sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Piadas de alistamento militar

A maioria dos que idolatram o "Mito" são jovens que estão completando dezoito anos. Agora, espera-se que esses jovens entrem nesse mundo maravilhoso do exercito e sirvam a Pátria! Conheço um monte que arregaram este ano...

Dois homens conversam na fila do alistamento militar:
- Então, por que você vai se alistar?
- Porque sou solteiro e gosto de guerra. E você?
- Porque sou casado e gosto de paz.

Um jovem que recebeu a notícia de que iria para o Exército, procurava uma maneira de não servir.
Então pensou no iria fazer para que não fosse chamado ao exército.
Depois de muitas horas, chegou a conclusão que iria decepar as duas mãos, só assim não poderia pegar ele para servir ao exército. Foi até a linha do trem colocou as duas mãos no trilho e esperou o trem, quando o trem chegou bem pertinho ele colocou a mão no rosto e disse:
- Ai, não quero nem ver.

Durante o teste de conhecimentos gerais para admissão ao serviço militar, o sargento pergunta aos candidatos:
- O que é que ferve a 90 graus?
Silêncio geral. Ninguém responde.
- Vocês são umas bestas. Não sabem de nada. É a água que ferve a 90 graus, seus ignorantes.
Já ia passando para a questão seguinte, quando um candidato falou timidamente:
- Seu sargento, eu acho que o senhor se enganou. A água é que ferve a 100 graus.
Sem graça, o sargento comenta:
- Tem razão. O que ferve a 90 graus é o ângulo reto.

Dois baianos que eram primos vão servir o Exército. Chegando lá, são entrevistados pelo sargento:
- Qual o seu nome? – pergunta ao primeiro.
- É Tonho, meu rei.
- Negativo. De agora em diante, você será Antônio. E o que você está fazendo aqui?
- Tô dando um tempo.
- Negativo. Você está servindo à Pátria. E o que é aquilo? – pergunta, apontando para a Bandeira do Brasil.
- É a bandeira.
- Negativo. De agora em diante, ela é a sua Mãe.
Vira-se para o segundo e pergunta:
- Qual o seu nome?
- É Pedro.
- E o que você está fazendo aqui?
- Servindo à Pátria.
- E o que é aquilo? Apontando para a bandeira.
- É minha tia. Mãe de Tonho…

Um jovem alistou-se no exército e optou pela tropa de pára-quedistas.
Fez o treinamento básico, fez os saltos de treinamento a partir de plataformas cada vez mais altas, e finalmente foi fazer seu salto de um avião.
No dia seguinte, telefonou para o pai, para dar as notícias.
- "E aí, você pulou?" pergunta o orgulhoso pai.
- "Bom, deixa eu explicar o que aconteceu. Subimos no avião, e o sargento abriu a porta e pediu voluntários. Aí uns doze colegas se levantaram e pularam da porta aberta do avião!"
- "Foi aí que você pulou?" Pergunta o pai.
- "Bem, ainda não. Aí o sargento começou a agarrar os demais colegas, um por vez, e a jogá-los pela porta aberta."
- "Então, aí você pulou?" Pergunta o pai.
- "Calma, eu chego lá. Todo mundo tinha pulado, e eu era o último soldado que restava no avião. Eu disse ao sargento que eu tinha muito medo para pular. Aí ele me disse que se eu não pulasse do avião ele me chutaria o rabo!"
- "Aí você pulou!"
- "Ainda não. Ele tentou me empurrar pela porta, mas eu segurei firme nela e não deixei ele me empurrar. Aí ele chamou o Sargento Instrutor. O Sargento Instrutor é um armário, e pesa 150 quilos. Ele me perguntou:
- "Rapaz, você vai pular, ou não?"
E eu respondi que eu não pularia porque tinha muito medo.
Nisso o Sargento Instrutor abaixou o zíper da calça e eu vi ..... o tamanho ....Rapaz!!!
Aí ele disse:
- "Rapaz, ou você pula fora deste avião agora, ou eu vou usar este negocinho em você!"
- "E aí você pulou?" Perguntou o pai.
- "Bem papai, no começo eu pulei um pouquinho ......"

Um jovem escreveu a seguinte carta para o militar responsável pela dispensa do serviço militar:
"Prezado Oficial Militar,

Venho por intermédio desta pedir a minha dispensa do serviço militar. A razão para isto bastante complexa e tentarei explicar em detalhes.
Meu pai e eu moramos somos pobres e moramos em uma casa muito humilde, em um bairro afastado do centro da cidade. Não temos dinheiro para diversão. Temos apenas um rádio e uma televisão para se distrair. Meu pai é viúvo e eu solteiro. No andar de baixo, moram uma viúva e sua filha, ambas muito bonitas e sem rádio e nem televisão. O rádio e a televisão fez com que nossas famílias ficassem mais próximas.
Eu me apaixonei pela viúva e casei com ela. Meu pai se apaixonou pela filha e também se casou com esta. A partir desse momento começou a confusão.
A filha da minha esposa, a qual casou com o meu pai, é agora a minha madrasta. Ao mesmo tempo, porque eu casei com a mãe, a filha dela também é minha filha (enteada).
Além disso, meu pai se tornou o genro da minha esposa, que por sua vez é sua sogra. A minha esposa ganhou recentemente um filho, que é irmão da minha madrasta.
Assim, a minha madrasta também é a avó do meu filho, além de ser seu irmão. A jovem esposa do meu pai é minha mãe (madrasta), e o seu filho ficou sendo o meu irmão. Meu filho é então o tio do meu neto, porque o meu filho é irmão de minha filha (enteada).
Eu sou, como marido de sua avó, seu avô. Portanto sou o avô de meu irmão. Mas como o avô do meu irmão também é o meu avô, conclui-se que eu sou o avô de mim mesmo!
Portanto, Senhor Oficial, eu peço dispensa do serviço militar baseado no fato de que a lei não permite que avô, pai e filho sirvam ao mesmo tempo.
Se o Senhor tiver qualquer dúvida releia o texto várias vezes (ou tente desenhar um gráfico) para constatar que o meu argumento realmente verdadeiro e correto."


fonte: Humor Político


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, comentem, críticas e elogios serão bem aceitos. E eu respondo, posso demorar mas respondo. Esse velho lobo do mar tarda mas não falha!!!!

Leia antes a minha Política de Comentários.

Se quiser deixar o link de uma postagem sua, utilize o código abaixo trocando o que está escrito em letra maiúscula:

<p><abbr><em><strong>SEU NOME</strong> - último post do blog... <a href="<strong>LINK-DA-POSTAGEM</strong>"><strong>TÍTULO DA POSTAGEM</strong></a></em></abbr><p>

Related Posts with Thumbnails
Google