quarta-feira, 10 de junho de 2009

Personagem, qual o teu sexo?

Sempre aprendi na escola que a palavra "personagem" era feminina e que sempre deveria ser precedida pelo artigo definido "a" ou indefinido "uma". Hoje em dia eu sou corrigido por alunos e por comentários de pessoas que adoram apontar os meus erros me xingando, dizendo que eu sou analfabeto e que não sei a língua que falo.

Eis o que eu aprendi: Personagem vem de persona (do latim, no pural diz-se personae), ou pessoa. É um substantivo feminino. A falta do latim no currículo escolar empobreceu muito a nossa língua portuguesa.

Hoje em dia, com essa história de respeitar os ditos regionais e com essa nova e malfadada reforma ortográfica, muitos dicionários denominam a palavra personagem como sendo de dois gêneros: masculino e feminino.

Comentando com um colega da área de português no colégio, segunda passada, ele também confirmou isso que estou dizendo: "a personagem" soa bem melhor e ele ensina assim. Mas também aventou que "o personagem" estaria certo. Mas na primeira opção, a semântica é melhor!

Portanto, hoje pode-se falar a personagem ou o personagem, desde que você se refira a alguém feminino ou masculino, respectivamente. O empobrecimento da nossa língua tende a acontecer isso (ou talvez não... não sei se isso se aplica aqui). Mas isso não é privilégio nosso não. O inglês falado e escrito nos EUA também sofre desse mal, por isso adoro o inglês britânico, é o mais verdadeiro, cru e correto!

Como eu estou nessa luta solitária contra a reforma e também por gostar de causas perdidas, vou usar sempre "a personagem" e todos aqueles que me criticarem, bem, vocês sabem para onde devem ir.

Em tempo: vou continuar a usar o trema doa a quem doer!

Fonte da imagem

12 comentários:

  1. Acho que você deve seguir o seu estilo e ponto! Não acho um problema tão grande ler "a personagem". É o mesmo que ler textos de portuguêses... é diferente, mas é português ué! Abraço...

    Alberto do Sexy Help Desk publicou um post sobre.. Tenho tesão pela minha cunhada! O que devo fazer?

    ResponderExcluir
  2. Eu também acho que soa mais bonito usar "A" personagem!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Cidão,

    Não estás sozinho!! Eu estou contigo nessa luta!

    Estudei latim, por isso posso dizer-te com toda a certeza: Personagem é um substantivo do género feminino.
    Quando dizemos a personagem podemos estar a referirmo-nos tanto a um homem como a uma mulher.
    É como a palavra "indivíduo"...nós não dizemos "a individua" quando desejamos referirmo-nos a uma mulher, mas sim "indivíduo" para referir aos dois géneros.

    A língua Portugesa está a morrer, agora fala-se o Neo-Português.

    Eu também falo e escrevo o Inglês Britânico - é mais original, mais lindo, mais harmonioso.

    Não cedas ao novo acordo, gato! Eu também não cederei :D!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Alberto: Um dia sei que terei que me render, mas até lá... :o)

    Du: Com certeza! É a mais correta! ;o)

    Max: Uma grande companheira de luta nessa causa perdida! Obrigado pelo apoio!! :o)

    ResponderExcluir
  5. opPOKSpoaKSPOa
    Bem, a Reforma Ortografica causou muita revolta, não so em você, mas em pessoas que não irão aprende-la.
    Os unicos alunos que estão aprendendo de Escolas Publicas, são aqueles que iniciaram o ensino fundamental ano passado, o resto ta na velha ainda...
    Quanto a sua discussão, acho que se as duas maneiras estão certas, tanto faz....
    Grande abraço, sucesso!

    ResponderExcluir
  6. opPOKSpoaKSPOa
    Bem, a Reforma Ortografica causou muita revolta, não so em você, mas em pessoas que não irão aprende-la.
    Os unicos alunos que estão aprendendo de Escolas Publicas, são aqueles que iniciaram o ensino fundamental ano passado, o resto ta na velha ainda...
    Quanto a sua discussão, acho que se as duas maneiras estão certas, tanto faz....
    Grande abraço, sucesso!

    ResponderExcluir
  7. opPOKSpoaKSPOa
    Bem, a Reforma Ortografica causou muita revolta, não so em você, mas em pessoas que não irão aprende-la.
    Os unicos alunos que estão aprendendo de Escolas Publicas, são aqueles que iniciaram o ensino fundamental ano passado, o resto ta na velha ainda...
    Quanto a sua discussão, acho que se as duas maneiras estão certas, tanto faz....
    Grande abraço, sucesso!

    ResponderExcluir
  8. opPOKSpoaKSPOa
    Bem, a Reforma Ortografica causou muita revolta, não so em você, mas em pessoas que não irão aprende-la.
    Os unicos alunos que estão aprendendo de Escolas Publicas, são aqueles que iniciaram o ensino fundamental ano passado, o resto ta na velha ainda...
    Quanto a sua discussão, acho que se as duas maneiras estão certas, tanto faz....
    Grande abraço, sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Adapta-se a língua às necessidades dos analfabetos, e la nave vá...

    Posso soar apocalíptico, mas cada vez mais vejo o dia em que esse país será em sua imensa maioria analfabeto de fato, já que funcionais já o são.

    ResponderExcluir
  10. Sim, meu caro, você está certo e deixe que falem. Prefiro passar por turrão com algumas coisas a ceder aos modismos. No caso do acordo, entendo que o argumento de que a unificação é necessária é balela. Isso não aconteceu nem acontecerá. Os interesses ao meu ver são estritamente comerciais. Há, no entanto, a necessidade de aprendermos a nova ortografia pelo simples fato de que ela será cobrada. Alguns vestibulares já cobrarão agora. Nossos casos, no entanto, são diferentes. Eu tenho obrigação de saber e ensinar a forma correta. Triste é saber que há alunos que reclamam das mudanças, mas mal sabem a forma antiga. Um chegou a argumentar que os descontos na nota da última avaliação que apliquei que se referiam ao mau uso da norma culta eram incorretos, pois ele não tinha aprendido as novas regras ainda. Belo argumento se fosse o caso, mas escrever sentensa (sentença) assim era errado antes e continuará. Já pensei em escrever sobre isso, mas uma rápida pesquisa mostrará opiniões de gramáticos como o Marcos Bagno e até o Pasquale que são unânimes em afirmar que o argumento de que ela facilitaria já foi por água abaixo. Use seu trema, use o hífen , sobretudo, continue usando A PERSONAGEM. Deixe que os analfabetos continuem brigando. Nessa briga eu estou contigo!

    P.s.: Tanto o Aurélio como o Houaiss dizem que o substantivo é masculino e feminino. Creio que isso seja um deserviço.

    ResponderExcluir
  11. Olá Cidão!!!!! Eu estudei o mesmo que você. Personagem é uma palavra do gênero feminino. Sempre digo "a personagem", não vejo por que uma pessoa entraria em seu blog para questionar isso. Muita falta do que fazer não é mesmo? Também não sou a favor desta reforma mas estou tendo que enguli-la com farinha e vou ter que me adequar se quiser um dia passar em algum concurso, infelizmente. Saudades de você meu amigo!!!!

    ResponderExcluir
  12. Rafael Silveira: É, tanto faz, mas "a personagem" é muito mais bonito de se expressar!

    J. Noronha: Você falou tudo! Perfeito!

    Rogério: Você é o especialista! Eu imagino o que um professor de português deva sofrer hoje em dia.
    Mas lembre-se, que a coisa ainda vai ficar pior! :o)

    Jaqueline: Eu desativei a opção de anônimos também por causa disso. beijos, anjo!

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google