" - "É um cachorro", e jogou fora.
O guarda então foi onde estava o brasileiro e chutou. O brasileiro gritou:
- "Miau" - "Ih, é um gato! joga fora!"
O português, assustado quando o policial chutou, gritou:
- "Batatas".

Era uma noite fria de inverno, e um papagaio sem moradia achou uma casa com sua janela aberta o papagaio intrometido entra na casa e viu uma velha dormindo. O papagaio muito esperto viu a velha dormindo e entrou em um pinico.
De madrugada a velha apertada entra no pinico e começa a peidar. Nesse momento o papagaio diz:
- Ih! tá trovejando!
A velha começa a mijar e o papa gaio diz.
- Ih! tá chovendo!
A velha caga e ele diz.
- Caiu um raio na minha cabeça!

Um pássaro estava voando para o sul no inverno, mas ele se atrasou e ficou congelado em uma tempestade até que ele veio a cair em um pasto de vacas. Uma das vacas, maior e mais gorda estava cagando, e o pássaro pousou na merda.
No começo, ele ficou revoltado, até que percebeu que a merda acabou descongelando-o! Ele começou a chorar de alegria quando o gelo derreteu. Um gato que estava por perto ouviu os gritos, se aproximou, viu o pássaro e o comeu.
Há três lições de moral nesta história:
1. Nem todo mundo que te põe na merda é seu inimigo.
2. Nem todo mundo que te tira da merda é seu amigo.
3. Se você estiver na merda, mantenha a boca fechada.

Um lenhador está cortando lenha numa floresta do Canadá. Um índio passa perto dele, pára e fica olhando o lenhador, os braços cruzados. Depois de um tempo, o lenhador, incomodado com o índio, pergunta-lhe o que ele deseja:
- Hei, índio, algum problema?
- Não... Inverno vai ser gelado este ano - diz o índio indo embora.
O lenhador pensa e acha que é bom se apressar, e aumenta o ritmo. O índio passa uma hora depois...
- Ug! Inverno vai ser MUITO gelado! - diz seguindo seu caminho.
O lenhador aumenta o ritmo e começa a suar prá valer...
O índio passa novamente...
- Ug! Inverno MUITO MUITO frio este ano!
O lenhador resolve trabalhar até de noite para fazer um estoque bom de lenha... mas não agüenta mais. O índio passa novamente e o lenhador grita para ele:
- Chega! Pode parar índio! Inverno frio ou não, eu não agüento mais!
Aliás, como é que vocês, índios, sabem que o inverno vai ser tão gelado?
- Porque nós índio, temos um ditado: mais homem branco corta lenha, mais frio vai ser o inverno.

D. Josefina era um solteirona, organista numa igreja. Certa tarde, a coroa convidou o novo padre da igreja para lanchar em sua casa e ele ficou sentado no sofá, enquanto ela foi preparar um chá.
O jovem padre reparou numa jarra de vidro com água em cima do órgão e uma camisinha boiando dentro. Quando a D. Josefina voltou com o chá, o padre não resistiu a tirar a sua curiosidade perguntando o porquê da camisinha na água.
E ela responde:
— Ah! Isto? Há uns meses atrás, eu passeava no parque, quando encontrei este pacotinho no chão. As indicações diziam para colocar no órgão, manter úmido e que prevenia contra todas as doenças. E sabe uma coisa? Este Inverno ainda não me gripei.

Num frio dia de inverno, chega Joaquim no armazém do Manuel...
- Ô Manel, eu quero uma dessas bolsas de borracha que você coloca água quente e que serve para esquentar a cama e manter os pés quentinhos.
- Que azar, Joaquim, hoje de manhã vendi a última pra Maria.
- E o que eu faço com esse frio do diabo que faz à noite?
- Fique tranquilo, eu posso lhe emprestar meu gato.
- Seu gato?
- É, o meu gato. Ele é gordinho, você pode colocar nos pés na hora de deitar e você vai ver como ele vai te esquentar a noite toda...
Na próxima terça-feira chegam as bolsas, aí você vem pegar uma e me devolve o gato.
- Tudo bain. Obrigado.
Joaquim pega o gato e vai embora pra casa...
No dia seguinte, volta com a cara toda desfigurada e aranhada pelo gato.
- Ô Manel, vim devolver seu gato de m#rda, pode enfiá-lo no rabo! Olha como me deixou, o filho da p#ta!
- Mas como! O que aconteceu? Ele é tão manso!
- Manso uma ova! Enfiar o funil no traseiro até que ele aguentou bem, mas quando comecei a colocar a água quente, aí virou uma fera!

fonte: Tinta China





Permalink:





Sobre o Autor:
Crazyseawolf Para saber mais sobre o autor deste blog, visite o seu perfil no Google+ ou este link . Para enviar uma mensagem, clique aqui . Para outras informações, leia o FAQ .



0 Comentando aqui :

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google
 
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.