domingo, 2 de março de 2008

Uma situação bem paradoxal...

Ao ler Paradoxos, no blog da Ru, veio à minha mente uma situação que se encaixa perfeitamente com o tema. Sempre dizem que um professor faz parte de uma elite, a tão chamada Elite Pensante do País, mas vendo a situação da grande maioria, eu não me sinto parte dessa “elite”!

Hoje, o professor é um assalariado que luta para sobreviver, e tem uma profissão muito denegrida pela sociedade. Culpa do sistema, ou de nós mesmos, é algo para se pensar e debater.

Vivemos numa sociedade na qual muitos dizem que “estudar não dá camisa para ninguém” ou “cultura é ter dinheiro no bolso”, ou até mesmo “o negócio é levar vantagem”, e a própria pobreza do país aliada aos interesses econômicos e políticos de poucos leva a um estado de violência e impunidade que assola toda a sociedade, desde o morador de rua até o empresário de uma multi nacional.

Nesse contexto, a participação do professor aliada a família, torna-se assaz necessária, para que nossas crianças se formem cidadãos de bem, conscientes de seus deveres e direitos. Mas será que isso é importante? Claro que não. O que importa é alimentar mais e mais a pobreza, com uma política nefasta de assistência barata, manter o povo burro e tirar proveito disso.

Como diz uma colega de trabalho que logo irá se aposentar, antigamente, o professor era tratado igualmente a um juiz, os salários se equiparavam, e havia muito respeito ao profissional. Nessa época, não tão distante, o professor realmente era elite. Hoje somos classe D e até E, dependendo da situação.

Isso realmente não é um paradoxo?


A indignação da Du nesse post reflete que a família hoje está desestruturada. Imaginem essa criança numa sala de aula na frente de um professor no futuro. Que exemplo esses pais estão dando? Com certeza, eu sei de quem será a culpa... Claro, vai ser do professor dessa criança num futuro bem próximo.


Continuem visitando Seawolf City, mas se quiserem vê-la prosperar, crie indústrias! Ou então, melhore os meios de Transportes!

Lembrem-se: EU E OS GATOS TEMOS ALGO EM COMUM... SOMOS GATOS!

7 comentários:

  1. Cidão realmente isso é muito triste, se nem dentro de casa os filhos respeitam os pais imagina numa sala de aula com um professor, isso é muito triste e lamentavelmente, o que vale não é a cultura, mas sim o dinheiro no bolso, não penso dessa forma, e fico muito triste quando vejo essa nossa realidade. Que a conspiração contra vc acabe logo e tudo se normalize... rs bju e uma otima semana ;)

    ResponderExcluir
  2. Então um juiz ganhava muito mal! Porque lembro quando a minha mãe lecionava e se ela fosse depender do salário dela para nos sustentar, teríamos morrido de fome.
    Penso que em relação ao salário, não mudou muita coisa. O que mudaram foram as relações, mestre, alunos e pais. Essas três figuras têm que estar em harmonia para o ambiente escolar fluir. Os alunos tendem a levar os problemas de casa para a escola e da escola para a casa. No caso desse desrespeito com o professor, esses mesmos alunos não respeitam seus pais.
    Falei besteira, professor?
    Beijus

    ResponderExcluir
  3. Professores fazem, sim, parte de uma elite. Só que são muito mal pagos e este pagamento não chega nem perto do serviço que prestam ao país.

    ResponderExcluir
  4. Adri: Brigadu! ;o)

    Luma: Não sei não, mas muitos professores antigos dizem isso, lá pelos idos dos anos 50 e 60. Em parte você está certa. Um fator importante é a família, que hoje não apóia o professor e que não impõe limites aos seus filhos.

    Lino: Volto a dizer, não me sinto parte dessa elite. Eu ganho a mesma coisa que uma recepcionista ganha. Sei disso porque vi no hollerith da minha sobrinha e fiquei muito indignado porque ela nem tem ensino médio, enquanto ela ganha 15 reais de vale refeição, o estado me paga 4 reais.

    ResponderExcluir
  5. Minhas professoras do primário sempre reclamavam que os cobradores de ônibus ganhavam mais do que elas e achavam isso injusto .. Pelo menos desde minha época de crinça os professores já eram desvalorizados e acredito que isso acontece em maior escala com os de escolas públicas .. O bandido que hoje está no morro empunhando uma arma para defender o ponto de venda de drogas talvez não estaria lá se tivesse a oportunidade de ter professores bem pagos que dessem aulas de qualidade na infância, pois as bases de todo ser humano são família e EDUCAÇÃO !!

    ResponderExcluir
  6. Eu ia comentar, mas o Nando falou tudo que eu queria dizer...assino embaixo então! Ah, concordo com a Luma também - quem desrespeita um professor, também desrespeita os pais. ;)

    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Duzita e Nandico: Infelizmente, os jovens de hoje não pensam assim, eles nem respeitam seus próprios pais... :o(

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google