domingo, 3 de setembro de 2006

Escolhas e suas conseqüências!

Estou vivendo numa encruzilhada e não sei qual direção seguir. Vivo pelos meus ideais e não irei trai-los, mas reconheço que a situação está ficando cada vez mais insuportável.
Uma das coisas que está me incomodando é o fato de não ter um canto só meu e ter que dividi-lo com outros como podem ver.

Este é o meu quarto, a minha cama é a mais desarrumada, cheia de mochilas, roupas, comics e cartas de magic!

Ontem, por não ter grana sobrando e por não ter um lugar só meu, deixei de passar momentos agradáveis com uma garota linda e deliciosa, pois ela estava só e o namorado dela preferiu sair com seus colegas.
Na verdade, nunca me importei com isso, pois para sair com uma garota, qualquer hotelzinho de esquina servia. Alias uma das coisas que nunca gostei é de ter que acordar com alguém do meu lado, tanto é que eu nunca dormi na cama de alguma mulher, sempre que tinha oportunidade de sexo na casa de alguma, eu ficava até certo ponto, mas logo queria voltar para a minha própria cama, onde eu poderia dormir sossegado, na verdade, não gosto de dormir na casa dos outros. Como já disse antes, gosto da minha liberdade e dos meus momentos solitários. Por isso nunca me encaixei e nunca vou me encaixar em qualquer relacionamento.
Apenas uma e única vez na vida eu me apaixonei de verdade e por ela talvez eu fizesse tudo, mas ela era proibida para mim naquele momento, e hoje ainda ela é. Não senti algo como isso com outra garota, ela era e ainda é muito especial.
Mas a idade é implacável e hoje me vejo num beco sem saída. Aluguel? É uma opção, mas hoje em dia não encontro um lugar que seja bom para mim, e tem o problema de que eu precisaria AUMENTAR o número de aulas que eu dou em pelo menos 100% e isso me deixa assustado. NÃO agüento mais o meu emprego e já cheguei a ponto de pedir exoneração, pois a situação está periclitante. Não tenho mais saco para dar aula, não agüento mais as armadilhas que o sistema educacional impõe e estou a um ponto de avançar em cima de certos alunos, o que me acarretaria processos e processos sem fim. E tem o fato de que NÃO tive aumento de salário real nesses últimos 10 anos. O governo mente descaradamente e tem pessoas que acham que nós ganhamos horrores. Só que um aluguel aumenta anualmente e vira uma bola de neve, e vejo muitas pessoas na minha região se mudando a todo o momento porque não consegue pagar o aluguel. Sim, o dinheiro está curto para todos e não há uma luz no fim do túnel.
Houve um tempo em que eu pensei em fazer trabalhos free-lancers para editoras no campo da tradução, mas o mercado editorial está continuamente em crise (ninguém mais lê nada ou não tem dinheiro para comprar) e mesmo quando aparece alguma coisa, é um tormento esperar o pagamento (rimou!), pois é uma eterna canseira ficar a todo momento cobrando do seu empregador. Levei muitos calotes no passado. Larguei disso.
Tentei também no campo do desenho, fiz alguns trabalhos artísticos e até hoje estou esperando o pagamento. Quando eu recebia, era uma crise de choro até eu abaixar o preço, ou seja, a grana que eu recebia nunca cobria os gastos que eu tinha com tinta, papel e principalmente o meu tempo gasto naquilo. Resultado? Mandei tudo para aquele lugar.
Muitas pessoas me dizem por que eu nunca comprei um terreno, e porque eu nunca construí algo nesse tempo todo. Bem, isso era fácil há 40, 50 ou 60 anos atrás, muitos do que tem algo não só em minha região, mas em todo lugar obteve suas propriedades numa época onde havia dinheiro e as oportunidades eram muito mais ricas. Hoje? Se você quiser algo, encontrará apenas quase fora da cidade, em locais inóspitos que tenho até calafrios em pensar na simples idéia de passear por lá. Construí minha vida na cidade e morar no fim do mundo não é opção. Para piorar, meu salário não atinge o nível exato para se conseguir uma carta de crédito, e por isso NÃO sei o que fazer. Para um cara solteiro que só pensa em mulher, cerveja e rock ‘n’roll é o suficiente.
Como já disse, NÃO vou aumentar o número de aulas, o trabalho que tenho já é suficiente para que eu fique estressado e minha depressão aumente a cada dia, já estou na época de tomar calmantes para poder ter que agüentar até o final do ano.
E aqui estou eu, neste domingo expondo minha situação e espalhando minha depressão pela rede. Pelo menos posso desabafar sem ninguém estar vomitando pseudo-verdades no meu ouvido, dizendo o que tenho que fazer ou como viver minha vida.
Casamento, trabalho árduo, igreja todo domingo, almoço em casa de sogra, filhos, responsabilidades, dormir na cama com a mesma mulher todo dia, vê-la envelhecer e ficar gorda, não ter mais baladas, não curtir mais meus hobbies, se conformar com a situação de cada dia, maldita rotina! Drogas como essas? Estou fora!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google