terça-feira, 11 de setembro de 2007

Governo de SP financia matérias no Estadão


No Estadão de domingo (09/09), saiu algumas matérias sobre a progressão continuada, uma medida infame que o governo tomou para reduzir seus gastos e aprovar sem distinção toda a massa estudantil desde o fundamental até o médio.

Nas matérias, existe o claro apoio à esse sistema educacional falho que foi implantado sem que os professores fossem reciclados para tal, sem que houvesse uma reforma estrutural em todas as áreas do ensino, além do fato de premiarem os professores por desempenho.

Algumas comparações foram feitas com outros países de primeiro mundo que adotam tal sistema, e outros que ainda são tradicionais. Mas tal comparação foi uma completa covardia. Nesses países (EUA, Noruega, Coréia, entre outros) o aluno tem uma vida escolar de aproximadamente 12 anos, e uma permanência integral na escola (média de 8h na escola). As salas possuem no máximo 20 alunos e o professor ministra suas aulas num único colégio, além de ser bem remunerado, tendo assim um tempo maior para a preparação de suas aulas, bem como de atividades extracurriculares. Devo salientar também que existem laboratórios bem equipados e toda uma estrutura favorável.

E nós? Aqui o aluno fica no máximo 5h na escola, as salas são superlotadas(existem classes com mais de 50 cabeças!!!), o coitado do professor tem que ministrar suas aulas em vários colégios para obter um salário compatível, não tendo tempo absolutamente para nada. Além da falta de estrutura que atrapalha a condução da aprendizagem (laboratórios caindo aos pedaços ou inexistentes, não ter como xerocopiar provas ou listas de exercícios, entre outras coisas.).

Outro detalhe: os pais, ineptos, colocam a educação de seus filhos nas mãos dos professores, como se eles fossem responsáveis pela falta de uma estrutura familiar, que sabemos estar totalmente falida.

Hoje a escola deixou de ser o reduto do conhecimento, para ser assistencialista. Ou seja, perdeu totalmente o rumo das coisas. E agora querem também premiar os professores por desempenho? Dêem as condições devidas de trabalho, mude a legislação e quem sabe poderão cobrar o profissional.

Mais um detalhe engraçado: numa das matérias existe a defesa das salas lotadas mostrando que a aprendizagem não depende do números de alunos em classe, com dados numéricos e tudo.

Portanto, está muito mais do que claro que tais matérias que saíram no jornal foram financiadas pelo governo do estado, na tentativa de tentar explicar um sistema educacional que não funciona, que no lema de formar cidadões, estão na verdade, formando verdadeiros marginais.

Será que somos todos palhaços?

Isso me revolta. Mas também não é novidade, pois o jornal em questão é famoso por apoiar aqueles que estão no poder descaradamente. Cabe a você leitor, tirar a sua conclusão.

Lembrem-se: EU E OS GATOS TEMOS ALGO EM COMUM... SOMOS GATOS!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Linkem me:

Related Posts with Thumbnails
Google