Postagem em destaque

Foi anunciada mais uma nova trilogia de Star Wars

Falta praticamente um mês para a estréia episódio VIII de Star Wars (Os Últimos Jedi) e os fãs nesta semana receberam uma grande novidade: H...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2006

Coisas que odeio(1ª parte): Carnaval








e Carnaval: qualquer semelhança NÃO é mera coincidência!

Ufa!!!!!!! Mais uma semana de carnaval está indo embora. Odeio isso tudo, samba, pagode, escola de samba, desfile, bailes de carnaval. É a segunda semana que eu me desligo do mundo ao meu redor, a primeira é a que compreende natal e ano novo. Tenho hojeriza a tudo isso. Simples perda de tempo, pois sabemos que ao final disso tudo vem as bombas. Aliás, o ano para o brasileiro só começa após o carnaval. A primeira bomba é o aumento da gasolina, mas parece que ninguém se importa, não é? Afinal, todos nós ganhamos bem, e a nossa economia é a mais forte do planeta. O Brasil é a terra abençoada por Deus, não existe catástrofes de qualquer tipo, tudo que se planta, cresce. Quanta mediocridade. E pensar que esse ano é de copa do mundo... tomara que o Brasil seja detonado na Alemanha.
Moro num bairro pobre da zona norte, onde vejo várias pessoas que passam o ano inteiro na miséria, ou na merda, economizando dinheiro ou no caso de alguns, roubando para poder sair na avenida. Vejo no decorrer do ano crianças na rua passando fome, sendo atropeladas, pais que violentam e matam, meninas se prostituindo, policiais acobertando traficantes, e tantas outras atrocidades que serão esquecidas no momento da semana do carnaval. Hipocrisia, não é? Esse é o retrato da situação que vivemos. Mas na ocasião do carnaval...
Sou revoltado com muitas coisas. Sou conhecido pelo meu mau humor constante. Queira realmente que acontecesse uma tragédia de proporções enormes nesse país. Que morresse um monte de gente, inclusive eu mesmo. Daí quem sabe, os olhos irão se abrir para os grandes problemas que afligem a humanidade. E assim quem sabe, uma nova nação possa se reerguer com muito mais brilho, responsabilidade, patriotismo, educação e cultura, mas cultura de verdade. Chamar o carnaval de acontecimento cultural do país é a mesma coisa que soltar merda na latrina. Eta povinho subdesenvolvido!
Vão todos para o inferno!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006

Aaaafffffeeeee!

Aaaaaaaaaafffffffeeeeeeeeeeee! Estou caindo aos pedaços... O ano letivo ainda nem começou e já estou pedindo arrego! A cada ano que passa, a dificuldade em lidar com pessoas, no meu caso "aborrescentes", piora exponencialmente. Ninguém mais quer nada, limites quase no zero, e quanto aos inimigos, vou colecionando aos poucos no dia a dia.
É verdade, às vezes me pergunto porque eu fui escolher essa profissão? No começo dava tesão, as idéias pululavam em minha mente e a minha disposição de fazer um trabalho sério era multiplicada por 1000... e agora, com mais de dez anos nessa labuta, eu simplesmente não tenho vontade de fazer porra nenhuma, porque sei que nada terei em troca, a não ser aborrecimentos, caras feias, ameaças e outras coisas piores.
Tenho pena dos que estão começando na minha profissão. Eles vão sofrer muito.

Ainda bem que eu fora do trabalho, tenho outras ocupações e interesses que me mantém vivo. Se não fosse os quadrinhos, magic, minhas traduções, o rock, tv a cabo eu não sei o que faria. Nessas horas tenho que agradecer por não ser casado ou por não ter filhos. Na minha condição posso às vezes diminuir o tempo de trabalho e dedicar a outras coisas que me satisfaz. Se eu tivesse pessoas que dependessem de mim eu estaria fudido e mal pago. As pessoas me criticam por ser um cara sem responsabilidade, por não ter casado, e eu digo que não quero esse tipo de prisão. Tenho liberdade de escolher o que fazer, embora a situação econômica não seja boa, eu não vou me matar por causa do dinheiro.
Na boa, tenho dó dos caras que hoje em dia se casam. Estão ferrados! Tô fora disso!
Foda-se aqueles que me criticam. Não tenho que dar satisfação pra filho da puta nenhum.

Para os idiotas que me atacam na net um recado: falem na minha cara e sejam homens! Homem que é homem faz e não avisa!

sábado, 18 de fevereiro de 2006

Viciado em TV a cabo

Sou viciado em tv a cabo. O meu videocassete tem trabalhado muito durante cada semana. Os canais que mais assisto são FX, FOX, SonY, Warner e Axn.

Aqui vai a lista dos shows que assisto:

-Segunda: prison break, lost, e no próximo mês 24 horas
-terça: scrubs, that's 70's show, Joey, Alias, Smallville e Luta de mulheres nuas
-quarta: living with fran, life on a stick, american idol
-quinta: stargate atlantis, desperate housewives, american idol
-sexta: nada que me interesse
-sabado: enterprise, andromeda, mutant X, wwe velocity/experience
-domingo: listen up, standing still, grounded for life

Além desses, tem também todos os dias: batman, seinfeld, mash, liga da justiça, lost in space, voyage to the bottom of the sea, X files, buffy.

Esporadicamente assisto os canais animal planet, discovery, natgeo, multishow, gnt, people and arts.

Sem falar que no sbt a tarde está passando Xena e Hércules.

E ainda estou aguardando a estréia de WWE Raw/Smackdown na tv aberta.

Pago caro, mas com muito prazer. Vale cada centavo gasto.

sábado, 11 de fevereiro de 2006

Que merda...

Estou curtindo praticamente minhas últimas horas de férias... volto ao trabalho e só de pensar estou tendo pesadelos e calafrios. Se eu pudesse largar tudo isso... infelizmente não dá nesse momento, mas uma coisa é certa: não pretendo ficar nessa por muito tempo. Alguns me dizem que eu reclamo demais e que fui eu que escolhi essa profissão, a segunda afirmação é verdade. Gosto do aspecto desse meu trabalho e da gratificação que ele costumava dar. Eu disse costumava, porque hoje a coisa mudou muito. Já comentei aqui que nessa toada vou colecionando inimigos e adversários que me querem ver no inferno. É muito desgastante continuar com isso, é dar murro em ponta de faca todo santo dia, e você só leva porrada. E essa porrada vem de todo lugar e de qualquer pessoa, colega de trabalho ou não. É incrível ver que estamos numa merda e pessoas que também convivem com essa merda, querem te passar por cima, cada vez mais querendo te afundar por uma mixaria. O ser humano é mesquinho, medíocre e hipócrita. Os animais são mais confiáveis do que certos seres humanos.
Google