quarta-feira, 26 de maio de 2010

E LOST chegou ao fim...

E Lost chegou ao fim domingo passado. Eu não resisti e acabei no mesmo dia achando um streaming para assistir em tempo real. Como sempre, um episódio cheio de emoção e tristeza. Na meia hora final (o episódio foi de 2:30), não resisti e as lágrimas começaram a cair no rosto. Fiquei em transe e fui dormir meio que derrubado, foi um final digno de uma das maiores produções da TV, mesmo que o foco da série tenha mudado nesta última temporada.

Fonte: G4TV

O final de LOST teve um efeito quase que devastador em mim, trabalhei mal na segunda e terça. O efeito nada teve a ver com as referências religiosas, às quais eu abomino, e sim com a mensagem passada que me fez ponderar sobre muitas coisas na vida.

Precisamos das pessoas para viver, para enfrentar as coisas boas e ruins, para estarem ao nosso lado nos erros e acertos, tudo isso à favor de nosso engrandecimento pessoal. Elas são importantes para nós assim como eles são importantes para a gente. Precisamos coletar o maior número de amigos possíveis, sermos transparentes e verdadeiros.

Fonte da imagem: Fused Film
O que eu disse acima pode parecer muito piegas, alguns diriam, você acabou de descobrir a roda, mas para um cara solitário e depressivo como eu, esse episódio final caiu como uma bomba em cima de mim. Todas as seis temporadas de LOST se resumem à isso, um grupo de pessoas que necessitam uma das outras, todas com um objetivo em comum, e não é para isso que todos nós vivemos?

Porra Cidão, é só um seriado da TV, caia na real!

Sim, você tem razão, mas é uma obra, sendo ficção ou não, há uma mensagem a ser passada, e às vezes, ler ou assistir alguma coisa é uma fuga necessária da realidade. E essa fuga pode ser na maioria das vezes muito reveladora.

A mudança do foco da série, do científico para o místico, em nada invalidou as temporadas anteriores, apesar de que eu no começo tinha torcido  um pouco o meu nariz para essa mudança. Muitas coisas ficaram sem explicação? Claro, mas prefiro assim, pois nos faz pensar, analisar, refletir, ponderar. Não gosto de coisa mastigada onde tudo está amarradinho, com uma explicação coerente. Por isso um dia, afirmei no twitter que LOST não era para qualquer um, pois fazer a mente viajar para a grande maioria acostumada em receber tudo pronto, é uma jornada muito difícil. Pensar para algumas, às vezes dói demais, e elas acabam desistindo.

Só sei que LOST foi uma série excepcional! Uma grande obra de ficção e ao mesmo tempo, uma grande lição de vida! E para quem não tenha gostado, por "achá-la" confusa, deêm mais uma chance, reserve um tempo e assista todas as seis temporadas e tente tirar algo dela.

2 comentários:

  1. É Cidão... infelizmente LOST chegou ao fim. Não da forma como eu esperava, mas concordo que isso não tira o brilho da série. É como disse no meu post de homenagem: “LOST sempre trouxe mais perguntas do que respostas” e não foi diferente no último episódio. Acabei de assistir e minha cabeça está explodindo querendo encaixar as peças desse grande quebra cabeça.

    Quando uma pessoa assiste ou lê uma trama como a de LOST e se envolve a ponto de “viver” aquela história, o filme, seriado ou livro deixe de ser apenas uma mídia e passa a ser um meio de transportar a nossa mente até aquele universo. Depois de assistir LOST, estou me sentindo exatamente como me senti quando terminar de ler a trilogia “O Senhor dos Anéis”: um vazio de saudade das “pessoas” com que acompanhamos por tanto tempo.

    Assisti o último episódio não tem duas horas e ainda não pensei muito sobre o final. Depois que chegar a algumas conclusões eu volto aqui para comentar, ou quem sabe posso fazer mais um post em homenagem ao melhor seriado do mundo =)

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Junior: Foi bom não ter explicado tudo. Prefiro assim. Teremos muito ainda a discutir. Um abraço!

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google