sábado, 23 de agosto de 2008

Solidão

Solidão não é a falta de gente para conversar,
namorar, passear ou fazer sexo...
isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos
pela ausência de entes queridos que não podem
mais voltar...
isto é saudade.

Solidão não é o retiro voluntário que a gente
se impõe as vezes, para realinhar os pensamentos...
isto é equilíbrio.

Tampouco é o claustro involuntário que o destino
nos impõe compulsoriamente, para que revejamos a
nossa vida...
isto é um princípio da natureza.

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
isto é circunstância.

Solidão é muito mais que isto...

Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos
e procuramos em vão, pela nossa alma!


PS.: Esse texto vem sendo distribuído como se fosse do Chico Buarque, mas na verdade ele é de autoria da poeta/escritora Fátima Irene Pinto. Leiam abaixo a indignação dela e tentem se colocar na sua posição:

Bom dia amigos!

Ajudem-me a fazer justiça, pois isto está me aborrecendo muito.

Não há um único dia que eu não receba meu texto "Solidão" atribuído ao Chico Buarque.

Antes era em formato PPS. Depois em e-mail formatado com a foto dele. Agora em jpg.

Já não sei quantos envios eu fiz aos grupos e aos associados esclarecendo tratar-se de texto de minha autoria - página 79 do livro "Palavras Para Entorpecer o Coração" - página 169 do livro "Ecos da Alma", além de estar editado em minha coluna, editado no meu site, tanto em html como em PPS's de vários formatadores.

Perdoem-me se insisto neste assunto, mas por gentileza, façam-me justiça.

Repassem este e-mail para todos os seus amigos(as) e toda vez que o texto com a autoria indevida chegar aí, avisem seus amigos sobre a autoria correta.

Se pela fama do Chico Buarque o texto alastrou-se na rede, que pelo senso de justiça de vocês, ele se alastre muito mais, levando a autoria correta.

Desde já, fico grata a todos. Se algum de vocês conhecer o Chico Buarque, por favor, peçam a ele para manifestar-se a respeito. Foi o que fez Veríssimo quando lhe atribuíram o texto "Quase". Ele veio a público e disse que o texto não era dele.

Se ainda restar alguma dúvida, meus livros estão nas livrarias (Soler Editora) ou nos sites da Siciliano - Submarino - Saraiva.

Bjs desta poeta que hoje está meio indignada. Só nos últimos 4 dias este jpg (*) chegou aqui enviado até por meus associados, não sei quantas vezes.

Assim não dá, né! Bate um desapontamento enorme! Conto com vocês.

Reiterados agradecimentos e perdoem-me bater na mesma tecla.

Fátima Irene Pinto:
http://www.fatimairene.com/


Abaixo a imagem que vem sendo distribuída criminosamente:



Respeitem os direitos autorais!

2 comentários:

  1. Nossa, que coisa chata, aposto que o Chico nem deve saber disso. E o texto é lindo!

    Cidão, seu sumidão, tá tudo bem com você?

    Te deixei dois mimos lá no blog, tá?
    Abração!

    ResponderExcluir
  2. Nando, a Internet é terra de ninguém.

    Muito trabalho, Nandico. A maioria dos meus posts estão sendo agendados.
    Muita correria. Preciso logo parar de dar aula...
    Só dor de cabeça!!

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Linkem me:

Related Posts with Thumbnails
Google