domingo, 13 de fevereiro de 2011

A arte da tradução ou Como a Veja é poderosa ou Panini e Governo de SP: Negócios excusos

Traduzir é uma arte. Na maioria das vezes ela é subjetiva, depende do contexto e das expressões comuns de cada região. O tradutor tem que sensível à isso e tentar passar a mensagem clara e possível, mas sem fugir da proposta inicial.

Eu sou um tanto quanto intransigente nesse sentido, e deve ser por isso que minhas chances de trabalho nessa área são escassas. Não é certo por exemplo, como já foi feito no passado traduzir Peter Parker, alter-ego do Spiderman (Homem Aranha), como Pedro Prado, ou então em tempos recentes, colocar aquela musica hedionda "Na boquinha da garrafa" numa cena em que o Peter está ouvindo uma música. Eu manteria a música original.

Na série Seinfeld, tem um episódio em que o Kramer compra um carro cor de rosa e claramente fala "Mary Kay's car" e o imbecil do tradutor me coloca "O carro da Sula Miranda" na legenda, e num dos filmes de animação da Disney, "A Ilha do Tesouro", tem uma cena em que um velho mostra o mapa de um estado americano e o tradutor colocou como sendo Minas Gerais.

Porra! Só falta numa tradução, alguém substituir Shakespeare por um autor tupiniquim ou português, para manter vivo o nosso legado... É melhor eu nem dar idéia.

A pérola da semana é uma história do Batman onde o tradutor teve a infeliz idéia de traduzir "nasty" por petralha. Em qualquer dicionário, "nasty" pode ser traduzido por asqueiroso, nojento, desagradável, vil, entre outras. Já "petralha"é um termo inventado por um jornalista da Veja, que uniu a palavra Petista com  os Irmãos Metralha (vilões eternos do Tio Patinhas), devido aos inúmeros (?) casos de roubo e corrupção do governo do PT. Para saberem mais sobre o caso e a declaração da editora, leia esse artigo dos Melhores do Mundo.

Sabe o que eu penso? Creio que o tradutor quisesse mostrar que sabe fazer uma tradução impecável, e pegou um termo da moda (que nem existe no dicionário) apenas para impressionar seus leitores, para mostrar que é fodão! Sim, tenho que acreditar nisso, pois não dá para crer que o cara tivesse querendo atacar o governo do PT fazendo esse tipo de coisa num revista de história em quadrinhos de super-heróis. Tem que ser muito imbecil para fazer isso.

Para você entender como uma tradução é objetiva, vou pegar uma frase que está martelando na minha cabeça, nesses últimos dias, por causa dos problemas que venho enfrentando: "I'm going to kill you!".
Como poderíamos traduzí-la? Vou dar algumas opções que podem caber nela, caso você queria impressionar:

- Vou acabar com a sua vida!
- Vou te mandar para os quintos dos infernos!
- Trarei a morte para você!
- Vou fazê-lo dobrar o cabo da boa esperança!
- Vou te destruir!
- etc, etc... OK, você já deve ter entendido o que eu quis dizer.

Nesse caso, para que complicar, se a simples tradução "(Eu) vou te matar!" já teria sido o suficiente para transmitir a mensagem? Vou repetir, para que complicar algo tão simples? Quer mostrar que é o bom? Quer aparecer? Plante bananeira pelado no canteiro central da Avenida Paulista!

E se o tradutor realmente é contra o PT, e quis passar a sua indignação fazendo essa merda, ele é um tremendo de um canalha, e se foi a mando dos chefões da editora, ele deveria pegar o seu boné e sair de mansinho. Eu mesmo abandonei um colégio que obrigava os professores a rezarem nas entradas, intervalos e saída do período letivo, por causa das minhas convicções (pior que o colégio pagava muito bem!).

Quer ser um tradutor de verdade? Estude bastante, leia muito sobre o que você vai traduzir e é fundamental que você conheça o que está traduzindo. Não vá fazer como um outro tradutor da Panini que traduziu "Advocate's Bar" (já faz um tempo, não lembro a expressão que foi exatamente usada ) como bar dos advogados, dando idéia de que eles adoram uma manguaça!

Em tempo, todos sabem que sou petista de coração, mas ficaria indignado também se houvesse um termo como tucanalho usado dessa forma. Quadrinhos de super-heróis não é lugar de palanque para se discutir ou colocar a sua visão política.

Obs.: Parece que esse tradutor já aprontou antes, leia esse artigo do Multiverso DC, além de tucano, ele é racista?

Atualização (15:30): Parece que a Editora Panini, que publica os super-heróis Mavel e DC tem negócios excusos com o governo do Estado de São Paulo, mais precisamente com a secretaria da Educação, como pode ser visto nesse artigo do NaMariaNews: Viomundo entrevista NaMaria: 250 milhões para a mídia em nome da Educação pública de SP
What a shame Panini!!!

4 comentários:

  1. Críticas são aceitas? Duvido muito, mas vá lá...
    Você pelo jeito é petista, fazer o quê.
    Reinaldo Azevedo cunhou o termo, criar neologismos não é proibido, viu?, com a seguinte definição: Petralha é quem defende o roubo social.
    Portanto você disse uma mentira ao criar uma definição que se encaixe em sua ideologia.
    A sua segunda mentira é dizer que o termo não está dicionarizado. Está sim, no dicionário sacconi! Siga o link: http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/2880644
    Você deveria ter vergonha de mentir tanto. Quem é o canalha?
    Aliás, como diria o Ken, do Street Fighters:
    "Olha o cara aí!"

    ResponderExcluir
  2. @Ricardo D


    Críticas são aceitas? Duvido muito, mas vá lá...

    Críticas são aceitas sim. Desde que não haja ataques gratuitos

    Você pelo jeito é petista, fazer o quê.

    Sim. Sou petista e daí?

    Reinaldo Azevedo cunhou o termo, criar neologismos não é proibido, viu?, com a seguinte definição: Petralha é quem defende o roubo social.

    Cada um tem o direito de inventar o que quiser, assim como qualquer um possa criar um termo como "tucanalho", por exemplo.

    Portanto você disse uma mentira ao criar uma definição que se encaixe em sua ideologia.
    A sua segunda mentira é dizer que o termo não está dicionarizado. Está sim, no dicionário sacconi! Siga o link: http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/2880644
    Você deveria ter vergonha de mentir tanto. Quem é o canalha?

    Aponte a mentira que eu disse no texto. Só falei com outras palavras o que já foi dito em outros blogs, leia os links que disponibilizei.
    Quanto ao estar no dicionário, essa é uma informação que não sabia, mas ultimamente qualquer coisa dita por um "intelectólogo" fica homologado.


    Aliás, como diria o Ken, do Street Fighters:
    "Olha o cara aí!"

    Sou funcionário público e te garanto que o governo do PSDB conta muito mais mentiras, aliás todos os políticos assim o fazem.

    E além do mais, HQ não é o lugar de fazer palanque para as suas preferências políticas, o tradutor errou feio e a editora endossou o erro, e ela teve seus motivos de acordo com o último link da atualização que fiz.

    Agora, é engraçado fazer criticas sem se identificar. Ter uma conta no Blogger com perfil protegido é ter medo de se expor.

    ResponderExcluir
  3. E ai Cidão? Tudo bem? Já se livrou da turma que estava te tirando o sossego em casa?

    Veja que coisa:
    Enviei um comentário no blog do tucano Reinaldo Azevedo, sem me esconder, sem ofensas pessoais, apenas questionando porque ele prefere fingir não saber que foram feitas assinaturas da revista Veja no governo José Serra, sem licitação, à custa do dinheiro público da FDE, mas descobri que ele sempre censura comentários deste tipo, preferindo iludir os seus leitores de que só há corrupção entre petistas. E há muitos míopes que acreditam.

    Na visão deste Sr. Ricardo, que fez o comentário ai em cima, neologismos, se forem homologados por um dicionariozinho qualquer, podem ser usados normalmente em qualquer revista. Quem as lê, independentemente da religião, raça, time que torce, partido que é filiado, não está nem um pouco a fim deste tipo de coisa infiltrada, muito menos destas mensagens políticas subliminares, forçadas e distorcidas por uma tradução tendenciosa. Será que o Sr. Ricardo também concorda com o “neologismo” macaco, usado pelo mesmo tradutor para se referir a um personagem negro, como mostra um dos links do post?
    Olha de que tipo de mentalidade o Brasil se viu livre no comando máximo da Nação.

    Um conselho ao Ricardo: Volta para o tipo de leitura tendenciosa de seu amiguinho Reinaldo, agora frustrado com a derrota de seu candidato à presidência, e a perda de seu parceiro fugitivo, Diogo Mainardi, e procura fazer somente comentários puxando o saco do Rei, senão ele recusa, diferentemente do que fez o Cidão.

    Ponto pra ti, amigo.

    ResponderExcluir
  4. @Jairo Grossi


    Tá difícil, amigo! :)

    Eu jurei não mais discutir política com certas amebas, mas elas me perseguem. O post foi para mostrar que elas querem valer suas verdades até em coisas cuja função é divertir, como as HQs. O pior é que empresas que tem o rabo preso com o governo do PSDB endossa essas barbaridades. Obrigado pelas palavras.
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google