domingo, 22 de outubro de 2017

Recado da Dinamarca para seus alunos: deixem as escolas verificarem o seu histórico de buscas ou sejam expulsos

Os estudantes dinamarqueses vão odiar as novas regras das provas. A Ministra da Educação Merete Riisager propôs uma nova lei que obriga os estudantes a garantia do acesso da escola aos seus laptops pessoais, de acordo com o site dinamarquês DR.

fonte: The Next Web
A proposta procura tornar mais difícil para os estudantes colarem ou trapacearem nas provas. Como parte das novas regras, as escolas também terão a permissão de fazer verificações em segundo plano no histórico de pesquisa e atividades nas redes sociais de seus alunos. A proposta já foi encaminhada para uma análise mais profunda.

Entre outras coisas, a proposta também estipula que o examinadores tenham a permissão, quando necessário, de inspecionar os conteúdos dos laptops dos estudantes, inclusive os materias usados, arquivos de log e muito mais.

O que é particularmente incomum sobre a proposta da lei é que, enquanto as escolas não tem direito de forçar o acesso aos dispositivos de seus alunos, os examinadores terão o consentimento de inspecionar os laptops quando os alunos sentam para fazer uma prova ou fazer uma apresentação.

Os estudantes que se recusarem a cumprir essas regras terão que encarar várias penalidades, como ter seus dispositivos confiscados por até um dia ou ainda pior, serem completamente expulsos da escola.

Então, de certa forma, os estudantes são forçados a arriscar as suas perspectivas futuras ou desistir da sua privacidade.

Até agora, a proposta vem sendo encaminhada com uma discussão justa.

O presidente da Danish High School Association (Associação do Ensino Médio da Dinamarca), Jens Philip Yazdani, invade o direito dos alunos à privacidade. Este sentimento foi apoiado pelo presidente da IT Polical Association (Associação Política IT), Jesper Lundm e o professor de direito Sten Schaumburg-Müller da University of Southern Denmark (Universidade do Sul da Dinamarca).

É uma questão complicada. Se por um lado a internet e seus recursos favorecem as trapaças e as colas, por outro lado, temos a questão da privacidade, a que tanto temos defendido. Acredito que a solução seria o uso de uma intranet que a escola possa controlar o que os alunos acessam ou conversam sem precisar violar a privacidades deles, caso os computadores usados sejam da própria escola. Pelo que entendi, cada aluno já trás seu próprio laptop. Mesmo que a internet da escola seja controlada, ainda existe os dispositivos móveis com suas próprias redes que podem ser conectadas.

É um problema difícil de resolver ao meu ver. Mas alguma solução tem que ser encontrada sem precisar violar a privacidade dos indivíduos.

fonte: The Next Web


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google