sábado, 19 de dezembro de 2009

10 motivos pelos quais eu odeio o Natal


Eu odeio festas de fim de ano, principalmente o natal. Sinceramente eu não me encaixo nesse status quo onde a hipocrisia das pessoas parecem crescer exponencialmente. Para mim, esse é um dos feriados que se deixasse de existir não iria sentir falta alguma. Abaixo reúno 10 motivos que me fazem odiar essa época do ano e que me faz ficar recluso. Sim, eu sou um anti-social inveterado.

1 - É um feriado religioso

Por ser um feriado religioso já odeio de ante-mão. Essa data é baseada numa mentira, como das muitas criadas pela Igreja Católica, e simplesmente não representa nada para mim. Só para esclarecer, a verdadeira data do nascimento de Jesus(se é que ele mesmo existiu) se deu por volta de março. A data de 25 de dezembro foi roubada pela Igreja, pois ela já existia em outros mitos. Quer saber mais? Assista Zeitgeist.

2 - Hipocrisia

Época da falsidade. As pessoas passam o ano inteiro te repudiando, te xingando, te manadando para lugares nada agradáveis. E nessa época todos ficam bonzinhos. Parecem querer compensar as maldades do ano inteiro na semana de natal. Odeio quando me falam Feliz Natal. Fuck you, people!

3 - Puro comércio

O que deveria ser uma data de reflexão em família virou um comércio puro. Os comerciantes esfregam as mãos de alegria nessa época. Os preços vão às alturas e eles faturam horrores. Devo confessar gosto da semana entre o natal e ano novo, pois os comerciantes querem acabar com os estoques e os descontos são enormes.

4 - Obrigação de dar presentes

Você é praticamente intimado a dar presentes, seja para a namorada ou para seus sobrinhos e primos. Se você não cumpre com essa tradição, você é amaldiçoado. Se você ganha um presente, automaticamente está implícito que se deve retribuir. Onde está esse tal de espírito natalino de dar sem nada receber em troca?

5 - Músicas natalinas

Elas são extremamente irritantes. Ficar ouvindo "Então é Natal" (versão de Happy Xmas de John Lennon) me faz vomitar. E Noite Feliz, então? Meu estômago embrulha.

6 - Papai Noel

Quando a gente é criança, colocam nas nossas mentes puras a imagem de um velhinho de barba branca que visita as casas das pessoas entregando presentes, voando num trenó puxados por são-paulinos bambis. Dá dó de ver crianças escrevendo cartas para um ser fictício que nunca irá responder, e quando elas crescem vem a decepção: O Papai Noel NÃO existe! E alguns engraçadinhos ainda falam que ele foi assassinado pelo coelhinho da páscoa.
Vocês não sabem o que isso faz com a mente das crianças. Por isso que elas crescem revoltadas e mal-humoradas!

7 - Reunião de família

Isso é um saco. Rever parentes que nunca te dão a mínima, que só te procuram por dinheiro ou interesse. O pior é que abraçá-los e desejar feliz natal com aquela cara de pau que não tem tamanho.

8 - Programação da TV, rádio, etc

Nessa época, a maioria dos programas são pré-gravados, retrospectivas ou reprises de melhores momentos . Nem a TV paga escapa dessa maldição. Foras os especiais irritantes , tipo Roberto Carlos, que tem todo ano. E sempre a mesma porcaria.

9 - Caixinhas de natal

Algo que era uma coisa espontânea virou uma obrigação. Todos querem uma caixinha, seja o carteiro, o balconista da padaria e até o trombadinha da rua, por não ter te roubado no ano todo. Sério, gente, ninguém tem obrigação de dar caixinha para ninguém, você dá porque você quer e ponto final. A pessoa que lhe presta tal serviço já está sendo paga para tanto e isso irrita.
Vou começar exigir caixinha para cada aluno que passar de ano graças a minha boa vontade. Será que vou lucrar com isso?

10 -Decorações, presépios, árvores de natal, que saco!

As decorações feitas nessa época do ano até que são lindas, mas nas casas dos outros. Eu nunca tive vontade de colocar aquelas lâmpadas pisca-pisca em casa, muito menos montar uma ávore de natal. Uma total perda de tempo e um gasto de energia elétrica inútil, e se você tiver sorte, qualquer curto circuito pode ocasionar um incêndio fatal.

Portanto galera, não me deseje Feliz Natal. Deseje-me sorte, saúde, felicidade e torça para que meus sonhos se realizem, e se me odeiam, mande-me para aquele lugar ou então, não fale absolutamente nada.

Fonte da imagem: Miscellaneous Debris


91 comentários:

  1. "Nessa época, a maioria dos programas são pré-gravados, retrospectivas ou reprises de melhores momentos . Nem a TV paga escapa dessa maldição. Foras os especiais irritantes , tipo Roberto Carlos, que tem todo ano. E sempre a mesma porcaria."

    Muito bem lembrado. Essa é A PIOR de todas. A programação da TV aberta, que já é ruim, nessa época do ano fica insuportável. E fico surpreso que nem TV paga está livre dessas porcarias.

    Quanto a comercialização da data, foi a própria igreja que quis que isso acontecesse. Afinal de contas a igreja, o Vaticano e os papas sempre foram amiguinhos do capitalismo e dos grandes capitalistas, permitiram que acontecesse isso. Bem feito pra igreja.

    ResponderExcluir
  2. "Por isso que elas crescem revoltadas e mal-humoradas!"

    Parece alguém né?

    ResponderExcluir
  3. Lucho: A TV paga também padece desse mal. Pode ter certeza disso.
    Quanto a igreja, só posso falar que dela é a origem de todo o mal do mundo.

    Wilson: Sacou, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  4. Cara, a reunião d efamília é o pior dos itens com toda certeza....

    Não tenho essa cara que certas pessoas tem...

    ResponderExcluir
  5. O adjetivo que leitores devem mais dar ao cidao é o de revoltado, mas nem acho que seja o caso.

    ....

    Se vc sai do padrão vc é revoltado?

    ResponderExcluir
  6. Cara, você conseguiu dar voz a muita gente, o natal é uma merda. Feliz Natal, feliz o quê? Feliz uma data fictícia que 99% da população não sabe o que significa. Não sabem porque pensam que sabem, acham que é o nascimento de cristo.

    ResponderExcluir
  7. Hugo: Família é uma coisa complicada. Por exemplo, eu sou o único que fez uma faculdade, e parece que sempre sou culpado por qualquer coisa. "Acham" que eu estou nadando em dinheiro.
    Sou um pouco revoltado sim. Mas com certeza, sair fora do padrão é algo que incomoda as pessoas. Eu sou cabeludo, muita gente me "acha" estranho por ser professor, e daí? O cabelo mede o carácter de uma pessoa?

    Nanuni Kokoritu: Revoltado e mal-humorado! :)

    Renato: A manipulação da fé éu penso ser um crime hediondo. A Igreja é mestra nisso.

    ResponderExcluir
  8. É meu amigo Cidão... Sou partidária de você em quase tudo que falou.

    Odeio Natal. Sempre odieia. As únicas vezes em que aturei era qdo minha avó estava viva, pq ela amava isso. E em respeito a ela eu sempre estava junto. Hoje, pra mim tanto fez quanto tanto faz onde estou. Minha mãe fica revoltada qdo prefiro ficar em casa deitada na cama com uma pilha da DVDs do que na "famosa ceia" tosca e falsa da família.

    Meus tios, por exemplo, nunca se falaram durantes anoooosss. Só minha mãe, era a única irmã que falava com todos. Qdo minha avó faleceu, anos atrás, bem perto do Natal, parece que um "milagre" caiu do céu e eles resolveram que tudo é motivo de festa. Todo santo fim de semana eles estão juntos para "tentar" recuperar os anos perdidos... Pura falsidade...

    E qdo eu falo para eles que minha família é meu pai e minha mãe, eles (tios e primos) são meros parentes, ficam loucos da vida. Mas é verdade. Qdo minha mãe decidiu se casar ela construiu a família dela, o resto virou parentada. E todo parente é CHATO ¬¬

    E, infelizmente lá vou eu, para mais um tormento de Natal em "família". Chego lá, como, bebe e deito na cama ou entro no pc da minha tia. Bem melhor do que ficar em rodinha e ouvir briga de família a noite inteira. Pq isso sempre rola com todo mundo, Natal é dia de lavar roupa suja familiar... Oh saco viu...

    Por isso prefeiro Reveillon... Não pra comemorar fim de ano (pq meu ano novo eu comemoro no dia do meu aniversário - eu não nasci em 1º de janeiro ora ¬¬), mas pq Reveillon é zona... Como um amigo meu fala: "putaria"... Cada um pra um lado e Seja o que tiver de ser... Prefiro isso a ter que comer "peru" fingindo que todo mundo tá feliz...

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  9. AnaMagal: Que belo depoimento. É bom saber que o que eu escrevi pode ser compartilhado com as outras pessoas. Parece que há uma concordância com os ítens que mencionei. Isto significa que eu não falei besteira.
    Como disse antes, a gente sobrevive à isso!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  10. Só para constar: a Igreja católica não inventou nenhuma desculpa acerca da data de nascimento de Cristo.
    Os evangelhos não são livros de história, são relatos sobre a vida de Cristo que tem o objetivo de perpetuar as suas palavras e os seus gestos pelos tempos.
    O que aconteceu foi que quando o cristianismo se tornou a religião oficial do Império, os cristãos quiseram assumir uma festa já existente no calendário romano, em honra ao Sol (anteriormente a principal divindade dos romanos) para celebrar neste dia o nascimento do Cristo, o Sol Nascente que veio nos visitar como nos afirma a Sagrada Escritura.
    Quanto à data histórica do nascimento de Cristo, a Igreja não contesta as pesquisas da arqueologia que indicam tê-la acontecido inclusive antes do ano 1 da era cristã.
    Nem mesmo contesta as fontes históricas do primeiro século, como os relatos do historiador Flávio Josefo, que indicam a crucificação de um homem visto pelo império romano como subversivo e portador de uma mensagem "perigosa" aos poderosos de seu tempo.

    ResponderExcluir
  11. Glauco: Hoje em dia, a Igreja Católica nem tem cara para contestar nada, devido as mentiras na qual ela foi criada e em que se baseia. Infelizmente, ela como toda e qualquer religião, sobrevive às custas da fé das pessoas, que é um componente ainda muito forte no ser humano. No dia em que o ser humano deixar de pensar pequeno, e ter a consciência que as coisas acontecem não por razão divina e sim, por fatos e eventos centíficos, as religiões se afundam... Mas isso é uma utopia de minha parte.

    ResponderExcluir
  12. Caro Cidão,
    A Igreja não é baseada em mentiras, mas na fé em um homem, Jesus Cristo, que de acordo com a nossa crença é o Filho de Deus encarnado. É aceitável que você não tenha esta fé e não a acolha. Mas não é aceitável que você a caracterize como mentira, só pelo fato dela não concordar com a sua visão de mundo.
    Admito que muitos cristãos, no decorrer da história tiveram dificuldade em pensar assim (e, infelizmente, alguns ainda tem). No entanto é preciso lutar por esta liberdade de opinião e de crença.
    Não é preciso lhe dizer que a perseguição religiosa durante os séculos matou tanto quanto as guerras e conflitos baseadas em razões de "fé". Não podemos mais aceitar nem uma coisa nem outra, em pleno século XXI.
    Sobre isso, recomendo que leia o texto de um debate ocorrido em 2004 na Universidade da Baviera, entre o então Cardeal Joseph Ratzinger e o filósofo alemão Jürgen Habermas. O texto pode ser encontrado facilmente na internet. A discussão foi exatamente sobre esse assunto.
    Em tempo: na concepção judaico-cristã, não existe esta dicotomia entre ação divina e a ciência. Em nossa crença, Deus criou a natureza e as suas leis, assim como deu o livre-arbítrio ao homem. Assim como não é culpa de Deus o fato de alguém fazer uma besteira, também não é culpa de Deus a ocorrência de terremotos ou tempestades.
    Agradeço você por esta nossa conversa e o parabenizo por estar aberto ao diálogo também com as opiniões divergente à sua. É sinal de maturidade e de convicção.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. NOssa! cara eu concordei em alguns pontos no seu post, principalmente, a parte do consumo desenfreado!!

    check-matte.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. @Wolly


    E pode ter mais, talvez saia mais uma lista... talvez...

    ResponderExcluir
  15. Nossa cara! Muito bem colocada esta questão da época de Natal. Tem Diretora de escola, por exemplo, que ferra a gente o ano inteiro, e no final do ano, vem com o papinho de rezar o Pai Nosso (?) na confraternização de final de ano, e até muda o tom de voz, parecendo uma anjinha. Quanta hipocrisia! Tenho certeza de que no ano que vêm, vem chumbo grosso de novo. Já conheço estas peças.

    Apesar de te acharem mal humorado, eu admiro muito sua sinceridade. Também sou professor de Física, e sou contra qualquer tipo de religião. (Será um sintoma?). É que não vejo como conciliar as duas coisas. Ou você defende, por exemplo, o Big Bang, ou o "Fiat Lux". Ou você defende a Teoria da Evolução das Espécies, ou a histórinha da serpente que fala com Adão (rsrs). Não tem como. E, olha, esta recomendação de ler Ratzinger, do nosso colega, foi de lascar. Tanta coisa pra ler que, viu, deixa pra lá. Cada um na sua.

    Abraços e FELIZ NATAL ! HO HO HO !

    ResponderExcluir
  16. Concordo com o que você disse,tudo a mais pura verdade,mas apesar disso não se pode contestar o acreditar no natal de outras pessoas,por que é bem arriscado ganhar a imagem de,sei lá...antipático?

    Todos somos meros fantoches moldados pela sociedade capitalista,vê se que TUDO está ligado ao dinheiro,inclusive esses falsos valores de família natalinos,(talvez não sempre...)sem falar na grande mentira que é o dia de natal,é uma data que não tem nada a ver,criada para facilitar as coisas para a Igreja,mas no final das contas,não se pode mais mudar isso,por que nossa sociedade mesmo sendo falsa,não deixa de ser lógica porque comemorar o natal é algo passado de geração em geração,cada família ao seu modo,seguindo sua tradição,mas as coisas evoluíram rápido demais e a 'felicidade' de natal de antigamente não é a mesma de hoje,agora está tudo mais ligado ao Capitalismo do que à Religião,e isso é um fato.
    O importante é ter respeito às crenças dos outros,mesmo que pareçam absurdas.Pior do que se deixar acreditar em algo improvável é tentar mudar a fé de outros,principalmente se for algo em que acreditou por toda a sua vida,mesmo que não tenha se dedicado ;fé falsa,fé verdadeira,fé capitalista, seja qual for a fé,a única verdade é o respeito que deve haver entre todos.

    Tenha sempre momentos de felicidade com sua família,esqueça essa de natal,felicidade e união é o ano todo,faça sua família feliz e seja feliz,garanto que é melhor do que ficar se questionando sobre coisas tão incertas.

    UM 2011 DE PAZ E CONSCIÊNCIA PARA TODOS!

    ResponderExcluir
  17. Cidão, concordo contigo, mas acrescentaria:

    1. Além de Papai Noel, também "Deus" não existe;
    2. Aqueles que acreditam têm todo o direito de acreditar, tanto em Deus como em Papai Noel, pois, em minha humilde opinião, não são crenças assim tão diferentes uma da outra;
    3. Para os que tentam nos convencer (e converter) a também acreditar em Deus, sugiro a leitura de um livro essencial, mas a leitura crítica e sincera: a Bíblia, de capa à capa, do início ao fim;
    4. A Bíblia é um livro tão inconsistente e tão incoerente que não é capaz de se sustentar por si só, por isto precisa de sacerdotes para criar dogmas, para nos exigir fé cega e para nos impedir de questionar;
    5. A hipocrisia religiosa é tanta que o Natal, que deveria ser a festa de Cristo (para quem nele acredita), se transformou vergonhosamente no "Dia Internacional do Consumismo";
    6. Admiro e respeito todos aqueles que, assim como tu fazes, não têm medo de trazer a nu a grande farsa que é Deus e tudo aquilo que dele derivar;
    7. Por falar em respeito, acho sim que devemos respeitar as crenças dos outros, desde que guardem estas crenças para eles. No momento que começam a tentar nos empurrar estas crenças goela abaixo, seja através de alto-falantes potentes, seja através da monopolização das redes de rádio e de TV aberta, seja vindo bater na nossa porta para "trazer a palavra do Senhor", aí quem está faltando com o respeito são as religiões e é um direito que nos assiste a defesa própria;
    8. Quem estiver interessado em agnosticismo militante e na busca da verdade que visite também o Sensata Paranóia.

    Abraço e um Ano Novo cheio de realizações!

    ResponderExcluir
  18. @Jairo Grossi


    Obrigado pelo comentário! E você deveria conhecer a minha diretora...:)

    ResponderExcluir
  19. natal é a melhor coisa do mundo é alegria,paz,confraternização o coisa boa é fim de ano.paz e alegria pra todos.feliz natal e ano novo.

    ResponderExcluir
  20. Deus existe,só os hipócritas,falam que o senhor,pai todo poderoso não existe...ccb

    ResponderExcluir
  21. @tevinho

    Na teoria, isso que você escreveu é lindo, mas na prática...

    E sim, eu sou hipócrita nesse caso e prefiro continuar assim. Prove-me a existência dele com fatos e experiências concretas, aí quem sabe eu possa virar um religioso ferrenho!

    ResponderExcluir
  22. A Unica coisa que é boa no natal é que é só uma vez por ano ahsushsuhsuh, tirando a parte religiosa (de que Deus não existe) a data do natal foi colocada no dia 25, que era uma data de transição do calendário solar’, diz o professor de teologia Fernando Altemayer. No dia equivalente ao nosso 25 de dezembro, o sol brilhava com menos força, mas, ao mesmo tempo, se preparava para voltar a dar mais vida à Terra. Era conhecido como o ‘dia do nascimento do deus Sol' e só veio a ser comemorado entre os cristãos apartir de 350. Constatino adorava ao Deus sol e tanto é que mudou o dia de descanso cristão que é sábado, para do dia de domingo que era considerado o dia do deus sol no Édito de Constantino, promulgado em 321. até hoje se tem vestigios disso veja domingo em inglês Sunday sun = sol day = dia, não só em inglês mas como em varias outras linguas domingo se refere ao sol, como chinês, japonês, alemão etc.. em muitas outras culturas pagãs tem esse dia como dirigido a sol. Ele deu inicio ao movimento que hoje se conhece como a Igreja Católica Apostólica Romana no ano de 313. foi ai onde a Roma pagã virou Roma Cristã como hoje se conhece, Por tanto Natal nada tem haver com Jesus Cristo. pra mim o pior de todos é o Número 2, HIPÒCRISIA, eu fico e pensando será que esse povo que da comida aos pobres no natal acha que eles só tem fome no natal? eles estão o ano todo ali mas só no natal é que o povo se os vê como pobres necessitados? não gosto de festa de familia, odeio. (mas gosto dos presentes que me dão, não vou mentir... quem não gosta de presente que atire a primeira pedra ahsushush).

    ResponderExcluir
  23. estou de acordo nao tem nada a ver com Jesus no fim da epoca e so dividas para pagar.

    ResponderExcluir
  24. de acordo o natal nao tem nada aver com Jesus . isso so e bom para o comercio

    ResponderExcluir
  25. @JoãoMbn


    Obrigado pelas informações extras! :)
    Receber presentes eu também gosto, mas o duro é ter que retribuir!

    ResponderExcluir
  26. Cara, achei que no mundo só eu pensasse assim, mas vc escreveu tudo, queria morar em Isral no natal e na China no ano novo. Odeio tudo isso.

    ResponderExcluir
  27. Em casa não celebramos porque não faz muito sentido pra nós já que não somos cristãos, pagãos ou capitalistas.

    ResponderExcluir
  28. O natal é uma merda mas o ano novo é pior ainda...Odeio tua essa bosta

    ResponderExcluir
  29. O natal é uma merda mas o ano novo é pior ainda...Odeio toda essa bosta de final de ano.
    Bj

    ResponderExcluir
  30. O natal é uma merda mas o ano novo é pior ainda...Odeio tua essa bosta

    ResponderExcluir
  31. Concordo com vc em gênero e grau, apenas lembro de algo que me irrita completamente nestas festas as pessoas que enchem a cara e depois todo mundo já sabe no que vai dar ( brigas, arruaças,...), há é tem os que alem disso acham que todos apreciam seu péssimo gosto musical e nos obrigam a ouvi-lôs no mais alto volume!

    ResponderExcluir
  32. Ai credo cara o natal é lindo eu adoro chester

    ResponderExcluir
  33. Antes eu odiava o natal, depois que ganhei na loteria, quero natal todo ano!!!

    ResponderExcluir
  34. Antes eu odiava o natal, depois que ganhei na loteria, quero natal todo ano!!!

    ResponderExcluir
  35. Concordo com Vc.

    O Natal hj em dia é um saco mesmo.

    ResponderExcluir
  36. @Inquilino do Diabo


    É difícil fazer as pessoas entenderem nossos pontos de vistas. Um abraço!

    ResponderExcluir
  37. @Opsquria

    Mas para encher a cara nao precisa ser natal ou ano novo. Muitos fazem merda a qualquer momento. As pessoas deveriam maneirar as suas atitudes.

    ResponderExcluir
  38. @bombeiro


    O que realmente cheira mal é a hipocrisia das pessoas nessa época.

    ResponderExcluir
  39. @luckylucianobm


    Sem entrar no mérito da religião, o natal perdeu o seu objetivo que é celebrar a união das pessoas.

    ResponderExcluir
  40. Tudo fede no Natal...a ceia, os presentes, a data. Tudo perdeu a origem e virou farra! Adorei seus argumentos. Religião se discute sim. Era pra ser natal de jesus, mas é do papai noel. E a ICAR não tem autoridade para falar de nada com tanta inquisição, indulgências e pedofilia por traz. Até as igrejas "mervangelicas"(merda+envangélica) entram no ritmo. ODEIO O NATAL. MUITO OBRIGADA PELO SEU BLOG!

    ResponderExcluir
  41. Eu precisa encontrar pessoas que pensam como eu em relação ao natal. Simplesmente não suporto esta época do ano. Não gosto, não gosto, não gosto mesmo.

    Acho de uma incoerência absurda papai noel com roupa e barba num calor infernal do Recife. Vi outro dia, 02 bonecos de neve feitos de acrilon, uma manta acrílica, enfeitando uma varanda. Eu me perguntei: que diabos faz alguém criar um trem deste e colocar na porta de casa? Não suporto o comércio, a TV, a hipocrisia.

    Se José andasse pelas ruas das nossas cidades atrás de um local para que Maria desse à luz, provavelmente Jesus nasceria debaixo de algum viaduto em meio aos milhares de desabrigados. Se naquele tempo Ele viveu apenas 33 anos, hoje talvez não chegaria aos 02.

    Finalmente não me sinto só na minha forma desinteressada pelo natal.

    Amém!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Natal em si é uma mentira. O jeito é ignorar toda essa falácia.
      Um abraço e feliz 2013!

      Excluir
  42. aqui no " quase um mes para natal e ano novo", vc está certo , as pessoas burras gastam muito no natal e vivem apertadas e em dividas , no vermelho o ano inteiro , endividados o ano inteiro !!!, meu ano novo é no dia em que nasci, 19 de outubro ,deste ano , foi um dia que eu aproveitei muito , fiquei muito feliz me diverti, e é isso aí se vc quiser gastar gaste no dia do seu aniverssario pois mais um ano de vida, se completa a´li, se presenteie, e natal é epoca de ajuntar o decimo e colocar na poupança , para passar livre do vermelho e não se apertar, vc se sente o´timo sem dividas e sem gorduras acumulas de chocolate vagabundo e caro ;;;; blza

    ResponderExcluir
  43. Nossa!! Maldita inclusão digital, quanta idiotice e falta de amor no coração. sujeito que não gosta da família, de Deus, não me parece ser uma pessoa de bem consigo mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário! E eu digo a mesma coisa, maldita inclusão digital mesmo, como uma pessoa pode acreditar numa mentira que é o Natal. Poderia até falar o mesmo sobre crer em Deus mas deixa pra lá.

      Excluir
  44. adorei o post tudo oq falou esta totalmente correto.

    ResponderExcluir
  45. ADOREI O POST. TUDO OQ VC DISSE ESTA PERFEITAMENTE CORRETO PARABEMS

    ResponderExcluir
  46. Muito bom,
    no quesito 7, a minha realidade é
    quem me procura por dinheiro, ou tá doido varrido ou mal informado
    :(

    Mas algo que não sei como entra na cabeça de criança, ... eu já fui criança, gostava do natal, claro...
    gosto do mito do papai Noel... mas tudo isso eu sabia que era uma festa como o dia das bruxas...
    Jamais essa coisa de Noel ser verdadeiro, depois eu me traumatizo por perceber que não...
    putz... até acho engraçado ver gente explicando essas coisas, esses sim devem ter sido traumatizados.

    Brincadeira do faz de conta é típico na infância, por quê então o Noel não deveria ser??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tirando fora o contexto religioso, o Natal deveria celebrar a união entre as pessoas e a paz entre os povos. Infelizmente tornou-se um grande negócio, se que me entende.

      Excluir
  47. assino embaixo --` tudo bosta essas coisas..

    ResponderExcluir
  48. ..Eu ja gastei o que nao tinha na ceia de natal. .ai se reunia a família. .comiam..bebiam...brigavam por assuntos de 30 anos atrás e depois passavam 1 ano sem falar comigo. .Parei...acho que os comentários . descritos .São exatamente o que eu penso hoje.

    ResponderExcluir
  49. Jesus existe sim mais eu não sei ser e no natal que ele nasceu.eu não gosto de natal 😒mais adoro jesus👼

    ResponderExcluir
  50. Oi! Vc que escreveu esse texto, gostaria de poder te dar um abraço nesse momento, enfim encontrei alguém que sente como eu, o que me falta agora é conseguir ressignificar essa data na minha cabeça e nao me sentir tão triste e deslocada como me sinto. O que vc costuma fazer nesse dia?

    ResponderExcluir
  51. É isso ai, concordo com vc, tambem odeio isso tudo.

    ResponderExcluir
  52. Cara, nós odiamos o natal pelo simples fato de não conseguirmos sustentar essa falsidade que nos é exigido nessa data repugnante. Desculpe, não conseguimos ser tão hipócritas ao ponto de abraçar parentes escrotos que nem fazemos questão de saber que eles existem. Peço excusas por não querer compartilhar os mesmos pratos ridículos todo fim do ano, como se algo mágico fosse acontecer a meia-noite. Simplesmente, não suportamos essa sensação hipócrita de querer anestesiar os problemas com milhões de presentes, e não queremos perder nossos preciosos finais de semana como um otário na fila do shopping lutando para poder comprar alguma oportunidade de auto-estima. Foi mal cara, simplesmente não aguentamos essa imposição ridícula da sociedade, foda-se a sociedade cara. Deixe-me passar o ano novo assistindo simpsons com a TV no último volume para não ouvir os animais soltando fogos de artifício, como se fossem chimpazés gritando por atenção. Desculpe-me, mas deixe-me te presentear de acordo com a minha vontade e não porque existe uma data ficctícia que te rotula como tendo "um ano a mais". E por favor, não me cobre que eu te dê parabéns no seu aníversário, porque se quer celebrar uma data fictícia, você tem o direito de fazê-lo, porém não me exija que eu considere envelhecer "um ano" um mérito. Infelizmente, eu só posso falar isso aqui, obrigado por esse espaço. Lá fora, tenho que beber um pouco do néctar da hipocrisia e me submeter a alguns momentos de falsidade. Talvez em nome das pessoas que gostamos. Das nossas namoradas, esposas de repente. "Ou será porque votamos
    nisso?
    Não através
    de eleições fraudadas,
    mas com nossas coisas,
    propriedades, nosso dinheiro.
    Isso não é novidade.
    Sabemos por que fazemos isso.
    Não porque "Jogos Vorazes"
    nos fazem felizes,
    mas porque queremos
    ficar sedados.
    Porque é doloroso não fingir,
    porque somos covardes." Mr. Robot

    ResponderExcluir
  53. Concordo plenamente com você. E estou aos poucos tirando tudo isso da minha família, é dificil pois tem agregados que vivem na TRADIÇÃO religiosa. Tenho que ir de vagar pra não por tudo a perder, mas está dando certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mudar esses conceitos requer tempo e paciência. Tem que tomar cuidado para não ofender ou diminuir as pessoas. Não é de uma hora para outra que uma tradição que dura séculos acabe. A conscientização é uma estrada longa e dura para se percorrer! :)

      Excluir
    2. Talvez seja interessante usar os argumentos deles contra eles mesmos, de repente é o caminho mais prático para a conscientização. Grande parte das pessoas irá defender o natal por se tratar de uma época de aproximação a DEUS, e a data de nascimento de Jesus Cristo. É importante alertá-los que a bíblia não menciona em momento nenhum a data, mesmo que aproximada, do nascimento de Jesus Cristo, além disso, estudos religiosos sérios consideram como uma data pagã. Motivo pelo qual os testemunhas de Jeová não comemoram o natal. E inclusive, argumentam que a aproximação a Deus e dos entes queridos da família deve ocorrer durante todo o ano, e não somente nessa data fictícia, o que torna o natal mais insignificante ainda na visão deles. Os testemunhas de Jeová são pessoas que levam o estudo bíblico de forma séria e organizada, vale a pena dar uma pesquisada sobre eles.

      Excluir
  54. Concordo muito com esse texto maravilhoso.

    Acontece uma mágica no Natal em que todos ficam super amigos e felizes, mas é somente no Natal e Ano Novo.
    No resto dos dias, é só falsidade, briga, ect.
    Vou passar esse Natal em casa, sozinho. Minha mãe está bolada comigo, pois eu falei as verdades na cara dela, e ela não aceita que eu ODEIO toda falsidade.
    Aposto que o assunto da família, enquanto eles não estiverem bêbados, será sobre mim. Aí quando já estiverem chapadões, o assunto muda e começa as brigas.

    Muito obrigado por esse texto maravilhoso. Pesquisei na internet sobre o Natal ser uma merda, e fiquei feliz ao ver gente que pensa como eu.
    Espírito Natalino é sinônimo de Falsidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Daniel, 
      Fico feliz com as suas palavras. Esse blog é um serviço de utilidade pública (parabéns ao criador). Espero que esteja disponível todos os anos para comentários como o seu. Felicidades.

      Excluir
  55. Nossa, super me identifiquei!!!!
    Pontuou muito bem tudo que já e hoje falei isso mesmo!
    Concordo: "não me deseje Feliz Natal. Deseje-me sorte, saúde, felicidade e torça para que meus sonhos se realizem ou então, não fale absolutamente nada!!!!

    Já deletei sem ler todas as mensagens de e-mails e whatsapp!!!
    Que saco!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado, 
      Fico feliz com as suas palavras. Esse blog é um serviço de utilidade pública (parabéns ao criador). Nem me fale. Não sei o que é mais ridículo, o natal ou as mensagens de Whatsapp. Felicidades.

      Excluir
  56. Pura verdade natal sinónimo de falsidade odeio principalmente quem inventou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Natal era uma festa pagã que já existia bem antes do cristianismo.

      Excluir
  57. eh tao bom nao ser o unico a pensar assim !😂

    ResponderExcluir
  58. Engraçado que seu post já tem 10 anos,e eu nessa época era uma criança que adorava o natal,era uma alegria sem fim. Hoje em dia odeio natal,não tenho vontade de participar dessa grande farsa. Antigamente nessa época do ano já estava na rua comprando minhas roupas e sapatos com o dinheiro da minhã mãe. kkkkkkk
    Tenho apenas 20 anos, mas com o tempo eu fui vendo que as pessoas são hipócritas, narcisistas, consumistas, psicopatas e fofoqueiras. Sou uma ex evangélica e me tornei agnóstica, estou pouco me lixando para comprar roupas, vou passar meu natal igual uma mendiga em casa e não faço questão de ganhar presentes.
    Eu sou bastante seletiva no meu círculo social, amo poucas pessoas como por exemplo minha mãe e meus amigos que são poucos mas sei que o amor é recíproco.
    Agora tios,tias,primos,primas eu só aturo pois não tenho outra saída.

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google