Pesquisa personalizada

sábado, 4 de outubro de 2008

Sobre os países ricos e países pobres





Em época de eleições, um texto para reflexão e ação:

Países ricos e países pobres

A diferença entre os países pobres e os ricos não é a idade do país.
Isto pode ser demonstrado por países como Índia e Egito, que tem mais de 2000 anos e são pobres.
Por outro lado, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, que há 150 anos eram inexpressivos, hoje são países desenvolvidos e ricos.
A diferença entre países pobres e ricos também não reside nos recursos naturais disponíveis.

O Japão possui um território limitado, 80% montanhoso, inadequado para a agricultura e a criação de gado, mas é a segunda economia mundial. O país é como uma imensa fábrica flutuante, importando matéria-prima do mundo todo e exportando produtos manufaturados.

Outro exemplo é a Suíça, que não planta cacau mas tem o melhor chocolate o mundo. Em seu pequeno território cria animais e cultiva o solo durante apenas quatro meses no ano. Não obstante, fabrica laticínios da melhor qualidade. É um país pequeno que passa uma imagem de segurança, ordem e trabalho, o que o transformou na caixa forte do mundo.

Executivos de países ricos que se relacionam com seus pares de países pobres mostram que não há diferença intelectual significativa.
A raça ou a cor da pele também não são importantes: imigrantes rotulados de preguiçosos em seus países de origem são a força produtiva de países europeus ricos.
Qual é então a diferença?

A diferença é a atitude das pessoas, moldada ao longo dos anos pela educação e pela cultura.
Ao analisarmos a conduta das pessoas nos países ricos e desenvolvidos, constatamos que a grande maioria segue os seguintes princípios de vida:

1. A ética, como princípio básico.
2. A integridade.
3. A responsabilidade.
4. O respeito às leis e regulamentos.
5. O respeito pelo direito dos demais cidadãos.
6. O amor ao trabalho.
7. O esforço pela poupança e pelo investimento.
8. O desejo de superação.
9. A pontualidade.

Nos países pobres apenas uma minoria segue esses princípios básicos em sua vida diária. Não somos pobres porque nos faltam recursos naturais ou porque a natureza foi cruel conosco.
Somos pobres porque nos falta atitude. Nos falta vontade para cumprir e ensinar esses princípios de funcionamento das sociedades ricas e desenvolvidas.

SOMOS ASSIM, POR QUERER LEVAR VANTAGENS SOBRE TUDO E TODOS.
SOMOS ASSIM POR VER ALGO DE ERRADO E DIZER: “DEIXA-PRA-LÁ”
DEVEMOS TER ATITUDES E MEMÓRIA VIVA. SÓ ASSIM MUDAREMOS O BRASIL DE HOJE.

Que tal você começar a praticar em sua vida aqueles 9 princípios de vida? Assim, estará fazendo a sua parte para que a nossa sociedade humana venha a ter melhores pessoas... e algum dia a sociedade brasileira deixe de ser pobre... em especial no comportamento civilizado!

Texto: Autor Desconhecido, recebido por e-mail

Um adendo: Acredito que nesse texto faltou um décimo princípio: Estudar, estudar, estudar... Estudar sempre! O apoio a Educação é a base de uma grande nação!



Permalink:





Sobre o Autor:
Crazyseawolf Para saber mais sobre o autor deste blog, visite o seu perfil no Google+ ou este link . Para enviar uma mensagem, clique aqui . Para outras informações, leia o FAQ .



6 comentários :

  1. Também recebi este email e gostei muito. Adorei reler... também penso como você... estudar é a saída... Sou professora (no Brasil é quase uma vergonha dizê-lo, mas o faço com orgulho) e sempre ensinei a meus filhos que o estudo pode não torná-lo rico, mas te dá as ferramentas para pensar melhor e compreender melhor a humanidade.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Angel: Que bom ver você por aqui. Nossa profissão é desgastante mas dá prazer. Infelizmente a sociedade não nos vê como antigamente.
    Volte sempre!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi, amigo Cidão!

    E a contínua exploração dos países pobres até a quase exaustão de seus recursos naturais e humanos pelos países ricos não tem nada a ver com isto?

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Grande Urbano! Isso que você mencionou é um fato muito presente, mas o propósito do texto é mostrar as diferenças dos povos.
    Quanto ao que você falou, até mesmo o Brasil usa desse artifício aqui na América do Sul, claro que em menos escala, mas todos fazem.

    ResponderExcluir
  5. É verdade...

    Parece que aprendemos bem a lição, né?
    Os oprimidos de ontem, se tiverem chance, acabarão sendo os opressores de amanhã.

    Eta humanidadezinha perdida!

    Abração, Cidão!

    Urbano

    ResponderExcluir
  6. Urbano: E não é sempre assim? O "puder" fascina e modifica as pessoas.

    Um abração para ti também!!!

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Google
 
Related Posts with Thumbnails
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.