terça-feira, 15 de junho de 2010

"Respeito, trollagem e o poder do controle remoto" ou "Estão acabando com o Twitter!"

Existem brincadeiras e brincadeiras. Quando elas começam a atacar a pessoa, aí se tornam problemáticas. Respeito é a palavra-chave que se deve ter com um profissional seja em que área for. Você pode não gostar dele, mas tem que ter respeito pela posição que ele ocupa, pois se ele chegou até ali, é porque o cara teve como.

Nesses primeiros dias de Copa do Mundo, os trending tops do Twitter foram invadidos por uma hashtag que começou como uma diversão, mas que se tornou tendenciosa na medida em que alcançou proporções mundiais. Eu me recuso a escrevê-la aqui e até mesma linká-la, pois enquanto profissional da educação, sinto na pele as coisas que foram escritas verbalmente.

Fonte: Nunetherlands
O controle remoto te dá o direito de mudar de canal a hora que você quiser. Sou contra a censura, logo use esse aparelhinho e exerça o seu direito de escolha: Troque de canal! Não gosta da outra opção? Dane-se. Respeite as pessoas que conseguiram por mais de trinta anos o direito de trabalhar na TV ou em qualquer outra mídia, pois se eles ainda estão lá, é porque tem um público que gosta.

Envolver celebridades internacionais é golpe baixo. Eles nem sabem o que está ocorrendo.

Além da pessoa em questão, foi envolvida também o nome de uma outra que é uma famosa apresentadora de TV. Se essas pessoas que reclamam e ficam trollando aos quatro cantos da internet sabem fazer melhor, mandem seus currículos para a determinada emissora de TV e façam melhor, se conseguirem. De um certo modo, dá para se notar uma ponta de inveja dessas pessoas que se veêm no direito de achincalhar a vida de profissionais que lutaram muito para chegar aonde estão.

O Twitter é uma ferramenta maravilhosa, um ápice das redes sociais onde você é o dono de si. Segue e bloqueia quem quiser, organiza seus amigos em listas e há ferramentas para filtrar tudo aquilo que é indesejável. A orkutização da ferramenta é uma realidade, mas você ainda pode se livrar de todo o lixo que lá aparece.

Em tempo, eu também não suporto certas pessoas e programas da TV aberta, mas ninguém me coloca uma arma na nuca me dizendo o que tenho que assistir. Como eu já mencionei, o controle remoto me dá o direito de escolha, e se nenhuma servir, sempre tem a opção de desligar a TV e em alguns casos, desligar apenas o volume e acompanhar junto com um rádio. O que não pode é denegrir o profisional que lá está, estando ele certo ou errado.

7 comentários:

  1. Olá Crazy

    Fico impressionada com a capacidade do brasileiro para se mobilizar para causas tão menos importantes como essa, veja como as pessoas se mobilizam de forma fácil e rápida para estes tipos de coisa e quanto pra questões mais sérias elas simplesmente se esquivam ou se omitem.

    O que me impressiona mais ainda é que diz a lenda que o Twitter é um lugar mais elitizado, reduto de pessoas mais conscientes e que abobinam orkut, pelo menos é o que dizem por aí. Agora me pergunto se este tipo de coisa é coisa de gente com o mínimo de cultura e bom senso?

    Belo post!

    Um Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ana Karenina: É a idiotização das coisas. Sim, o Twitter era elitizado. Com a exposição da mídia, a orkutização virou realidade.

    ResponderExcluir
  3. Nice topic in a useful blog ) & that's my blog i hope u visit me soon .

    http://bestmobilesview.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. A dita emissora é uma formadora de opinião e vem fazendo a cabeça da juventude com anti-valores.

    O(a) locutor(a) em questão é uma pessoa que não respeita os comentaristas. Ele não se atém só a fazer a locução do jogo, como atravessa à frente dos comentaristas e se dá a posse de informações que foram obtidas por outros jornalistas a quem ele não cita.

    Além de ser um sacador e fornecer informações errôneas, sem fonte discriminada. Ele extrapola suas funções de locutor, ofuscando os demais comentaristas, em benefício da própria pessoa.

    Quando se pode mudar de canal, mudamos!

    E quando a Rede Poderosa detém os direitos de transmissão do evento?

    #temquemandarcalarabocamesmo

    ResponderExcluir
  5. @MarcoAA_M
    Não se pode culpar a TV pela situação da nossa sociedade. Sou fã do Woverine e adoro jogar RPG, e tampouco saio por aí dilacerando as pessoas. Volto a dizer, existe um aparelho chamado de controle remoto.
    Existem outros locutores que fazem a mesma coisa e não são hojerizados como este. Só porque ele é da Poderosa Vênus Platinada? Quanto a direitos, tem outra transmitindo também, e que não é lá essas coisas. O objetivo do post foi mostrar que um profissional merece respeito, e se ele continua lá, é porque tem alguém que paga e confia nele, no meio da ignorância que permeia esse país, ele ainda tem um público que o apóia.

    ResponderExcluir
  6. @MarcoAA_M, então quer dizer que #temquemandarcalarabocamesmo? Pois aqui vai uma idéia que eu tive. Depois de tantos cala bocas, que tal criar o "cala boca twitteiros"? Se for para escrever um monte de bobagens, é melhor ficar quieto mesmo.

    Aliás, minto. Essa idéia não foi minha. Essa idéia veio de um email comentado do Charges.com.br (http://charges.uol.com.br/emails-comentados/2010/08/11/cala-a-boca-nao-morreu), ao qual eu concordo totalmente.

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google