sexta-feira, 14 de abril de 2006

Is it just me?... Odeio feriados religiosos...ou Como a Religião afunda a mulher!

Nunca me senti à vontade quando o assunto é religião. E fico ainda "emputecido" quando há um feriado religioso. Para mim religião e seus dogmas são normas que o homem criou para o domínio das massas e principalmente para jogar a mulher no fundo do poço ainda mais profundo. Podem até me contradizer, mas em qualquer religião que se preza, a mulher é vista como um objeto a serviço do homem, uma propriedade que pode ser usada e manuseada deixando-a no simples papel de escrava por ser inferior ou apenas servir como um meio de reprodução para a raça humana. Já dizia o maior de todos, John Lennon, "Woman is the nigger of the world", e essa afirmação nunca esteve tão real e presente no mundo de hoje, vide por exemplo as meninas nesse Brasil por aí afora sendo vendidas por míseros "dez real" tornando-se prostitutas nos grandes centros, alimentando mais e mais o turismo sexual no país; ou ainda a situação da mulher no oriente médio, cujo papel é ser exatamente o que já mencionei antes; e o pior e mais degradante de tudo, meninas que ainda bebês, têm seus clitoris removidos em grande parte no continente africano. Só para constar: na Idade Média a Igreja Católica mandava queimar na fogueira em praça pública, ,qualquer um que fosse contra o sistema e principalmente a mulher, cujas atitudes e comportamento lembravam as de uma bruxa.
Aliás, qualquer religião fomenta isso: a mulher NÃO pode sentir prazer, tem que servir o seu amo, e seu papel é o da reprodução. Repito isso de novo pois é uma situação que nunca irei entender e concordar.
Não faço parte de religião nenhuma e não acredito em nada do que me falarem a respeito. Como um cara da Ciência que sou, acredito numa coisa que existe em todo universo e que nunca se acaba: Energia! Mas isso é um assunto pra se discutir numa outra ocasião.
Já estou de saco cheio de tanta hipocrisia cometida em nome de uma suposta religião, e do comércio que advém dela. Ver tantas pessoas que são enganadas apenas para conseguir um pedacinho no céu. E eu não entendo como é que em pleno século 21, no meio de tantas descobertas científicas e novas tecnologias, essas coisas ainda imperam. Eu me sinto como se fosse um estranho no ninho, uma pessoa deslocada no tempo e no espaço.
Será que eu estou errado?
Serei eu o único a enxergar essas coisas? Penso assim, porque no meu convívio social me sinto um cara que não consigo me enturmar com pessoas da minha idade. Não tenho saco para tantas mediocridades e hipocrisias. Já até me taxaram de "endemoniado" e outras coisas bem pesadas só por ter tais idéias hereges...
Mas nunca vou mudar!

Obs.: Coloquei aqui no começo de março um poema para a mulher em homenagem ao dia dela, mas era apenas uma brincadeira. E tudo que mencionei naquele post é a mais pura realidade do que acontece por aí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Artigos recentes

Related Posts with Thumbnails
Google