Pesquisa personalizada

domingo, 29 de julho de 2007

Um olhar mais profundo do acidente em Congonhas!




Passada a comoção do acidente com o avião da TAM no aeroporto de Congonhas e refletindo tudo que ouvi e li vindo da mídia e também das pessoas das mais variadas classes sociais, cheguei a uma conclusão estarrecedora, e vocês poderão dizer que eu descobri a roda, mas é a mais pura verdade. Não adianta culpar o nosso querido presidente Lula e todo o governo, nem os militares que controlam nosso espaço aéreo, nem mesmo a direção que controla o aeroporto e que liberou uma pista que não tinha condições, nem o coitado do piloto que dizem que acelerou demais, nem o grande empresário do sexo que incrivelmente construiu um hotel quase que dentro de Congonhas e nem quem havia liberado tal construção, esqueçam também todo o circo que o Sr Datena montou em seu programa, ou seja na verdade o culpado somos todos NÓS!

A sociedade é a grande culpada por tudo que acontece com o nosso país!

Lembram quando Congonhas foi construído? Bem se vocês não, nem eu, mas soube por meio de pessoas sérias que conhece do assunto e descobri que a área em que o aeroporto tinha sido construido, não havia nada, e era perfeita para isso. Com o passar do tempo, as pessoas foram construindo suas casas, as construtoras foram construindo prédios e maios prédios, e é claro, sempre com a conivência do governo.
E o resultado? Hoje querem fechar o aeroporto porque oferece perigo as pessoas que lá moram, ou seja, nós burlamos a lei, e a culpa é de Congonhas? Em tempo, a 3ª pista de Cumbica, outro aeroporto de SP em Guarulhos já está lotada de favelas, e pelo que soube, já tem até luz e água encanada. Daqui a 30 anos, se ocorrer outro acidente lá, já sei quem vão culpar.

Nossa total falta de estrutura é visível em todos os cantos, e só percebemos isso quando algo terrível acontece, como nesse caso, que foi o prenúncio de uma tragédia anunciada.

O ser humano é ganancioso e mesquinho, e o brasileiro é um povo que adora levar vantagem em tudo, e portanto merecemos a nossa situação.
Somos nós que colocamos os políticos em seus postos e cadeiras.
Somos nós que sempre queremos burlar a lei.
Somos nós que sempre queremos um jeitinho!
E portanto, somos nós todos, culpados por tudo isso.

Bom, eu só reclamo, e a solução?

A solução, pessoal, chama-se educação! É com a educação que criaremos um povo mais consciente, político, conhecedor de seus deveres e cumpridor de suas leis. É com a educação que saberemos escolher melhor nossos representantes e assim cobrá-los a todo momento. É com a educação que saberemos respeitar e cumprir as leis. É com a educação que iremos produzir ciência e tecnologia para não ficarmos dependentes de outras nações. É com a educação que seremos um povo livre!

Mas educação não é algo visível como pontes, prédios que são verdadeiros monumentos, nem tampouco dá lucro. Lotam-se salas de aulas misturando todos os alunos não importando suas condições, em nome de uma malfadada inclusão social, com professores insastifeitos por não terem um salário justo, e muitos desses profissionais nem condições têm de estar na função! Sem falar nas promoções automáticas geradas por teorias de pseudo pedagogos que nunca estiveram numa sala de aula.

Ou a sociedade tome jeito e comece a cobrar por uma mudança ou dias piores virão. E enquanto isso, se nada acontecer, tudo que ocorrer daqui para frente, juntando com o que já ocorreu, a culpa será sempre da sociedade, ou seja, de todos nós. E tenho dito!

Lembrem-se: EU E OS GATOS TEMOS ALGO EM COMUM... SOMOS GATOS!




quarta-feira, 25 de julho de 2007

Uma odisséia mal humorada ou Como o universo adora conspirar contra mim!




Lembram que eu disse que o universo conspira contra mim? E também que o meu mau humor iria aumentar nessa quarta feira?

Pois bem, tudo começa às sete da matina quando eu saio para a escolha de aulas no colégio, debaixo de uma chuva torrencial. Não há a necessidade de dizer que eu cheguei todo enxarcado na escola e para minha infelicidade, o diretor diz que eu não poderia escolher ali pois eu não era da casa. Eu teria que ir até a delegacia de ensino... Só que eu necessitava de dois documentos, então, lá vai eu até o outro colégio pegar tais documentos... mas ao chegar lá...

Tive que esperar quase duas até que o diretor chegasse. De posse dos documentos fiquei na dúvida: iria para casa me trocar ou teria que esperar três horas na delegacia... bem, fiquei com a 2ª opção, e lá fui eu e de novo a chuva me caia e eu com um guarda chuva tosco não deu outra, molhei-me de novo.

Ah, vocês vão pérguntar, mas porque não fostes de ônibus, meu caro rapaz, o problema é que de um colégio a outro, e depois para a delegacia de ensino NÃO tem uma única linha de ônibus, como as localizações são próximas, o jeito seria ir a pé.

A delegacia de ensino estava lotada, e pensei, tô ferrado. Mas aí descobri que eu era o ÚNICO da minha disciplina e pensei “vou ser atendido primeiro, ebááááá”. Ledo engano, pois as senhoras supervisoras de ensino resolveram colocar todos numa fila única, do maior número de pontos até o menor número de pontos, não importandpo a disciplina da área... e sabem em qual posição fiquei? ÚLTIMO! Foram mais quatro horas de espera, ora sentado, ora em pé, e a coisa emperrada, cada professor demorava aos montes para se decidir. Resultado: não almocei, não deu tempo para levar os documentos de volta para os dois colégios, e na volta, a chuva, minha velha colega, voltou...

Mortal da história: Realmente tudo conspira contra mim ou Cidão tem sempre que se ferrar!

Lembrem-se: EU E OS GATOS TEMOS ALGO EM COMUM... SOMOS GATOS!




terça-feira, 24 de julho de 2007

Pensar dói?




Sim, e dói muito, e é por causa disso que ás vezes procuramos empurrar com a barriga, sempre com aquele pensamento: Nunca vai acontecer comigo, só com o vizinho. Mas quando a batata esquenta na nossa mão... aí a dor é muito grande
Não sou um cara certinho, e ás vezes tenho minhas dores de cabeça, sempre provocadas por um determinado impulso que a primeira vista, na minha mente, era insignificante.
Mas existe coisas que não dá para entender, num mundo tão cheio de informação. As mídias (eta palavrinha sacana!) são inúmeras mas mesmo assim tem gente que não aprende. Só para citar exemplos: gravidez e uso de drogas.

Notícias, por exemplo, como essa, é difícil de entender!

Já fui e continuo muito inconseqüente nas coisas que faço, aliás não sou de dar exemplo para ninguém, na verdade devo ser a última pessoa no mundo para se pedir conselhos, mas mesmo assim fico estarrecido com o que presencio, seja na rua onde moro, seja no meu trabalho, seja em qualquer lugar.
Não sou moralista, sou um cara muito sacana, mas há um limite para onde as coisas devem chegar, e por isso tenho medo, mas muito medo de ter filhos, pois se eu nem mesmo administro a minha vida, como vou poder administrar a vida de um outro ser?

Uma outra coisa, não sei fazer nada sob pressão. Eu não funciono assim. Sempre que alguém me pede para fazer algo que eu não concordo, faço sempre o oposto. Seja em casa ou no trabalho, não admito que ninguém dê palpites no que estou fazendo. E muitas vezes sem pensar, acabo me ferrando e muito. Mas prefiro apertar o botão errado e destruir o mundo do que apertar o botão certo que uma pessoa acaba por me indicar.
Faço as coisas do meu jeito e se estiver errado, sei que vou terei conseqüências, mas não dou o braço a torcer.

Meu mau humor é latente.
Minha paciência tem um limite.
E ainda querem acabar com o trema! Malditos filólogos!
E nessas poucas linhas devo dizer que a minha cabeça já está doendo!


Lembrem-se: EU E OS GATOS TEMOS ALGO EM COMUM... SOMOS GATOS!




segunda-feira, 23 de julho de 2007

Segunda xexelenta / A triste situação de Amy Winehouse




Hello everyone!

O dia hoje foi uma típica segunda feira xexelenta, e como era a última segunda na qual eu estaria de "férias", acabei passando esse dia debaixo das cobertas assistindo filmes, os jogos panamericanos, lendo algumas revistas, escutando muito rock'n'roll. Até desliguei o telefone para não ser incomodado. Odeio segunda feira!
Semana que vem começa o meu martírio. Não quero nem lembrar. Aliás meu mau humor vai crescer e muito na quarta, quando terei que ir às sete da matina para a escolha de aulas. Se nada tiver, terei que passar a tarde na delegacia de ensino. Na quinta e na sexta, a volta ao trabalho recheada de reuniões que não levam a nada, ao replanejamento que na verdade é uma questão de recortar ou copiar e colar. E ainda ter que escutar certas coisas que vem de superiores. Blérghhhh!
Já falei que odeio segunda feira???

Quem passou pelo blog viu que mudei o visual, coloquei mais algumas coisinhas e até fiz uns dois podcasts. Espero fazer pelo menos um podcast por semana (se der). O podcast n#1 foi assim meio que nas coxas, e teve um tempo muito grande. Eu tive que fazer um retoque no mp3, recortando algumas coisas, mas mesmo assim ficou durando quase 30 minutos. É que eu queria mesmo incrementar com músicas e comentários. Ficou tosco, mas como tentativa valeu.
É o Cidão entrando na onda da Web 2.0... Você não sabe o que é Web 2.0??? Entre aqui e tenha uma idéia.

A minha cabeça ainda está um pouco inchada pela derrota humilhante do Timão ontem. Mas do jeito que a coisa anda o time vai direto para a 3ª divisão, caso a FIFA puna o clube devido ao caso Lion/Nilmar e também por causa da denúncia de manipulação de resultados no ano passado. Minha opinião? Se for para o bem do clube, que vá para a 3ª divisão e recomece do zero. Sou Corinthians até morrer!

É triste a situação que está passando Amy Winehouse no momento. Todos sabem que ela é chegada numa bebida, mas parece que existe algo mais. Fotos recentes, que podem ser vistas nesse site, o I Don't Like You In That Way, mostram uma Amy quase que esquelética, chegando até ter feridas no braço, praticamente uma morta viva e tudo isso se deve a um relacionamento desastroso que ela tem. É uma pena, porque ela tem talento e tem tudo para se tornar uma diva pop de alta grandeza. A última dela foi um show na qual ela parece ter cuspido no público e se batia constantemente com o microfone na cabeça, vejam mais aqui.
Já existe pessoas apostando quando será o momento da sua morte, levando em conta que muitos dos astros do rock morreram aos 27 anos, vítimas também das drogas escessivas (vide Janis Joplin, Brian jones, Jimmi Hendrix, etc).
É lamentável.
Mas vamos torcer para que a menina, de apenas 23 anos, consiga vencer esse momento trágico de sua vida. Só nos resta, enquanto fãs e admiradores, deleitarmos com suas músicas.

That's all folks! See ya later!

Lembrem-se: EU E OS GATOS TEMOS ALGO EM COMUM... SOMOS GATOS!




quarta-feira, 18 de julho de 2007

Tragédia em Congonhas




Foi uma tragédia daquelas já anunciada. E já tem gente culpando o Lula. Na minha opinião a coisa é muito mais profunda, passa por uma falta total de estrutura do nosso espaço aéreo e de nossos aeroportos, além do monopólio militar que comanda os controladores.
Não adianta achar um culpado. Todos nós somos culpados por toda essa corrupção e desmandos que atuam em nosso país. Somos nós que escolhemos nossos representantes e seria nossa obrigação reivindicar nossos direitos. Muita coisa precisa ser mudada, mas aí mexe com o legislativo, Judiciário e vai desembocar nos militares, que por questão de segurança nacional, não abrem mão de controlar nossos aeroportos.
Também não adianta mudar a lei e contratar engenheiros civis para aumentar o número de controladores se nossos aeroportos não estão capacitados para receberem novos vôos.
Tudo estava se encaminhando para uma tragédia maior, e coube o final disso tudo acontecer na maior cidade da América latina, já que a repercussão foi grande no mundo afora. A cobertura da CNN foi muito mais completa do que nossos próprios meios televisivos.

Resta aqui me solidarizar com os parentes das vítimas, e torcer para que as mudanças aconteçam, doa a quem doer!

A TAM já soltou a lista completa das vítimas, que pode ser vista AQUI.








terça-feira, 17 de julho de 2007

Jogos Panamericanos




Por tudo que se vê nesse país...
Pela falta de estrutura que há em tudo que existe...
Pelo não investimento na educação, cultura e ciência e tecnologia...

Não devemos cobrar nada desses atletas brasileiros que estão competindo no PAN. Aliás eles já são vencedores apenas por participarem devido a tudo que mencionei acima. Eles são os verdadeiros heróis.

Falam que eu pago pau para os americanos, e eu pago mesmo. Eles são os melhores porque existe um pesado investimento em todos os setores, e porque eles pensam grande.

É muito fácil reclamar ou falar mal de nossos atletas por não atingirem o topo, mas ninguém acompanha os sacrifícios que muitos fazem para disputarem suas competições, sem patrocínio, muitas vezes tirando dinheiro do próprio bolso ou até mesmo mendigando, não no sentido literal da palavra, por favores nunca recebidos.

Eu torço e muito pelos esportes amadores e choro quando por exemplo, nosso volei ganha tudo e é o melhor do mundo. A ginástica olímpica está seguindo o mesmo caminho, nosso handebol cresce a todo momento, nossas equipes de lutas estão entre as melhores do mundo, assim como a nossa natação e o atletismo, só para citar algiumas modalidades.

Mas o futebol... eu sempre torço contra, ops, tenho uma exceção: o futebol feminino merece todo o nosso apoio.

Nosso futebol está cheio de mercenários, incluindo dirigentes, atletas, empresários e técnicos. Tenho nojo de assistir o futebol da seleção com esses pseudo atletas, todos mascarados e tremendos FDPs.

A seleção do pan, constituído pela seleção sub 17 já está com o mesmo vírus que infesta a principal: jogadores que ainda nem sairam da fralda, cínicos e arrogantes, já pensando em transferência para a Europa, e foda-se com os clubes que os revelaram. Danosa Lei Pelé. Malditos empresários.

Mas o que interessa mesmo é o PAN. Não importa quantas medalhas o Brasil ganhe, e sim, a perseverança de nossos atletas que apesar de tudo que corrói esse país, estão lá competindo e levando o nome do nosso país as alturas.





domingo, 15 de julho de 2007

Porque existem pessoas assim? OU Se olhassem para o seu próprio umbigo...



Eu não gosto muito de dar certas respostas porque sei que posso magoar as pessoas e por isso, prefiro sempre ficar calado, mas certas coisas me acontecem e chegou o momento de extravazar um pouquinho...

1º) Há uma pessoa que sempre encontro quando estou indo ou vindo para a casa, e conheço-a desde pequeno, e por isso, procuro não desrespeitá-la. Mas paciência tem limite, e essa pessoa a todo momento me pede dinheiro. Eu não gosto de andar com grana no bolso, e sempre pago com cartão. E essa pessoa sempre me questiona por eu não ter pelo menos, algumas moedinhas...
Eu passei ao lado da pessoa e estava chupando um cornetto, quando ela me pediu 1 real e eu disse que não tinha... e não tinha mesmo, e ela me veio com a pérola: você compra até um sorvete com cartão? Aí, mandei-a para o inferno. Quem é ela para questionar o que compro ou não com cartão? E onde estão os quatro filhos que não cuidam dela? E por acaso devo alguma satisfação à essa pessoa? Que merda...

2º) Já comentei sobre uma outra pessoa que me questiona que eu gasto grana com porcaria, e ontem, essa pessoa me viu gastando mais de R$60,00 em quadrinhos na banca. Eu vi que ele estava se remoendo tanto e querendo falar algo, até que ele soltou: Você está indo trabalhar?
Educadamente falei que não, nem falei que estava indo jogar Magic, mas o que me deixou nervoso foi o tom que ele usou, como se estivesse me interrogando, porque ele sabia que eu estava indo jogar.
O pior de tudo é que essa pessoa tem um filho, que aliás estudou comigo, e que não tem uma relação legal com ele. Na verdade, ele deveria é estar cuidando do filho que não para em emprego nenhum, que engravidou um monte de mulher, tá atolado de processo de pensão alimentícia. Não tenho culpa se eu venci na vida e se ele sente inveja em relação a isso. Não foi um pai de verdade e agora vem querer me controlar?

Bem, em resumo: Eu não sou obrigado a dar dinheiro para FDP nenhum e não admito que outra pessoa me questione sobre o que eu faço ou como vivo. Portanto, desculpem-me mas que todas essas pessoas vão para o inferno, para não mencionar coisa pior.

E depois me perguntam porque sou mal humorado!




domingo, 8 de julho de 2007

My new muse: Amy Winehouse



O Pop em sua maioria é constituído por muitos lixos industriais, mas às vezes traz surpresas agradáveis como essa musa: Amy Winehouse!Ela vem da Inglaterra, mais especificamente de Londres, e foi eleita a Melhor Cantora Britânica de 2007 pelo Brit Awards, com apenas 23 aninhos!

"Amy Winehouse é uma jovem cantora londrina que possui uma voz impressionante motivando comparações com Erykah Badu e Lauryn Hill.
A formação musical de Amy passou, sem dúvida, pelo jazz e pela audição das suas cantoras sagradas – Ella Fitzgerald, Dinah Washington, Sarah Vaughan e Billie Holiday. Mas não se deteve aí, antes sofrendo a contaminação da música popular urbana sua contemporânea. Amy Winehouse é o link autorizado entre essas duas estéticas temporais e a sua escrita (Amy é compositora da maioria das letras de seu álbum) um compromisso feliz entre o jazz tradicional com perfume anos 40 e a dureza das letras inspiradas na realidade quotidiana."
Ela foge e muito dos padrões atuais que infestam a pop music de hoje. Ela não é produzida, quero dizer, nada de silicones ou qualquer outra coisa, tem um estilo único, não possui uma beleza que remete ao padrão atual, no palco parece meio desengonçada, tem um enorme cabelão, que muitos chamam de cockão, mas parece ser um aplique, estilo usado uns anos atrás; mas a voz... QUE VOZ, MEU DEUS, QUE VOZ!

Uma voz que remete as grandes cantoras negras de R&B e Jazz dos anos 60 e 70. Essa é Amy Winehouse, e ela está arrebentando a boca do balão!

Mas nem tudo são flores, pois a cantora tem um sério problema com o álcool, e muitas de suas apresentações, ela parece estar muito chapada, e isso ela reflete nas letras de suas canções, mas mesmo assim, ela tira de letra.

Seu primeiro trabalho foi Frank, em 2003, um disco bem mais voltado ao Jazz, que não parece ter tido muita atenção pela mídia aqui no Brasil. Tanto é que com o estouro na parada do novo cd, Black to Black, de 2006, a gravadora resolveu lançá-lo. Os links para os dois cds e alguns b-sides dessa musa estão aqui:

# Frank(2003)

# Black To Black(2006)

# B-sides

Dois clipes no you tube, Rehab e Tears Dry On Their Own, do novo cd:







domingo, 1 de julho de 2007

O universo conspira contra mim!



Sim, o universo conspira contra mim!
Já devo ter dito isso em alguma ocasião, de qualquer maneira lá vai...
Parece que tudo acontece ao mesmo tempo: gripe, tosse, dores no corpo, um dente quebrado, uma lasca que ficou na gengiva, cirurgia, tratamento de canal, muitas provas e atividades para corrigir, fechamento de notas em 4 colégios e uma tosse(já disse isso?) interminável. Logo, sem idéias para escrever, sem cabeça para pensar.
É... só isso mesmo...




Google
 
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.